[A BÍBLIA DO VBA NO ACCESS]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO ACCESS - CURSO COMPLETO

Páginas: 1164 | Autor: Júlio Battisti | 50% de Desconto e 21 Super Bônus

Você está em: PrincipalArtigosAccess 2007 Avançado › Capítulo 1 : 08
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››
« Anterior Δ Página principal ¤ Índice Próxima »

Curso Grátis - Access 2007 Avançado, Macros e Programação VBA
Autor: Júlio Battisti
Lição 08 - Capítulo 01 - Utilização de Macros para Automação de Tarefas - Parte 2

6.5 - Criando a Primeira Macro e a Janela de Macros:

  Agora aprenderemos a criar macros, bem como os detalhes sobre a janela de criação de Macros. Na seqüência será apresentada uma descrição completa de todas as ações de Macro disponíveis no Microsoft Access 2007.

         Para criar uma macro faça o seguinte:

  • Se o banco de dados curso_avi não estiver aberto, abra-o;
  • Dê um clique na Guia Criar -> Macro. Veja a imagem a seguir ;

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 73 - Criar Macros.

  • Basta dar um clique sobre Macro Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti, para criar uma nova macro;
  • Observe a seguir o construtor da Macro;

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 74 - Construtor de Macro.

Uma macro é constituída de uma ou mais ações. Cada ação é definida em uma linha separada. As diversas ações disponíveis podem ser selecionadas a partir da coluna ação, na qual existe uma listagem com todas as ações de macro do Microsoft Access 2007.

         Após escolher uma ação, caso esta necessite de parâmetros adicionais para a sua definição, os mesmos surgem na parte de baixo, conforme indicado na figura anterior. A medida que você seleciona um dos parâmetros, no espaço ao lado, aparece uma explicação sobre o parâmetro. Na próxima figura, temos um exemplo da ação "Abrir Consulta" selecionada e dos seus parâmetros indicados na parte de baixo.

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 75 - Ação "Abrir Consulta", a qual apresenta três parâmetros.
           
Para selecionar uma ação, basta abrir a lista de ações e selecionar a ação desejada. Esta lista esta classificada em ordem alfabética.

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 76 - Lista de Ações.

Dica -> Ao invés de percorrer toda a lista em busca de uma ação, você pode rapidamente se Figura 76 - Guia Desing.deslocar para perto da ação desejada, para isso digite a primeira letra do nome da ação. Por exemplo, ao invés de percorrer a lista em busca da opção "Salvar", basta digitar a letra S que o Microsoft Office Access 2007ira posicionar na primeira ação que começa com a letra S.

Na linha comentário você pode digitar uma descrição para a Ação que está sendo adicionada. Embora não seja obrigatória a colocação de um comentário, é aconselhável que você coloque comentários, pois isto facilita a documentação do sistema. Além disso daqui a algum tempo, se você tiver que alterar as macros, fica muito mais fácil se as mesmas possuírem comentários descritivos das ações.

Observe que estamos na Guia Design, vamos aprender um pouco sobre os comandos desta guia:

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 77 - Guia Design.

1 – Ferramentas:

  • Executar: Executa as ações listadas na macro;
  • Passo a Passo: Torna ativo o modo Passo a Passo. Quando a macro é executada neste modo, apenas uma ação é executada de cada vez. Quando as ações são finalizadas, a caixa de diálogo Macro Passo a Passo é mostrada. Veja  seguir um exemplo:

Exemplo: Crie uma macro com a ação “Abrir consulta”, vá em nome da consulta e abra a consulta “Criar Pedidos 2009”. Salve a Macro como “Macro 1”.

Marque a opção Passo a Passo, na sequência clique no Botão Executar, surgirá a caixa de diálogo a seguir:

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 78 - Macro Passo a Passo.

Em relação a caixa de diálogo veja as opções a seguir:

Clique em Passo na caixa de diálogo para avançar para a próxima ação;
Clique em Parar Todas as Macros para interromper essa e qualquer outra macro em execução;
Clique em Continuar para sair do modo passo a passo e executar as ações restantes sem parar.

  • Construtor: Quando é inserido um argumento da ação que pode conter uma expressão, esse botão é ativado. Dê um clique em Construtor para abrir a caixa de diálogo Construtor de Expressões, que você pode usar para criar uma expressão.

NOTA: Expressão: é qualquer combinação de operadores matemáticos ou lógicos, constantes, funções e nomes de campos, controles e propriedades avaliadas como um único valor. As expressões podem executar cálculos, manipular caracteres ou testar dados.

2 - Linhas:

  • Inserir Linhas: Insere uma ou mais linhas de ação em branco acima da linha ou linhas selecionadas;
  • Excluir Linhas: Como o próprio nome diz, exclui a linha ou as linhas da ação selecionada.

 3 - Mostrar/Ocultar

  • Mostrar todas as Ações: exibe mais ou menos ações de macro na lista suspensa Ação. Quando a lista maior de ações de macro estiver disponível, o botão Mostrar Todas as Ações aparecerá selecionado. Se for selecionada uma ação de macro dessa lista maior de ações de macro, talvez seja preciso ceder ao banco de dados o status de confiabilidade explícita antes de poder executar a ação. Caso deseje alternar de uma lista maior de ações de macro para uma lista menor que mostre apenas as ações de macro que podem ser utilizadas em um banco de dados que não recebeu confiabilidade, basta observar se o botão Mostrar Todas as Ações não está ativado.

NOTA: Caso o botão Mostrar Todas as Ações estiver ativado, basta dar um clique sobre o mesmo para desmarcar a seleção. Quando o botão Mostrar Todas as Ações não está selecionado, a lista menor de ações de macro confiáveis fica disponível.

  • Nomes de Macro: Mostra ou oculta a coluna Nome da Macro. Os nomes de macro são obrigatórios nos grupos de macros para distinguir as macros individuais umas das outras, mas, do contrário, eles são opcionais.
  • Condições: Mostra ou oculta a coluna Condição. Tal coluna é utilizada para inserir expressões que controlam quando uma ação é executada.
  • Argumentos: Mostra ou oculta a coluna Argumentos. Tal coluna mostra os argumentos de cada ação de macro e torna mais fácil a leitura da sua macro. Caso a coluna Argumentos não for mostrada, será preciso clicar em cada ação e ler os argumentos em Argumentos da Ação. Não é possível adicionar argumentos na coluna Argumentos.

Cada ação é definida em uma linha. Uma macro pode conter uma ou mais ações. Podemos também ter condições em uma macro. Por exemplo, somente executar se o NúmeroDoPedido estiver entre 4001 e 4026. Tudo o que aprendemos sobre critérios em consultas, também é válido para condições de execução em macros.
Antes de apresentarmos uma descrição detalhada de todas as ações de macros disponíveis, vamos a um rápido exemplo, apenas para ver como funcionam as macros e criarmos a nossa primeira macro.

            Crie uma macro que exiba uma mensagem "PRIMEIRO TESTE DE MACRO" e depois abra a consulta "Ref Cruzada 01".

Para  criar essa macro faça o seguinte:

  • Vá para guia Criar -> Macro;
  • Na primeira linha escolha a Ação CaixaDeMensagem. Conforme veremos adiante, esta ação é utilizada para abrir uma janela e exibir uma mensagem;
  • Na coluna comentário da primeira linha coloque: "Exibe uma mensagem de aviso";
  • Observe os parâmetros para a ação Caixa de Mensagem, os quais  aparecem na parte de baixo da janela. No parâmetro "Mensagem:", digite o seguinte: "PRIMEIRO TESTE DE MACRO". Deixe os outros parâmetros inalterados, veremos a descrição de cada um mais adiante;
  • Na segunda linha, selecione a ação "AbrirConsulta";
  • Na coluna comentário da segunda linha coloque: "Abre a consulta Ref Cruzada 01";
  • Observe os parâmetros para a ação "Abrir Consulta", os quais aparecem na parte de baixo da janela. No parâmetro "Nome da consulta", abra a lista e escolha "Ref Cruzada 01";
  • Dê um clique no botão Salvar para salvar a macro. O Microsoft Office Access 2007solicita o nome da macro, digite "Macro 01". Sua macro deve estar conforme indicado na janela a seguir:

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 79 – Exemplo de Macro.

  • Para executar a macro, dê um clique no botão executar . Ao ser executada, a primeira ação "CaixaDeMensagem" exibe uma mensagem, conforme indicado na figura a seguir:

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 80 - Janela com a mensagem gerada pela ação "CaixaDeMensagem."

  • Dê um  clique em OK para fechar a mensagem. Será aberta a consulta "Ref Cruzada 01", conforme definido pela ação AbrirConsulta e indicado na figura a seguir:

Curso completo de Access 2007 Avancado - Julio Battisti
Figura 81 – Consulta Ref Cruzada 01.

  • Para fechar a consulta basta clicar no "x" mais interno, pois se você clicar no x mais de fora, você fechará todo o Microsoft Access 2007.

Agora vamos a uma descrição completa de todas as Ações de Macro disponíveis, bem como os parâmetros de cada uma das ações.
A Tabela apresentada a seguir pode ser utilizada como fonte de referência, quando você estiver criando macros no Microsoft Access 2007.

AÇÕES DE MACRO E OS PARÂMETROS DE CADA UMA:

Ação

Descrição

Parâmetros

AbrirConsulta

É possível utilizar a ação AbrirConsulta para abrir uma consulta seleção ou de tabela de referência cruzada no modo Folha de Dados, Modo Design ou Visualizar Impressão. Essa ação executa uma consulta ação. Você pode também selecionar um modo de entrada de dados para a consulta.

Dica -> Você pode selecionar uma consulta na janela Banco de Dados e arrastá-la para a linha de ação de uma macro. Isso cria automaticamente uma ação AbrirConsulta que abre a consulta no modo Folha de Dados.

Nome da Consulta - > O nome da consulta a ser aberta. A caixa Nome da Consulta na seção Argumentos da Ação da janela Macro exibe todas as consultas no banco de dados atual. Esse é um argumento requerido. Se você executar uma macro contendo a ação AbrirConsulta em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Office Access 2007procurará a consulta com esse nome primeiro no banco de dados biblioteca e depois no banco de dados atual.

Exibir ->O modo no qual a consulta será aberta. Clique em Folha de Dados, Design ou Visualizar Impressão,tabela dinâmica, gráfico dinâmico na caixa Exibir. O padrão é Folha de Dados.

Modo de Dados ->O modo de entrada de dados para a consulta. Aplica-se somente a consultas abertas no modo Folha de Dados. Clique em Adicionar (o usuário pode adicionar novos registros, mas não pode editar os registros existentes), Editar (o usuário pode editar os registros existentes e adicionar novos registros) ou Somente Leitura (o usuário somente pode ver os registros). O padrão é Editar.

AbrirFormulário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação da
Ação
AbrirFormulário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação da
Ação
AbrirFormulário

É possível utilizar a ação AbrirFormulário para abrir um formulário no modo Formulário, Modo Design do formulário, Visualizar Impressão ou modo Folha de Dados. Você pode selecionar entradas de dados e modos de janela para o formulário e restringir os registros exibidos pelo formulário.

OBS - > Banco de dados biblioteca é uma coleção de procedimentos e objetos de banco de dados que você pode chamar a partir de qualquer aplicativo. Para utilizar os itens da biblioteca, primeiro é necessário estabelecer uma referência partindo do banco de dados atual para o banco de dados biblioteca.
Essa ação é semelhante ao clicar no botão Abrir ou no botão Design na janela Banco de Dados depois de selecionar um formulário na guia Formulários.
Um formulário pode ser de janela restrita (ele deve ser fechado ou mantido oculto para que o usuário possa realizar qualquer outra ação) ou de janela não-restrita (o usuário pode mover para outras janelas enquanto o formulário está aberto). Ele pode também ser um formulário pop-up (um formulário utilizado para reunir ou exibir informações que permanecem no topo de todas as outras janelas do Microsoft Access 2007).
      Você define as propriedades JanelaRestrita e PopUp quando cria a estrutura do formulário.
Caso utilize Normal para o argumento Modo Janela, o formulário será aberto no modo especificado pelas definições dessa propriedade. Se você utilizar Diálogo para o argumento Modo Janela, essas duas propriedades serão definidas como Sim. Um formulário aberto como oculto ou como um ícone retorna ao modo especificado pelas definições de suas propriedades quando você o exibe ou restaura.

Quando você abre um formulário com o argumento Modo Janela definido como Diálogo, o Microsoft Access suspende a macro até que o formulário seja fechado ou ocultado. É possível ocultar um formulário definindo sua propriedade Visível como Não ao utilizar a ação DefinirValor.

Dica ->  Você pode selecionar um formulário na janela Banco de Dados e arrastá-lo para a linha de ação de uma macro. Isso cria automaticamente uma ação AbrirFormulário que abre o formulário no modo Formulário.

Alternar para o Modo Design enquanto o formulário está aberto remove a definição da maior parte dos argumentos para o formulário, como as definições dos argumentos Modo de Dados e Modo Janela. Elas não terão efeito mesmo que o usuário retorne ao modo Formulário ou ao modo Folha de Dados.

O filtro e a condição WHERE que você aplicar se tornam a definição da propriedade Filtro do formulário.

Nome do Formulário ->O nome de o formulário a ser aberto. A caixa Nome do Formulário na seção Argumentos da Ação da janela Macro mostra todos os formulários no banco de dados atual. Esse é um argumento requerido. Se você executar uma macro contendo a ação AbrirFormulário em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Office Access 2007procurará o formulário com esse nome primeiro no banco de dados biblioteca e depois no banco de dados atual.

Exibir  -> O modo em que o formulário será aberto. Clique  em Formulário, Design, Visualizar Impressão, Folha de Dados, tabela dinâmica,gráfico dinâmico ou layout na caixa Exibir. O padrão é Formulário.
Observação:   A definição do argumento Exibir anula as definições das propriedades ModoPadrão e ModosPermitidos do formulário. Por exemplo, se a propriedade ModosPermitidos de um formulário for definida como Folha de Dados, você ainda poderá utilizar a ação AbrirFormulário para abrir o formulário no modo Formulário.

Nome do Filtro -> Um filtro que restringe ou classifica os registros do formulário. É possível digitar o nome tanto de uma consulta existente quanto de um filtro que tenha sido salvo como uma consulta. Entretanto, a consulta deve incluir todos os campos no formulário que você esteja abrindo ou que tenha sua propriedade ResultadoDeTodosOsCampos definida como Sim.

Condição Onde - > Uma cláusula SQL WHERE válida (sem a palavra WHERE) ou expressão que o Microsoft Office Access 2007utiliza para selecionar registros a partir da tabela ou consulta base do formulário. Se você selecionar um filtro sem o argumento Nome do Filtro, o Microsoft Office Access 20072007 aplicará essa cláusula WHERE aos resultados do filtro.
Para abrir um formulário e restringir seus registros àqueles especificados pelo valor de um controle em outro formulário, utilize a expressão a seguir:

[nomedocampo]=Forms![nomedoformulário]!
[nomedocontrole em outro formulário]

O argumento nomedocampo é o nome de um campo na tabela ou consulta base do formulário que você deseja abrir. O argumento nomedocontrole em outro formulário é o nome do controle no outro formulário que contém o valor ao qual você deseja que os registros no primeiro formulário correspondam.
Observação:  O comprimento máximo do argumento Condição Onde é de 256 caracteres. Se você precisar inserir uma cláusula SQL WHERE mais complexa, maior que o comprimento máximo, utilize, em vez dela, o método OpenForm do objeto DoCmd no Visual Basic. Você pode digitar instruções da cláusula SQL WHERE com até 32.768 caracteres no Visual Basic.
Modo de Dados -> O modo de entrada de dados
para o formulário. Isso se aplica somente aos formulários abertos no modo Formulário ou no modo Folha de Dados. Clique em Adicionar (o usuário pode adicionar novos registros, mas não pode editar os registros existentes), Editar (o usuário pode editar os registros existentes e adicionar novos registros) ou Somente Leitura (o usuário somente pode ver os registros). O padrão é Editar.
Observações:

  • A definição do argumento Modo de Dados anula as definições das propriedades PermitirEdições, PermitirExclusões, PermitirAdições e EntradaDeDados do formulário. Por exemplo, se a propriedade PermitirAdições de um formulário for definida como Não, você ainda poderá utilizar a ação AbrirFormulário para abrir o formulário no modo Editar.
  • Se você deixar esse argumento em branco, o Microsoft Office Access 2007abrirá o formulário no modo de entrada de dados definido pelas propriedades PermitirEdições, PermitirExclusões, PermitirAdições e EntradaDeDados do formulário.

 

Modo Janela ->           O modo da janela em que o formulário é aberto. Clique em Normal para que o formulário fique no modo definido por suas propriedades, Oculto (o formulário é oculto), Ícone (o formulário é aberto minimizado como uma pequena barra de título na parte inferior da tela) ou Diálogo (as propriedades JanelaRestrita e PopUp do formulário são definidas como Sim). O padrão é Normal.

AbrirRelatório

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação da Ação
AbrirRelatório

É possível utilizar a ação AbrirRelatório para abrir um relatório no Modo Design ou Visualizar Impressão ou para imprimir o relatório imediatamente.
Você pode também restringir os registros que serão impressos no relatório.
A definição Imprimir para o argumento Exibir imprime o relatório imediatamente utilizando as definições de impressora atuais, sem abrir a caixa de diálogo Imprimir. Você pode também utilizar a ação AbrirRelatório para abrir e configurar um relatório e, em seguida, utilizar a ação Imprimir para imprimi-lo. Por exemplo, convém alterar o relatório ou utilizar a ação Imprimir para alterar as configurações da impressora antes de imprimir.
O filtro e a condição WHERE que você aplicar se tornam a definição da propriedade Filtro do relatório.

A ação AbrirRelatório é semelhante a clicar no botão Estrutura, no botão Visualizar ou no comando Imprimir no menu Arquivo da janela Banco de Dados depois de selecionar um relatório.

Dicas:

  • Para imprimir relatórios semelhantes para conjuntos de dados diferentes, utilize um filtro ou uma cláusula WHERE para restringir os registros impressos no relatório. Em seguida, edite uma macro para aplicar um filtro diferente ou alterar o argumento Condição Onde.
  • É possível selecionar um relatório na janela Banco de Dados e arrastá-lo para a linha de ação de uma macro. Isso cria automaticamente uma ação AbrirRelatório que abre o relatório no modo Visualizar Impressão.

Nome do Relatório -> O nome do relatório a ser aberto. A caixa Nome do Relatório na seção Argumentos da Ação da janela Macro exibe todos os relatórios no banco de dados atual. Esse é um argumento requerido.
Se você executar uma macro contendo a ação AbrirRelatório em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Office Access 2007procurará pelo relatório com esse nome primeiro no banco de dados biblioteca e depois no banco de dados atual.
Exibir -> O modo no qual o relatório será aberto. Clique em Imprimir (imprime o relatório imediatamente), Design ou Visualizar Impressão na caixa Exibir. O padrão é Imprimir.
Nome do Filtro -> Um filtro que restringe os registros do relatório. Você pode digitar o nome de uma consulta existente ou de um filtro que tenha sido salvo como uma consulta. Entretanto, a consulta precisa incluir todos os campos no relatório que você está abrindo ou ter sua propriedade ResultadoDeTodosOsCampos definida como Sim.
Condição Onde           -> Uma cláusula SQL WHERE válida (sem a palavra WHERE) ou expressão que o Microsoft Office Access 2007utiliza para selecionar registros a partir da tabela ou consulta base do relatório. Caso selecione um filtro com o argumento Nome do Filtro, o Microsoft Office Access 2007aplicará essa cláusula WHERE aos resultados do filtro. Para abrir um relatório e restringir seus registros àqueles especificados pelo valor de um controle em um formulário, utilize a expressão a seguir:

[nomedocampo]=Forms![nomedoformulário]!
[nomedocontrole no formulário]

O argumento nomedocampo é o nome de um campo na tabela ou consulta base do relatório que você deseja abrir. O argumento nomedocontrole no formulário é o nome do controle no formulário que contém o valor ao qual você deseja que os registros no relatório correspondam.
Observação:  O comprimento máximo do argumento Condição Onde é de 256 caracteres. Caso precise inserir uma cláusula SQL WHERE mais complexa e maior do que esse comprimento máximo, utilize, em vez disso, o método OpenReport do objeto DoCmd no Visual Basic. Você pode inserir instruções da cláusula SQL WHERE com até 32.768 caracteres no Visual Basic.

AbrirTabela

É possível utilizar a ação AbrirTabela para abrir uma tabela no modo Folha de Dados, Modo Design ou Visualizar Impressão. Você pode também selecionar um modo de entrada de dados para a tabela. Essa ação é semelhante a clicar no botão Abrir ou no botão Design na janela Banco de Dados depois de selecionar uma tabela na guia Tabelas.

Dica: 

  • Você pode selecionar uma tabela na janela Banco de Dados e arrastá-la para a linha de ação de uma macro. Isso cria automaticamente uma ação AbrirTabela que abre a tabela no modo Folha de Dados.
  • Alternar para o Modo Design enquanto a tabela está aberta remove a definição do argumento Modo de Dados da tabela. Essa definição não tem efeito mesmo que o usuário retorne ao modo Folha de Dados.

Nome da Tabela -> O nome da tabela a ser aberta. A caixa Nome da Tabela na seção Argumentos da Ação da janela Macro exibe todas as tabelas no banco de dados atual. Esse é um argumento requerido.
Se você executar uma macro contendo a ação AbrirTabela em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Office Access 2007procurará pela tabela com esse nome primeiro no banco de dados biblioteca e depois no banco de dados atual.

Exibir -> O modo no qual a tabela é aberta. Clique em Folha de Dados, Design ou Visualizar Impressão na caixa Exibir. O padrão é Folha de Dados.

Modo de Dados -> O modo de entrada de dados para a tabela. Aplica-se somente a tabelas abertas no modo Folha de Dados. Clique em Adicionar (o usuário pode adicionar novos registros, mas não pode editar os registros existentes), Editar (o usuário pode editar os registros existentes e adicionar novos registros) ou Somente Leitura (o usuário somente pode ver os registros). O padrão é Editar.

AdicionarMenu

É possível utilizar a ação AdicionarMenu para criar:

  • Uma barra de menu personalizada para um formulário ou relatório. A barra de menu personalizada substitui a barra de menu interna para o formulário ou relatório.
  • Um menu de atalho personalizado para um formulário, controle de formulário ou relatório. O menu de atalho personalizado substitui o menu de atalho interno para o formulário, controle de formulário ou relatório.
  • Uma barra de menu global. A barra de menu global substitui a barra de menu interna para todas as janelas do Microsoft Access 2007, exceto naquelas em que você tiver adicionado uma barra de menu personalizada para um formulário ou relatório.
  • Um menu de atalho global. O menu de atalho global substitui o menu de atalho interno para campos em folhas de dados da tabela e consulta, formulários no modo Formulário, modo Folha de Dados e Visualizar Impressão e relatórios em Visualizar Impressão, exceto naquelas em que você tiver adicionado um menu de atalho personalizado para um formulário, controle de formulário ou relatório.

Nome do Menu -> O nome do menu suspenso a ser adicionado à barra de menu personalizada ou global. Digite o nome do menu na caixa Nome do Menu, na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Esse é um argumento requerido para barras de menu personalizadas e globais. Esse argumento é ignorado para menus de atalho personalizados e globais.
Para criar uma tecla de acesso de forma que você possa utilizar o teclado para escolher o menu, digite um "e" comercial (&) antes da letra que você deseja ser a tecla de acesso. Essa letra será sublinhada no nome do menu na barra de menu.

Nome da Macro do Menu -> O nome do grupo de macros que contém as macros para os comandos do menu. Esse é um argumento requerido. Se você executar uma macro que contém a ação AdicionarMenu em um banco de dados Biblioteca, o Microsoft Office Access 2007procurará um grupo de macros com esse nome somente no banco de dados atual.

Texto da Barra de Status -> O texto a ser exibido na barra de status quando o menu é selecionado. Esse argumento é ignorado para menus de atalho personalizados e menus de atalho globais.

 

Observação :  Embora no Microsoft Office Access 2007você ainda possa criar todos esses tipos de menus personalizados utilizando macros que contêm ações AdicionarMenu (e todos os menus personalizados existentes que você tenha criado utilizando macros ainda funcionem), é recomendável criá-los utilizando a caixa de diálogo Personalizar, disponível apontando para Barras de Ferramentas no menu Exibir e clicando em Personalizar. Enquanto a caixa de diálogo Personalizar está sendo exibida, você pode facilmente criar um novo menu ou personalizar um menu interno.

AlarmeSonoro

É possível utilizar a ação AlarmeSonoro para emitir um alarme sonoro pelo alto-falante do computador.
É possível utilizar a ação AlarmeSonoro para sinalizar as ocorrências a seguir:

  • Ocorreram alterações importantes na tela.
  • Foi digitado um tipo incorreto de dados em um controle. Por exemplo, o usuário inseriu dados numéricos em um controle caixa de texto.
  • Uma macro atingiu um ponto específico ou completou suas ações.

A freqüência e duração do sinal sonoro dependem do hardware, que pode variar de um computador para outro

Não Possui Argumentos

Ampulheta

É possível utilizar a ação Ampulheta para alterar o ponteiro do mouse para uma imagem de uma ampulheta (ou outro ícone que você escolha) enquanto uma macro está sendo executada. Essa ação pode fornecer uma indicação visual de que a macro está sendo executada. Isso é especialmente útil quando uma ação de macro ou a própria macro demorar muito para ser executada.

Ampulheta Ativa -> Clique em Sim (exibe o ícone) ou em Não (exibe o ponteiro normal do mouse) na caixa Ampulheta Ativa na seção Argumentos da Ação da janela Macro. O padrão é Sim.

Você utilizará essa ação com freqüência se tiver desativado o eco utilizando a ação Eco. Quando o eco está desativado, o Microsoft Office Access 2007suspende as atualizações da tela até que a execução da macro seja concluída.
O Microsoft Office Access 2007 redefine automaticamente o argumento Ampulheta Ativa como Não quando a execução da macro é concluída.

AoOcorrerErro

Especifica o comportamento geral que deverá ocorrer quando um erro for encontrado.
       A ação AoOcorrerErro geralmente é colocada no início de uma macro, mas você também pode colocar a ação posteriormente na macro. As regras estabelecidas pela ação terão efeito sempre que a ação for executada.
       Se você definir o argumento Ir para como Falha, o Access se comportará da mesma forma como se não houvesse a ação AoOcorrerErro na macro. Portanto, se um erro for encontrado, o Access interromperá a macro e exibirá uma mensagem de erro padrão. O uso principal da configuração Falha é desabilitar todos os tratamentos de erros que você estabeleceu anteriormente em uma macro.
 

Ir Para - > Next significa próximo (O Microsoft Office Access 2007 registra os detalhes do erro no objeto AoOcorrerErro, mas não interrompe a macro. Ela passa à ação seguinte.);
Macro Name significa nome da macro- > (O Access interrompe a macro atual e executa a macro indicada no argumento Nome da Macro.). Se o argumento Ir para estiver definido como Nome da Macro, digite o nome da macro a ser usada no tratamento do erro. O nome digitado deve corresponder a um nome presente na coluna Nome da Macro da macro atual; não é possível digitar o nome de um objeto de macro diferente. No exemplo abaixo, a macro ErrorHandler está contida no mesmo objeto de macro da ação AoOcorrerErro. Esse argumento deve ser mantido em branco, caso o argumento Ir para esteja definido como Próximo ou Falha.
Fail significa falha (O Access interrompe a macro atual e exibe uma mensagem de erro.);

AplicarFiltro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da ação
AplicarFiltro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
AplicarFiltro

É possível utilizar a ação AplicarFiltro para aplicar um filtro, uma consulta ou uma cláusula SQL WHERE a uma tabela, formulário ou relatório para restringir ou classificar os registros na tabela ou os registros da tabela ou consulta base ou consulta do formulário ou relatório.

Para relatórios, é possível utilizar essa ação somente em uma macro especificada pela propriedade de evento AoAbrir do relatório
É possível aplicar um filtro ou consulta a um formulário no modo Formulário ou no modo Folha de Dados.
O filtro e a condição WHERE que você aplicar se tornam a definição da propriedade Filtro do formulário ou relatório.
Para tabelas e formulários, essa ação é semelhante a clicar em Aplicar Filtro/Classificação no menu Registros ou clicar em Aplicar Filtro  na barra de ferramentas. O comando de menu ou botão se aplicam ao filtro criado mais recentemente na tabela ou formulário, enquanto que a ação AplicarFiltro se aplica ao filtro ou consulta especificada.

Se você apontar para Filtrar no menu Registros e, em seguida, clicar em Filtrar/Classificar Avançado depois de executar a ação AplicarFiltro, a janela Filtrar/Classificar Avançado mostrará os critérios de filtragem que você havia selecionado com essa ação.
Para remover um filtro e exibir todos os registros de uma tabela ou formulário, é possível utilizar a ação MostrarTodosRegistros, o comando Remover Filtro/Classificação no menu Registros ou Remover Filtro    na barra de ferramentas.
Quando você salva uma tabela ou formulário, o Microsoft Office Access 2007 salva qualquer filtro definido atualmente naquele objeto, mas não aplica automaticamente o filtro da próxima vez em que o objeto for aberto (embora aplique automaticamente qualquer classificação que você tenha aplicado ao objeto antes de salvá-lo). Se você desejar aplicar um filtro automaticamente quando um formulário é aberto pela primeira vez, especifique uma macro contendo a ação AplicarFiltro ou um procedimento de evento contendo o método ApplyFilter do objeto DoCmd como a definição da propriedade de evento AoAbrir do formulário. Você pode também aplicar um filtro utilizando a ação AbrirFormulário ou AbrirRelatório ou seus métodos correspondentes. Para aplicar automaticamente um filtro quando uma tabela é aberta pela primeira vez, é possível abrir a tabela utilizando uma macro contendo a ação AbrirTabela, imediatamente seguida pela ação AplicarFiltro.

Nome do Filtro -> O nome de um filtro ou consulta que restringe ou classifica os registros da tabela, formulário ou relatório. Digite o nome de uma consulta existente ou um filtro que tenha sido salvo como uma consulta na caixa Nome do Filtro na seção Argumentos da Ação da janela Macro.

Condição Onde -> Cláusula SQL WHERE válida (sem a palavra WHERE) ou uma expressão que restringe os registros da tabela, formulário ou relatório.
Observação: Em uma expressão de argumento Condição Onde, o lado esquerdo da expressão normalmente contém um nome de campo da tabela ou consulta base para o formulário ou relatório. O lado direito da expressão geralmente contém os critérios que você deseja aplicar a esse campo, de forma a restringir ou classificar os registros.
Por exemplo, os critérios podem ser o nome de um controle em outro formulário que contém o valor ao qual você deseja que os registros do primeiro formulário correspondam. O nome do controle deve ser totalmente qualificado, por exemplo: Forms!nomedoformulário!nomedocontrole
O comprimento máximo do argumento Condição Onde é de 256 caracteres. Se você precisar inserir uma cláusula SQL WHERE maior, utilize o método ApplyFilter do objeto DoCmd no Visual Basic. Você pode inserir instruções de cláusula SQL WHERE com até 32.768 caracteres no Visual Basic

Observação: É necessário utilizar um ou os dois argumentos. Você pode utilizar o argumento Nome do Filtro se já tiver definido um filtro que forneça os dados apropriados. É possível utilizar o argumento Condição Onde para inserir diretamente os critérios de restrição. Se você utilizar ambos os argumentos, o Microsoft Access aplicará a cláusula WHERE aos resultados do filtro.

BloquearPainelDeNavegação

É possível usar a ação BloquearPainelDeNavegação para impedir que os usuários excluam objetos do banco de dados exibidos no Painel de Navegação.
Bloquear o Painel de Navegação impede que você exclua objetos do banco de dados ou recorte objetos do banco de dados para colá-los na área de transferência. Isso não impede que você realize uma das seguintes operações:

  • Copiar objetos do banco de dados para a área de transferência;
  • Colar objetos do banco de dados da área de transferência;
  • Exibir ou ocultar o Painel de Navegação;
  • Selecionar esquemas de organização diferentes do Painel de Navegação;
  • Mostrar ou ocultar seções do Painel de Navegação.

Para executar a ação BloquearPainelDeNavegação em um módulo VBA, use o método LockNavigationPane do objeto DoCmd.

Bloqueio -> sim(para bloquear o Painel de Navegação); Não(para desbloqueá-lo);

CaixaDe
Mensagem

É possível utilizar a ação CaixaDeMensagem para exibir uma caixa de mensagem contendo uma mensagem de aviso ou de informação. Por exemplo, é possível utilizar a ação CaixaDeMensagem com macros de validação. Quando um controle ou registro não passa por uma condição de validação na macro, uma caixa de mensagem pode exibir uma mensagem de erro e fornecer instruções sobre o tipo de dados que deve ser inserido.

Mensagem -> O texto na caixa de mensagem. Digite o texto da mensagem na caixa Mensagem da seção Argumentos da Ação da janela Macro. É possível digitar até 255 caracteres ou inserir uma expressão (precedida por um sinal de igual).
AlarmeSonoro -> Especifica se o alto-falante do seu computador emitirá um aviso sonoro uma vez quando a mensagem for exibida. Clique em Sim (soa o aviso sonoro) ou Não (não soa o aviso sonoro). O padrão é Sim.
Tipo -> O tipo da caixa de mensagem. Cada tipo tem um ícone diferente. Clique em Nenhum, Crítico, Aviso?, Aviso! ou Informação. O padrão é Nenhum.
Título -> O texto exibido na barra de título da caixa de mensagem. Por exemplo, é possível fazer com que a barra de título exiba "Validação do Código do Cliente ". Se você deixar esse argumento em branco, será exibido o texto " Microsoft Office Access 2007".

CancelarEvento

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
CancelarEvento

É possível utilizar a ação CancelarEvento para cancelar o evento que fez com que o Microsoft Office Access 2007 executasse a macro contendo essa ação. O nome da macro é a definição de uma propriedade de evento como AntesDeAtualizar, AoAbrir, AoDescarregar ou AoImprimir.
Observação   É possível utilizar a ação CancelarEvento com o evento MouseDown somente para cancelar o evento que ocorre quando você clica com o botão direito do mouse em um objeto.
Se a configuração da propriedade de evento AoClicarDuasVezes de um controle especificar uma macro que contém a ação CancelarEvento, a ação cancelará o evento DblClick.
Para eventos que podem ser cancelados, o comportamento padrão para o evento (isto é, o que o Microsoft Office Access 2007 normalmente faz quando o evento ocorre) ocorre depois que a macro para o evento é executada. Isso permite cancelar o comportamento padrão. Por exemplo, quando você clica duas vezes em uma palavra onde está o ponto de inserção em uma caixa de texto, o Microsoft Office Access 2007 normalmente seleciona a palavra. É possível cancelar esse comportamento padrão na macro para o evento DblClick e executar alguma outra ação, como abrir um formulário que contém informações sobre os dados na caixa de texto. Para eventos que não podem ser cancelados, o comportamento padrão ocorre antes que a macro seja executada.

Não Possui parâmetros

Em um formulário, geralmente você utiliza a ação CancelarEvento em uma macro de validação com a propriedade de evento AntesDeAtualizar. Quando um usuário insere dados em um controle ou registro, o Microsoft Office Access 2007 executa a macro antes de adicionar os dados ao banco de dados. Se os dados não satisfizerem as condições de validação na macro, a ação CancelarEvento cancelará o processo de atualização antes que ele seja iniciado.
Freqüentemente você utiliza essa ação com a ação CaixaDeMensagem para indicar que os dados não satisfizeram as condições da validação e fornecer informações úteis sobre o tipo de dados que deveria ser inserido.

DefinirCategoriasExibidas

Você pode utilizar a ação  DefinirCategoriasExibidas para citar as categorias a serem mostradas em Navegar para Categoria na barra de título do Painel da Navegação. Por exemplo, se desejar impedir que os usuários alternem o Painel de Navegação para que ele mostre os objetos classificados por Data de Criação, você poderá usar essa ação para ocultar essa opção na lista suspensa da barra de título.
.

Mostrar ->Sim(para mostrar as categorias) ; Não (para ocultá-las).

Categorias -> Entre com a categoria desejada (Tipo de Objeto, Tabelas e Modos de Exibição Relacionados, Data da Modificação, Data de Criação ou Personalizado) para mostrar ou ocultar. Deixe em branco para mostrar ou ocultar todas as categorias

DefinirItemDo
Menu

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
DefinirÍtemDo
Menu

Você pode utilizar a ação DefinirItemDoMenu para definir o estado dos itens de menu (ativado ou desativado, com ou sem marca de verificação) na barra de menu personalizada ou barra de menu global da janela ativa.

Observação -> A ação DefinirItemDoMenu só funciona com barras de menu personalizadas e barras de menu globais criadas através da utilização de macros de barra de menu. A ação DefinirItemDoMenu foi incluída nesta versão do Microsoft Office Access 2007 somente por questões de compatibilidade com as versões anteriores. Ela não funciona com a nova funcionalidade das barras de comando. Entretanto, você pode utilizar as propriedades Enable e State no Visual Basic para desativar ou ativar e para marcar ou desmarcar os itens nas novas barras de menu, barras de ferramentas e menus de atalho.

A ação DefinirItemDoMenu só funciona em uma barra de menu personalizada ou barra de menu global para a janela ativa. Ela não funciona nas barras de menu internas do Microsoft Office Access 2007, e se a janela ativa não tiver uma barra de menu personalizada ou uma barra de menu global, a execução de uma macro contendo a ação DefinirItemDoMenu causará um erro em tempo de execução. Observe que uma barra de menu global, se você tiver definido uma, substitui a barra de menu interna para todas as janelas do Microsoft Office Access 2007, exceto onde você tiver adicionado uma barra de menu personalizada para um formulário ou relatório.
Você pode utilizar esta ação para definir o estado dos comandos e subcomandos de menu, mas não subcomandos de subcomandos.
Para executar a ação DefinirItemDoMenu no Visual Basic, utilize o método SetMenuItem do objeto DoCmd.

Índice de Menu -> O índice do menu que contém o comando cujo estado você deseja definir. Digite um valor Inteiro, começando a partir de 0, para o índice do menu desejado na barra de menu personalizada ou barra de menu global para a janela ativa. Digite o valor do índice na caixa Índice de Menu na seção Argumentos da Ação da janela Macro. O índice é relativo à posição do menu na macro de barra de menu para a barra de menu personalizada ou para a barra de menu global (a posição da ação AdicionarMenu deste menu na macro da barra de menu, contando a partir de 0). A exibição da barra de menu poderá ser um tanto diferente, uma vez que você pode utilizar expressões condicionais na macro de barra de menu para ocultar ou exibir itens de menu personalizados. Este é um argumento requerido. Se você selecionar um menu com esse argumento e deixar vazios os argumentos Índice de Comando e Índice de Subcomando, você poderá ativar ou desativar o próprio nome do menu. Você não poderá, contudo, ativar ou desativar um nome de menu (o Microsoft Office Access 2007 ignora as definições Ativar e Desativar do argumento Sinalizador para nomes de menu).
Índice de Comando -> O índice do comando cujo estado você deseja definir. Digite um valor Inteiro, começando a partir de 0, para o índice do comando desejado no menu selecionado pelo argumento Índice de Menu. O índice é relativo à posição do comando no grupo de macro que define o menu selecionado para a barra de menu personalizada ou barra de menu global (a posição da macro deste comando no grupo de macro, contanto a partir de 0). A exibição do menu pode ser um tanto diferente, uma vez que você pode utilizar expressões condicionais no grupo de macro do menu para ocultar ou exibir comandos de menu personalizados.
Índice de Subcomando ->O índice do subcomando cujo estado você deseja definir. Isto só se aplica se o comando desejado tem um submenu. Digite um valor Inteiro, começando a partir de 0, para o índice do subcomando desejado no submenu selecionado pelo argumento Índice de Comando. O índice é relativo à posição do subcomando  no grupo de menu que define o submenu selecionado para a barra de menu personalizada ou barra de menu global (a posição da macro deste subcomando no grupo de macro, começando a partir de 0).
Sinalizador -> O estado para o qual você deseja definir o comando ou subcomando. Clique em Cinza (para desativar o comando — ele aparece esmaecido), Anular Cinza (para ativá-lo), Ativar (para colocar uma marca de verificação ao lado do comando — normalmente indicando que foi selecionado ou alternado) ou Desativar (para remover a marca). O padrão é Anular Cinza.

DefinirPropriedade

 

 

 

 

Pode-se utilizar a ação DefinirPropriedade para determinar uma propriedade de um controle em um formulário ou relatório.

Nome do Controle-> Entre com o nome do campo ou controle para o qual deseja determinar o valor da propriedade. Utilize apenas o nome do controle, e não a sintaxe completa. Deixe esse argumento em branco para determinar a propriedade do formulário ou do relatório atual.
Propriedade -> Escolha umas das opções da propriedade no qual você quer determinar.São elas(Habilitado, Visível, Bloqueado, À esquerda, Superior, Largura, Altura, Cor de Primeiro Plano, Cor do fundo ou Legenda).

Valor ->  Entre com o valor no qual você quer determinar para a propriedade. Para as propriedades, tais valores são definidos como:Sim ou Não, use -1 para Sim e 0 para Não.

DefinirVariável
Temporária

Pode-se utilizar a ação DefinirVariávelTemporária para criar uma variável temporária e defini-la para um valor específico. Tal variável pode ser utilizada como uma condição ou um argumento nas ações subseqüentes, ou também é possível utiliz-la em outra macro, em um procedimento de evento ou em um formulário ou relatório.

 

Nome - > Entre com o nome da variável temporária.
 
Expressão -> Entre com uma expressão a ser utilizada para determinar o valor para essa variável temporária. Não coloque um sinal de igual (=) antes da expressão. Pode dar um clic no botão Criar  para utilizar o Construtor de expressões e determinar tal argumento.

EncontrarPróximo

É possível utilizar a ação EncontrarPróximo para localizar o próximo registro que satisfaz os critérios especificados pela ação EncontrarRegistro anterior ou a caixa de diálogo Localizar no Campo, disponível clicando em Localizar no menu Editar. Você pode utilizar a ação EncontrarPróximo para pesquisar registros repetidamente. Por exemplo, é possível mover sucessivamente por todos os registros para um cliente específico.
Essa ação tem o mesmo efeito de utilizar o botão Localizar Próximo na caixa de diálogo Localizar no Campo.

Observação: Embora a ação EncontrarRegistro corresponda ao comando Localizar do menu Editar para tabelas, consultas e formulários, ela não corresponde ao comando Localizar do menu Editar da janela Módulo. Não é possível utilizar a ação EncontrarRegistro ou a ação EncontrarPróximo para localizar textos em módulos.

Dica :   Se você tiver definido o argumento Somente Campo Atual da ação EncontrarRegistro como Sim, talvez precise utilizar a ação IrParaControle para mover o foco para o controle contendo os dados que você está localizando antes de utilizar a ação EncontrarPróximo.

Esta Ação não possui Parâmetros.

A ação EncontrarPróximo não tem argumentos. A ação EncontrarPróximo encontra o próximo registro que satisfaz os critérios definidos pela ação EncontrarRegistro ou na caixa de diálogo Localizar no Campo. Os argumentos para a ação EncontrarRegistro são compartilhados com as opções da caixa de diálogo Localizar no Campo.
Para definir os critérios de localização, utilize a ação EncontrarRegistro. Normalmente, você insere uma ação EncontrarRegistro em uma macro e, depois, utiliza a ação EncontrarPróximo para localizar registros subseqüentes que satisfazem os mesmos critérios. Para localizar registros somente quando uma determinada condição for satisfeita, você pode inserir uma expressão condicional na coluna Condição da linha de ação para a ação EncontrarPróximo.

 

EncontrarRegistro

 

 

 

 

Continuação
da Ação
EncontrarRegistro

É possível utilizar a ação EncontrarRegistro para localizar a primeira instância de dados que satisfazem os critérios especificados pelos argumentos EncontrarRegistro. Ela pode estar no registro atual, em um registro subseqüente ou anterior ou no primeiro registro. Você pode localizar registros na folha de dados da tabela, na folha de dados da consulta, na folha de dados do formulário ou no formulário ativos.

Quando uma macro executa uma ação EncontrarRegistro, o Microsoft Access procura os dados especificados nos registros (a ordem da localização é determinada pela definição do argumento Localizar). Quando o Microsoft Access encontra os dados especificados, esses dados são selecionados no registro.
A ação EncontrarRegistro é equivalente a clicar em Localizar, no menu Editar, e seus argumentos são os mesmos das opções na caixa de diálogo Localizar no Campo, disponível clicando em Localizar no menu Editar. Se você definir os argumentos EncontrarRegistro na janela Macro e, depois, executar a macro, verá as opções correspondentes selecionadas na caixa de diálogo Localizar no Campo quando clicar em Localizar.

O Microsoft Access retém os argumentos EncontrarRegistro mais recentes durante uma sessão de banco de dados, de maneira que você não precisa inserir os mesmos critérios repetidamente à medida que executa operações EncontrarRegistro subseqüentes. Se você deixar um argumento em branco, o Microsoft Access utilizará a configuração mais recente para o argumento, como definida por uma ação EncontrarRegistro anterior ou na caixa de diálogo Localizar no Campo.
Quando você desejar localizar um registro utilizando uma macro, utilize a ação EncontrarRegistro, não a ação ExecutarComando com seus argumentos definidos para executar o comando Localizar.

Observação: Embora a ação EncontrarRegistro corresponda ao comando Localizar, no menu Editar, para tabelas, consultas e formulários, ela não corresponde ao comando Localizar, no menu Editar, da janela Módulo. Não é possível utilizar a ação EncontrarRegistro para localizar textos em módulos.

Localizar -> Especifica os dados que você deseja localizar no registro. Insira o texto, número ou data que deseja localizar ou digite uma expressão, que é precedida por um sinal de igual (=), na caixa Localizar na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Você pode utilizar caracteres curinga. Esse é um argumento requerido.
Coincidir -> Especifica onde os dados estão localizados no campo. Você pode especificar uma localização de dados em qualquer parte do campo (Qualquer Parte do Campo), de dados que preenchem todo o campo (Campo Inteiro) ou de dados localizados no início do campo (Início do Campo). O padrão é Campo Inteiro.
Maiúscula/minúscula -> Especifica se a localização coincide maiúsculas e minúsculas (letras maiúsculas e minúsculas devem ter correspondência exata). Clique em Sim (realizar uma localização que coincide maiúsculas de minúsculas) ou Não (localização sem correspondência exata de letras maiúsculas e minúsculas). O padrão é Não.
Localizar -> Especifica se a localização é realizada a partir do registro atual até o início dos registros (Acima), até o final dos registros (Abaixo) ou até o final dos registros e depois a partir do início dos registros até o registro atual, de maneira que todos os registros são localizados (Tudo). O padrão é Tudo.
Localizar Como Formatado -> Especifica se a localização inclui dados formatados. Clique em Sim (o Microsoft Access localiza os dados da maneira como eles estão formatados e exibidos no campo) ou Não (o Microsoft Access localiza os dados da maneira como eles estão armazenados no banco de dados, o que nem sempre é igual a forma como eles são exibidos). O padrão é Não. Você pode utilizar esse recurso para restringir a localização aos dados em um determinado formato. Por exemplo, clique em Sim e digite 1.234 no argumento Localizar para localizar um valor 1.234 em um campo formatado para incluir ponto. Clique em Não se desejar inserir 1234 para a localização dos dados nesse campo. Para localizar datas, clique em Sim para localizar uma data exatamente como ela está formatada, como 03-Março-1991. Se você clicar em Não, insira a data no argumento Localizar no formato definido na caixa de diálogo Propriedades de Configurações Regionais no Painel de Controle do Windows. (Essa é a caixa Estilo de Data Abreviada encontrada na guia Data da caixa de diálogo Propriedades de Configurações Regionais.) Por exemplo, se a caixa Estilo de Data Abreviada estiver definida como M/d/aa, você poderá digitar 3/9/91, e o Microsoft Access irá localizar todas as entradas em um campo Data que correspondam a 9 de março de 1991, sem considerar a formatação do campo. Observação   Esse argumento tem efeito somente se o campo atual for um controle acoplado, o argumento Coincidir estiver definido como Campo Inteiro, o argumento Somente Campo Atual estiver definido como Sim e o argumento Maiúscula/minúscula estiver definido como Não. Se você definir Maiúscula/minúscula como Sim, ou Somente Campo Atual como Não, também terá que definir Localizar Como Formatado como Sim.
Somente Campo Atual -> Especifica se a localização é restrita ao campo atual em cada registro ou se inclui todos os campos em cada registro. A localização no campo atual é mais rápida. Clique em Sim (restringir a localização ao campo atual) ou Não (localizar em todos os campos em cada registro). O padrão é Sim.
Localizar Primeira -> Especifica se a localização deve ser iniciada no primeiro registro ou no registro atual. Clique em Sim (inicia no primeiro registro) ou Não (inicia no registro atual). O padrão é Sim.

EnviarObjeto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
EnviarObjeto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
EnviarObjeto

 

Você pode utilizar uma ação EnviarObjeto para incluir a folha de dados, o formulário, relatório ou módulo especificado do Microsoft Access em uma mensagem de correio eletrônico, onde ela pode ser visualizada e passada adiante. Você pode incluir objetos em formato Microsoft Excel 97 (*.xls), Texto do MS-DOS (*.txt), rich-text (*.rtf), ou HTML (*.html) em mensagens para o Microsoft Exchange, Microsoft Mail, o correio do Microsoft Windows para Workgroups ou um outro aplicativo de correio eletrônico que utilize a Interface de Programação de Aplicativos Microsoft Mail (MAPI).

Se você tem um aplicativo de correio eletrônico que utiliza o protocolo Vendor Independent Mail (VIM) e se você instalou e configurou a biblioteca de vínculo dinâmico (Mapivim.dll) que converte mensagens de correio em protocolo VIM, você poderá enviar objetos do Microsoft Access ao aplicativo de correio VIM.

A ação EnviarObjeto só estará disponível se você tiver instalado em seu computador um aplicativo de correio eletrônico concordante com MAPI ou se tiver um aplicativo de correio eletrônico concordante com VIM e tiver instalado e configurado o Mapivim.dll. Para obter informações sobre como instalar e configurar o suporte do Microsoft Access para aplicativos de correio VIM, consulte o Microsoft Office 97 Resource Kit.

O objeto na mensagem de correio está no formato de saída selecionado. Quando você clica duas vezes no objeto, o aplicativo apropriado é iniciado com o objeto aberto. O aplicativo para cada tipo de formato de saída é o Microsoft Excel (para arquivos .xls), o Bloco de Notas do Microsoft Windows (para arquivos .txt) e o Microsoft Word (para arquivos .rtf). Para arquivos .html, o seu navegador padrão para Internet (como o Microsoft Internet Explorer) é iniciado.

Tipo de Objeto -> O tipo de objeto a incluir na mensagem de correio. Clique em Tabela (para uma folha de dados de tabela), Consulta (para uma folha de dados de consulta), Formulário (para um formulário ou folha de dados de formulário), Relatório ou Módulo na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Você não pode enviar uma macro. Se você desejar incluir o objeto ativo, selecione seu tipo com este argumento, mas deixe o argumento Nome do Objeto em branco.
Nome do Objeto -> O nome do objeto a incluir na mensagem de correio. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos de banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto. Se você deixar os argumentos Tipo de Objeto e Nome do Objeto em branco, o Microsoft Access enviará uma mensagem ao aplicativo de correio sem nenhum objeto do banco de dados.
Se você executar uma macro contendo a ação EnviarObjeto em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Access procurará primeiro o objeto com esse nome no banco de dados biblioteca e, em seguida, no banco de dados atual.
Formato de Saída -> O tipo de formato a ser usado para o objeto incluído. Você pode clicar em HTML (*.html), Microsoft Excel (*.xls), Texto do MS-DOS (*.txt) ou Formato Rich Text (*.rtf) na caixa Formato de Saída. Os módulos podem ser enviados somente no formato Texto do MS-DOS. Se você deixar este argumento em branco, o Microsoft Access pedirá a você o formato de saída.
Observação:   Você não pode incluir objetos no formato Microsoft Active Server Pages (*.asp) ou Microsoft IIS (*.htx, *.idc), embora essas seleções estejam incluídas na lista
Para ->  Os destinatários da mensagem cujos nomes você queira colocar na linha Para da mensagem de correio. Se você deixar este argumento em branco, o Microsoft Access pedirá a você os nomes dos destinatários.
Separe os nomes dos destinatários que você especificar nesse argumento e nos argumentos Cc e Cco com um ponto-e-vírgula (;) ou com o separador de lista definido na guia Número da caixa de diálogo Propriedades das Configurações Regionais do Painel de Controle do Windows. Se o aplicativo de correio não puder identificar os nomes dos destinatários, a mensagem não será enviada.
Cc -> Os destinatários da mensagem cujos nomes você deseja colocar na linha Cc ("cópia carbono") na mensagem de correio. Se você deixar este argumento em branco, a linha Cc da mensagem de correio ficará em branco.
Cco ->Os destinatários da mensagem cujos nomes você deseja colocar na linha Cco ("com cópia oculta") na mensagem de correio. Se você deixar este argumento em branco, a linha Cco na mensagem de correio ficará em branco.
Assunto -> O assunto da mensagem. Este texto aparece na linha Assunto da mensagem de correio. Se você deixar este argumento em branco, a linha Assunto da mensagem de correio ficará em branco.
Texto da Mensagem -> Qualquer texto que você queira incluir na mensagem, além do objeto do banco de dados. Esse texto aparece no corpo principal da mensagem de correio, após o objeto. Se você deixar este argumento em branco, nenhum texto adicional será incluído na mensagem de correio. Se deixar os argumentos Tipo de Objeto e Nome do Objeto em branco, você poderá utilizar esse argumento para enviar uma mensagem de correio sem um objeto do banco de dados.
Editar Mensagem              -> Especifica se a mensagem pode ser editada antes de ser enviada. Se você selecionar Sim, o aplicativo de correio eletrônico será iniciado automaticamente e a mensagem poderá ser editada. Se você selecionar Não, a mensagem será enviada sem lhe oferecer uma oportunidade de editar a mensagem. O padrão é Não.
Arquivo Modelo -> O caminho e nome de um arquivo que você queira utilizar como modelo para um arquivo .html. O arquivo modelo é um arquivo contendo marcas HTML.

ExecutarCódigo

Você pode utilizar a ação ExecutarCódigo para chamar um procedimento Function do Visual Basic.
Se você utilizar a ação ExecutarCódigo para chamar uma função, o Microsoft Access procurará pela função com o nome especificado pelo argumento Nome da Função nos módulos padrões do banco de dados. Entretanto, quando esta ação é executada em resposta à escolha de um comando de menu em um formulário ou relatório ou em resposta a um evento em um formulário ou relatório, o Microsoft Access procurará pela função primeiro no módulo classe do formulário ou dos relatórios e depois nos módulos padrões. O Microsoft Access não procurará os módulos classe que aparecem na guia Módulos da janela Banco de Dados da função especificada pelo argumento Nome da Função.

Nome da Função ->O nome do procedimento Function do Visual Basic a chamar. Coloque qualquer dos argumentos da função entre parênteses. Digite o nome da função na caixa Nome da Função na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Este é um argumento requerido.

Os procedimentos Function definidos pelo usuário são armazenados nos módulos do Microsoft Access.
Você precisa incluir parênteses, mesmo que o procedimento Function não utilize argumento algum, como no exemplo a seguir:

FunçãoDeTeste()

Ao contrário de nomes das funções definidas pelo usuário utilizadas para definições de propriedade de evento, o nome da função no argumento Nome da função não começa com um sinal de igualdade (=).

O Microsoft Access ignora o valor de retorno da função.

Dica: Para executar um procedimento Sub ou procedimento de evento escrito em Visual Basic, crie um procedimento Function que chame o procedimento Sub ou procedimento de evento. Utilize então a ação ExecutarCódigo para executar o procedimento Function.

ExecutarComando

Você pode utilizar a ação ExecutarComando para executar um comando interno do Microsoft Access. O comando pode aparecer em uma barra de menu, barra de ferramentas ou menu de atalho do Microsoft Access.

Observação: O menu Arquivo do Microsoft Office Access 2007mostra os bancos de dados mais utilizados recentemente. Você pode clicar em um desses bancos de dados em vez de clicar em Abrir Banco de Dados. Esses itens de banco de dados não aparecem na caixa de listagem suspensa do argumento Comando e não estão disponíveis pela utilização da ação ExecutarComando em uma macro.

Comando -> O nome do comando que você deseja executar. A caixa Comando mostra os comandos internos disponíveis no Microsoft Access, em ordem alfabética. Este é um argumento requerido.
No Microsoft Access 2007, a ação ExecutarComando substitui a ação ExecutarItemDoMenu. Quando você abre e salva uma macro de uma versão anterior do Microsoft Access que contém uma ação ExecutarItemDoMenu, a ação e seus argumentos de ação serão automaticamente convertidos na ação ExecutarComando equivalente. A ação ExecutarItemDoMenu não aparece mais na lista de ações da janela Macro do Microsoft Access 2007.
Você pode utilizar a ação ExecutarComando para executar um comando do Microsoft Access a partir de uma barra de menu personalizada, barra de menu global, menu de atalho personalizado ou menu de atalho global. Entretanto, é normalmente mais fácil utilizar a caixa de diálogo Personalizar, disponível apontando-se para Barras de Ferramentas do menu Exibir e clicando-se em Personalizar, para adicionar comandos do Microsoft Access para menus personalizados e menus de atalho. A guia Comandos, na caixa de diálogo Personalizar, lista os comandos internos do Microsoft Access que aparecem nas barras de ferramentas e menus do Microsoft Access.

Você pode utilizar a ação ExecutarComando em uma macro com expressões condicionais para executar um comando, dependendo de determinadas condições.

ExecutarMacro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
ExecutarMacro

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
ExecutarMacro

Para executar uma macro use a ação ExecutarMacro. A macro pode estar em um grupo de macro.
Pode-se usar esta ação para:

  • Executar uma macro de dentro de outra macro;
  • Executar uma macro com base em uma determinada condição;
  • Anexar uma macro a um comando de menu personalizado.

 

Dica : Pode-se utilizar a ação ExecutarMacro em grupo de macro que determine comandos personalizados para uma barra de menu personalizada para executar uma macro a partir do menu personalizado. Entretanto, é mais simples usar a nova funcionalidade das barras de comando para executar uma macro a partir de uma barra de menu, barra de ferramentas ou menu de atalho. No menu Exibir, aponte para Barras de Ferramentas e clique em Personalizar para exibir a caixa de diálogo Personalizar. Na guia Barras de Ferramentas, selecione a barra de menu, barra de ferramentas ou menu de atalho a partir do qual você deseja executar a macro. Na guia Comandos, clique em Todas as Macros na caixa Categorias e, em seguida, na caixa Comandos, selecione e arraste a macro que você deseja executar até a barra de menu, barra de ferramentas ou menu de atalho. Quando você clicar no ícone desta macro na barra de menu, barra de ferramentas ou menu de atalho, o Microsoft Access executará a macro. Você também pode arrastar uma macro desde a janela Banco de Dados até uma barra de menu ou barra de ferramentas e o Microsoft Access criará um ícone que executará a macro.

Nome da Macro -> O nome da macro a executar. A caixa Nome da Macro na seção Argumentos da Ação do painel Construtor de Macros mostra todas as macros (e grupos de macros) no banco de dados atual. Se a macro estiver em um grupo de macros, estará listada sob o nome do grupo de macros na lista como nomedogrupodemacros.nomedamacro. Esse é um argumento obrigatório.
Se você executar uma macro que contém a ação ExecutarMacro em um banco de dados biblioteca (banco de dados biblioteca: uma coleção de procedimentos e objetos de banco de dados que podem ser chamados de qualquer aplicativo. Para usar os itens na biblioteca, é necessário estabelecer primeiro uma referência do banco de dados atual ao banco de dados da biblioteca.), o Microsoft Office Access 2007 procurará a macro com esse nome primeiro no banco de dados biblioteca e não a procurará no banco de dados atual.
 Contagem de Repetição ->O número máximo de vezes que a macro será executada. Se você deixar este argumento vazio (e o argumento Expressão de Repetição também estiver em branco), a macro só será executada uma vez.
Expressão de Repetição -> Uma expressão a ser avaliada como True (–1) ou False (0). A execução da macro é suspensa quando a expressão é avaliada como False. A expressão é avaliada cada vez que a macro é executada.

Se você inserir um nome de grupo de macro no argumento Nome da Macro, o Microsoft Access executará a primeira macro do grupo de macro.

 

Esta ação é semelhante a clicar em Macro no menu Ferramentas, que você pode utilizar para selecionar e executar uma macro especificada. Entretanto, o comando só executa a macro uma vez, enquanto a ação ExecutarMacro pode executar uma macro tantas vezes quantas você quiser.

Dica:  Você pode utilizar os argumentos Contagem de Repetição e Expressão de Repetição para determinar quantas vezes uma macro é executada:

  • Se você deixar ambos os argumentos em branco, a macro só será executada uma vez.
  • Se você digitar um nome para Contagem de Repetição, mas deixar Repetir Expressão em branco, a macro será executada o número especificado de vezes.
  • Se você deixar Contagem de Repetição em branco, mas digitar uma expressão para Repetir Expressão, a macro será executada até a expressão ser avaliada como False.
  • Se você digitar valores para ambos os argumentos, a macro será executada o número de vezes especificado em Contagem de Repetição ou até a Expressão de Repetição ser avaliada como False, o que ocorrer primeiro.

 

Quando você executa uma macro contendo a ação ExecutarMacro, e ela chega à  esta ação, o Microsoft Access executa a macro chamada. Quando a macro chamada tiver terminado, o Microsoft Access retornará à macro original e executará a próxima ação.

Observações

  • Você pode chamar uma macro do mesmo grupo ou de outro.
  • Você pode aninhar macros. Ou seja, você pode executar a macro A, que por sua vez chama a macro B, e assim por diante. Em cada caso, quando a macro chamada termina, o Microsoft Access volta para a macro que a chamou e executa a próxima ação dessa macro.

Fechar

 

Continuação da Ação Fechar

É possível utilizar a ação Fechar para fechar tanto uma janela do Microsoft Access especificada quanto a janela ativa se nenhuma for especificada.

Se o argumento Salvar for definido como Aviso e o objeto ainda não tiver sido salvo antes de a ação Fechar ser executada, uma caixa de diálogo solicitará que o usuário salve o objeto antes que a macro o feche. Se você tiver definido o argumento Avisos Ativos da ação DefinirAvisos como Não, a caixa de diálogo não será exibida e o objeto será salvo automaticamente

Tipo de Objeto -> O tipo do objeto cuja janela você deseja fechar. Clique em Tabela, Consulta, Formulário, Relatório, Macro ou Módulo na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Para selecionar a janela ativa, deixe esse argumento em branco.
Nome do Objeto -> O nome do objeto a ser fechado. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos no banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto. Clique no objeto a ser fechado. Se você deixar o argumento Tipo de Objeto em branco, deixe também esse argumento em branco.
Salvar -> Determina se as alterações feitas no objeto serão salvas quando ele for fechado. Clique em Sim (salva o objeto), Não (fecha o objeto sem salvá-lo) ou Aviso (pergunta ao usuário se o objeto deve ou não ser salvo). O padrão é Aviso.

FecharBancoDeDados

Pode-se utilizar a ação FecharBancoDeDados para fechar o banco de dados atual.

O Access não executará nenhuma ação que siga a ação FecharBancoDeDados em uma macro.
Essa ação tem o mesmo efeito que clicar no Botão Microsoft Office  e, em seguida, clicar em Fechar Banco de Dados. Caso exista algum objeto não salvo aberto quando a ação FecharBancoDeDados for executada, as caixas de diálogo que aparecem são as mesmas que as mostradas quando você clica em Fechar Banco de Dados.
Para executar a ação FecharBancoDeDados em um módulo do VBA (Visual Basic for Applications), utilize o método CloseDatabase do objeto DoCmd.

IrParaControle

 

 

 

 

 

Continuação de
IrParaControle

É possível utilizar a ação IrParaControle para mover o foco para o campo ou controle especificado no registro atual do formulário aberto, na folha de dados do formulário, na folha de dados da tabela ou na folha de dados da consulta. Você pode utilizar essa ação quando desejar que um determinado campo ou controle tenha o foco. Esse campo ou controle pode, então, ser utilizado para comparações ou ações EncontrarRegistro. Você pode também utilizar essa ação para navegar em um formulário de acordo com certas condições. Por exemplo, se o usuário digitar Não em um controle Casado em um formulário de seguro saúde, o foco pode automaticamente pular o controle Nome do Cônjuge e mover para o controle seguinte.

Nome do Controle ->O nome do campo ou controle onde você deseja colocar o foco. Digite o nome do campo ou controle na caixa Nome do Controle na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Esse é um argumento requerido.
Observação:  Digite somente o nome do campo ou controle no argumento Nome do Controle, e não o identificador totalmente qualificado, como Forms!Products![Product ID].

Não é possível utilizar a ação IrParaControle para mover o foco para um controle em um formulário oculto.

Dica   Você pode utilizar a ação IrParaControle para mover para um subformulário, que é um tipo de controle. Você poderá, então, utilizar a ação IrParaRegistro para mover para um determinado registro no subformulário. Você pode também mover para um controle em um subformulário utilizando a ação IrParaControle para mover primeiro para o subformulário e, depois, para o controle no subformulário.

IrParaPágina

É possível utilizar a ação IrParaPágina para mover o foco no formulário ativo para o primeiro controle em uma página especificada. Você poderá utilizar essa ação se tiver criado um formulário com quebras de página que contenha grupos de informações relacionadas. Por exemplo, você pode ter um formulário Funcionários com informações pessoais em uma página, informações comerciais em outra página e informações sobre vendas em uma terceira página. É possível utilizar a ação IrParaPágina para mover para a página desejada. Também é possível apresentar várias páginas de informações em um único formulário utilizando controles guia.

Número da Página -> O número da página para a qual você deseja mover o foco. Digite o número da página na caixa Número da Página na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Caso deixe esse argumento em branco, o foco permanecerá na página atual. É possível utilizar os argumentos Direita e Abaixo para exibir a parte da página que você deseja examinar.
Direita -> A posição horizontal daquele ponto na página, medido a partir da borda esquerda da janela que a contém, a qual deve aparecer na borda esquerda da janela. Isso é exigido se você especificar um argumento Abaixo.
Abaixo -> A posição vertical daquele ponto na página, medido a partir da borda superior da janela que a contém, a qual deve aparecer na borda superior da janela. Isso é exigido se você especificar um argumento Direita.

Observação :  Os argumentos Direita e Abaixo são medidos em polegadas ou centímetros, dependendo das unidades definidas para Sistema de Medidas na guia Número da caixa de diálogo Propriedades de Configurações Regionais no Painel de Controle do Windows.

IrParaRegistro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
IrParaRegistro

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
IrParaRegistro

É possível utilizar a ação IrParaRegistro para tornar o registro especificado o registro atual em uma tabela, formulário ou conjunto de resultados de consulta abertos.

Se o foco estiver em um determinado controle de um registro, essa ação o deixará no mesmo controle para o novo registro.
É possível utilizar a definição Novo para o argumento Registro para mover para o registro em branco na parte final de um formulário ou tabela para que você possa inserir novos dados.
Essa ação é semelhante a clicar em Ir Para no menu Editar. Os subcomandos Primeiro, Último, Próximo, Anterior e Novo Registro do comando Ir Para têm o mesmo efeito que as definições Primeiro, Último, Próximo, Anterior e Novo para o argumento Registro sobre o objeto selecionado. Também é possível mover para registros utilizando os botões de navegação na parte inferior da janela.

Você pode utilizar a ação IrParaRegistro para fazer de um registro contido em um formulário oculto o registro atual caso especifique o formulário oculto nos argumentos Tipo de Objeto e Nome do Objeto.

Tipo de Objeto -> O tipo do objeto contendo o registro que você deseja tornar o registro atual. Clique em Tabela, Consulta ou Formulário na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Deixe esse argumento em branco para selecionar o objeto ativo.
Nome do Objeto -> O nome do objeto contendo o registro que você deseja tornar o registro atual. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos no banco de dados atual do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto. Se você deixar em branco o argumento Tipo de Objeto, deixe também esse argumento em branco.

 

Registro -> O registro a ser tornado registro atual. Clique em Anterior, Próximo, Primeiro, Último, Ir Para ou Novo na caixa Registro. O padrão é Próximo.
Deslocamento -> Um inteiro ou expressão que é avaliada como um inteiro. Uma expressão deve ser precedida por um sinal de igual (=). Esse argumento especifica o registro a ser tornado registro atual. Você pode utilizar o argumento Deslocamento de duas maneiras :

  • Quando o argumento Registro é Próximo ou Anterior, o Microsoft Access move para adiante ou para trás o número de registros especificado no argumento Deslocamento.
  • Quando o argumento Registro é Ir Para, o Microsoft Access move para o registro com o número igual ao argumento Deslocamento. O número do registro é mostrado na caixa número do registro na parte inferior da janela.

 

Observação: Se você utilizar a definição Primeiro, Último ou Novo para o argumento Registro, o Microsoft Access irá ignorar o argumento Deslocamento. Se você inserir um argumento Deslocamento muito grande, o Microsoft Access exibirá uma mensagem de erro. Não é possível informar números negativos para o argumento Deslocamento.

LimparErroDeMacro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É aceitável utilizar a ação LimparErroDeMacro para limpar os dados sobre um erro armazenado no objeto MacroError

Quando ocorre um erro em uma macro, os dados sobre o erro são armazenados no objeto ErroDeMacro. Se você não tiver usado a ação AoOcorrerErro para suprimir mensagens de erro, a macro será interrompida e as informações sobre o erro serão exibidas em uma mensagem de erro padrão. No entanto, se tiver usado uma ação AoOcorrerErro para suprimir as mensagens de erro, você poderá usar as informações armazenadas no objeto MacroError em uma condição ou mensagem de erro personalizada.
Depois que um erro é tratado, as informações no objeto MacroError ficam desatualizadas. Portanto, é interessante limpar o objeto usando a ação LimparErroDeMacro. Isso redefine o número do erro no objeto MacroError para 0 e limpa outras informações sobre o erro armazenadas no objeto, como a descrição do erro, o nome da macro, o nome da ação, a condição e os argumentos. Dessa forma, você pode inspecionar o objeto MacroError novamente mais tarde para ver se ocorreu outro erro.
Como o objeto MacroError é limpo automaticamente quando uma macro é encerrada, você não precisa usar a ação LimparErroDeMacro ao final de uma macro.
O objeto MacroError contém informações apenas sobre o erro mais recente. Se tiver ocorrido mais de um erro em uma macro, o objeto MacroError conterá apenas as informações sobre o erro mais recente.
Para executar a ação LimparErroDeMacro em um módulo VBA, use o método ClearMacroError do objeto DoCmd.

Maximizar

Continuação
da Ação Maximizar

 

É possível utilizar a ação Maximizar para aumentar a janela ativa de maneira que ela preencha a janela do Microsoft Access. Essa ação permitirá que você veja tanto quanto possível do objeto na janela ativa.

Não Possui Argumentos

Essa ação tem o mesmo efeito de clicar no botão Maximizar no canto superior direito da janela ou clicar em Maximizar no menu Controle.
É possível utilizar a ação Restaurar para restaurar uma janela maximizada ao seu tamanho anterior.

Talvez você precise utilizar a ação SelecionarObjeto se a janela que você deseja maximizar não for a janela ativa.

Ao maximizar uma janela no Microsoft Access, todas as outras janelas também são maximizadas quando você as abre ou alterna para elas.

Minimizar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação Minimizar

É possível utilizar a ação Minimizar para reduzir a janela ativa a uma barra de título pequena na parte inferior da janela do Microsoft Access.

Não Possui Argumentos

É possível utilizar essa ação para remover uma janela da tela deixando o objeto aberto. Você pode também utilizar essa ação para abrir um objeto sem exibir sua janela. Para exibir o objeto, utilize a ação SelecionarObjeto tanto com a ação Maximizar como com a ação Restaurar. A ação Restaurar restaura uma janela minimizada ao seu tamanho anterior.
A ação Minimizar tem o mesmo efeito de clicar no botão Minimizar no canto superior direito da janela ou de clicar em Minimizar no menu Controle.

Talvez você precise primeiro utilizar a ação SelecionarObjeto se a janela que deseja minimizar não for a janela ativa.
Para minimizar a janela Banco de Dados, utilize a ação SelecionarObjeto com o argumento Na Janela Banco de Dados definido como Sim e, em seguida, utilize a ação Minimizar.
É possível utilizar o comando Ocultar, no menu Janela, para ocultar a janela ativa. Ao invés de ser reduzida a um ícone, a janela se torna invisível. O comando Reexibir, no menu Janela, fará a janela reaparecer. Você pode utilizar a ação ExecutarComando para executar qualquer um desses comandos a partir de uma macro.
Você pode também utilizar a ação DefinirValor para definir a propriedade Visível de um formulário para ocultar ou exibir a janela do formulário.

MostrarTodos
Registros

Você pode utilizar a ação MostrarTodosRegistros para remover qualquer filtro aplicado da tabela, do conjunto de resultados da consulta ou do formulário
 ativos e exibir todos os registros da tabela ou conjunto de registros ou todos os registros na tabela base ou consulta base do formulário.

Não Possui Argumentos

Você pode utilizar esta ação para assegurar que todos os registros (incluindo qualquer registro alterado ou novo) sejam exibidos para uma tabela, um conjunto de resultados de consulta ou formulário. Esta ação causa uma reconsulta dos registros de um formulário ou subformulário.
Você também pode utilizar esta ação para remover qualquer filtro que tenha sido aplicado com a ação AplicarFiltro, com o comando Aplicar Filtro/Classificação no menu Registros, ou com o argumento Nome do Filtro ou Condição Onde da ação AbrirFormulário.

MoverDimensionar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
MoverDimensionar

É possível utilizar a ação MoverDimensionar para mover ou redimensionar a janela ativa.

Essa ação é semelhante a clicar em Mover ou Dimensionar no menu Controle da janela. Com os comandos de menu, você utiliza as teclas de direção do teclado para mover ou redimensionar a janela. Utilizando a ação MoverDimensionar, você insere diretamente a posição e as medidas de dimensionamento. Você pode também utilizar o mouse para mover e dimensionar janelas.
É possível utilizar essa ação em qualquer janela e em qualquer modo.
Para mover uma janela sem redimensioná-la, insira valores para os argumentos Direita e Abaixo, mas deixe em branco os argumentos Largura e Altura.
Para redimensionar uma janela sem movê-la, insira valores para os argumentos Largura e Altura, mas deixe em branco os argumentos Direita e Abaixo.

Direita -> A nova posição horizontal do canto superior esquerdo da janela, medido a partir da borda esquerda da janela que a contém. Digite a posição na caixa Direita, na seção Argumentos da Ação da janela Macro.
Abaixo -> A nova posição vertical do canto superior esquerdo da janela, medido a partir da borda superior da janela que a contém.
Largura -> A nova largura da janela.
Altura -> A nova altura da janela.

Se você deixar um argumento em branco, o Microsoft Access utilizará a definição atual da janela.
É necessário inserir um valor para pelo menos um argumento.

Observação: Cada medida está em polegadas ou centímetros, dependendo da definição das unidades em Sistema de Medidas na guia Número da caixa de diálogo Propriedades de Configurações Regionais no Painel de Controle do Windows.

NavegarPara

É possível usar a ação NavegarPara para controlar a exibição dos objetos de banco de dados no Painel de Navegação. Por exemplo, você pode alterar a forma como os objetos de banco de dados são categorizados e filtrar os objetos para que apenas os corretos sejam exibidos.

A ação NavegarPara tem os seguintes argumentos.
Categoria -> Obrigatória. A categoria na qual o Painel de Navegação deve exibir os objetos. Clique em Tipo de Objeto, Tabelas e Modos de Exibição, Data da Modificação, Data de Criação ou Personalizado na caixa Categoria.
Grupo ->  Opcional. O argumento Grupo limita os objetos na categoria a serem exibidos no Painel da Navegação. Se você deixar o argumento Grupo em branco, o Painel de Navegação exibirá todos os objetos de banco de dados, categorizados pelos critérios que você especificou no argumento Categoria. Exemplos de argumentos Grupo válidos para os vários argumentos Categoria são mostrados na tabela a seguir.

PararMacro

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
PararMacro

Você pode utilizar a ação PararMacro para parar a macro atualmente em execução.

Não Possui Argumentos
Tipicamente, você utiliza esta ação quando uma condição torna necessário parar a macro. Você pode utilizar uma expressão condicional na linha de ação da macro que contém essa ação. Quando a expressão é avaliada como True (–1), o Microsoft Access pára a macro.
Por exemplo, você poderia criar uma macro que abrisse um formulário mostrando os totais de pedidos diários da data inserida em uma caixa de diálogo personalizada. Você poderia utilizar uma expressão condicional para se certificar de que o controle Data do Pedido da caixa de diálogo contém uma data válida. Se não contiver, a ação CaixaDeMensagem poderia exibir uma mensagem de erro e a ação PararMacro poderia parar a macro.
Se a macro tiver utilizado as ações Eco ou DefinirAvisos para desativar o eco ou a exibição de mensagens do sistema, a ação PararMacro as reativará automaticamente

PararTodas
Macros

Você pode utilizar a ação PararTodasMacros para parar todas as macros atualmente em execução.

Não Possui Argumentos
Tipicamente, você utiliza esta ação quando uma condição de erro torna necessário parar todas as macros. Você pode utilizar uma expressão condicional
 na linha de ação da macro que contenha essa ação. Quando a expressão for avaliada como True (–1), o Microsoft Access irá parar todas as macros.
Por exemplo, você pode ter uma macro que exiba uma caixa de mensagem como uma dentre várias ações complexas, incluindo a execução de outras macros. Se o usuário clicar em Cancelar nessa caixa de mensagem, a ação PararTodasMacros pode parar todas as macros que estejam em execução.

Se uma macro tiver utilizado as ações Eco ou DefinirAvisos para desativar o eco ou a exibição das mensagens do sistema, a ação PararTodasMacros as reativará automaticamente.

PassoÚnico

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
PassoÚnico

É possível usar a ação PassoÚnico para pausar a execução da macro e abrir a caixa de diálogo Macro Passo a Passo.

Use a ação PassoÚnico para solucionar problemas de uma macro que não esteja funcionando corretamente. É possível adicionar a ação PassoÚnico a uma macro antes de uma ação que pode ser a causa do problema. A ação pausa a macro e abre a caixa de diálogo Macro Passo a Passo. Essa caixa de diálogo exibe as informações sobre a ação de macro atual, como o nome da macro, todas as condições especificadas, o nome da ação, os argumentos e o número do erro, se aplicável. Na caixa de diálogo, clique em Passo para passar à próxima ação de macro, Parar Todas as Macros para interromper a macro atual e todas as demais em execução, ou em Continuar para interromper o passo a passo e recomeçar a operação normal da macro.
A ação PassoÚnico tem um efeito semelhante ao de clicar em PassoÚnico no grupo Ferramentas da guia Design do Construtor de Macros. A diferença entre fazer isso e executar a ação PassoÚnico é que, ao executar a ação, você pode colocar a ação na macro exatamente onde o passo a passo deve começar. Dessa forma, não é preciso passar por todas as ações anteriores até chegar àquela que você deseja examinar. Por outro lado, ao clicar em PassoÚnico no Construtor de Macros, você deve fazer isso antes de executar a macro. Nesse caso, o passo único começa na primeira ação da macro.
 Observação    Se você usar o passo único até o fim de uma macro sem clicar em Continuar, o passo único ainda terá efeito quando a macro terminar. Todas as macros subseqüentes que você executar serão iniciadas no modo passo a passo. Para desativar o passo único, clique em Continuar na caixa de diálogo Macro Passo a Passo ou, com uma macro aberta no modo Design, na guia Design, no grupo Ferramentas, clique em PassoÚnico para que ela seja desmarcada.

ProcurarRegistro

Você pode usar a ação ProcurarRegistro para pesquisar um determinado registro em uma tabela, uma consulta, um formulário ou um relatório.

Tipo de Objeto Digite ou selecione o tipo do objeto de banco de dados que você está procurando. É possível selecionar Tabela, Consulta, Formulário ou Relatório.
Nome do Objeto Digite ou selecione o objeto específico que contém o registro a ser pesquisado. A lista suspensa mostra todos os objetos de banco de dados do tipo selecionado por você para o argumento Tipo de Objeto.
Registro Especifique o ponto inicial e a direção da pesquisa. Configuração Descrição
Anterior Pesquise para trás a partir do registro atual.
Próximo Pesquise para frente a partir do registro atual.
Primeiro Pesquise para frente a partir do primeiro registro. Esse é o valor padrão do argumento.
Último Pesquise para trás a partir do último registro.
 
Condição Onde Digite os critérios da pesquisa usando a mesma sintaxe de uma cláusula SQL WHERE, apenas sem a palavra "WHERE". Por exemplo,
Description = "Beverages"

Para criar um critério que inclua um valor a partir de uma caixa de texto em um formulário, você deve criar uma expressão que concatene a primeira parte do critério com o nome da caixa de texto que contém o valor a ser pesquisado. Por exemplo, o seguinte critério pesquisará o campo Descrição em busca do valor na caixa de texto txtDescription no formulário frmCategories. Observe o sinal de igual (=) no início da expressão e o uso das aspas simples (') em ambos os lados da referência de caixa de texto:

="Description = '" & Forms![frmCategories]![txtDescription] & "'"

Redesenhar
Objeto

 

 

 

Continuação
da Ação
Redesenhar
Objeto

Você pode utilizar a ação RedesenharObjeto para completar qualquer tipo de atualizações de tela pendentes para um objeto de banco de dados especificado ou o objeto de banco de dados ativo, se nenhum tiver sido especificado. Tais atualizações incluem qualquer um dos recálculos pendentes para os controles do objeto.

Esta ação não causa uma reconsulta do banco de dados, portanto ela não mostra registros novos e alterados, nem remove registros excluídos da tabela ou consulta base do objeto. Utilize a ação RepetirConsulta para reconsultar a origem do objeto de um de seus controle Utilize a ação MostrarTodosRegistros para exibir os registros mais recentes e remover qualquer  tipo de filtros aplicados.
A ação RedesenharObjeto não tem o mesmo efeito que escolher o comando Atualizar a partir do menu Registros, que mostra qualquer alteração que você ou outros usuários tenham feito nos registros atualmente exibidos em formulários e folhas de dados.

Tipo de Objeto -> O tipo de objeto a redesenhar. Clique em Tabela, Consulta, Formulário, Relatório, Macro ou Módulo na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Deixe este argumento em branco para selecionar o objeto ativo.
Nome do Objeto -> O nome do objeto a redesenhar. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos do banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto. Se você deixar o argumento Tipo de Objeto em branco, deixe este argumento em branco também.

O Microsoft Access espera para completar as atualizações de tela pendentes até terminar outras tarefas pendentes. Com essa ação, você pode forçar o redesenho imediato dos controles no objeto especificado. Você pode utilizar esta ação:

  • Quando você utiliza a ação DefinirValor para alterar valores em vários controles. O Microsoft Access pode não mostrar as alterações imediatamente, especialmente se outros controles (como controles calculados) dependerem dos valores dos controles alterados.
  • Quando você quiser se certificar de que o formulário sendo visualizado exibe dados em todos os seus controle. Por exemplo, controles contendo objetos OLE não exibem seus dados imediatamente após você abrir um formulário.

RemoverTodasVariáveisTemporárias

É possível usar a ação RemoverTodasVariáveisTemporárias para remover todas as variáveis temporárias que você criou usando a ação DefinirVariávelTemporária.

A ação RemoverTodasVariáveisTemporárias não tem nenhum argumento.
Comentários:

  • É possível definir até 255 variáveis temporárias simultaneamente. Se você não remover uma variável temporária, ela permanecerá na memória até que você feche o banco de dados ou o projeto. Trata-se de uma prática recomendada remover as variáveis temporárias quando você acabar de usá-las.
  • O Access removerá automaticamente todas as variáveis temporárias quando você fechar o banco de dados ou o projeto.
  • Para remover uma única variável temporária, use a ação RemoverVariávelTemporária e configure o argumento como o nome da variável temporária que deseja remover.
  • Para executar a ação RemoverTodasVariáveisTemporárias em um módulo VBA, use o método RemoveAll do objeto TempVars.

RemoverVariávelTemporária

É possível usar a ação RemoverVariávelTemporária para remover uma única variável temporária que você criou usando a ação DefinirVariávelTemporária.

A ação RemoverVariávelTemporária tem o seguinte argumento.
Argumento da ação:Nome
Descrição:Digite o nome da variável temporária a ser removida.
Comentários:

  • É possível definir até 255 variáveis temporárias simultaneamente. Se você não remover uma variável temporária, ela permanecerá na memória até que você feche o banco de dados. Trata-se de uma prática recomendada remover as variáveis temporárias quando você acabar de usá-las.
  • O Access removerá automaticamente todas as variáveis temporárias quando você fechar o banco de dados ou o projeto.
  • Se você escrever incorretamente o nome da variável a ser removida, o Access não exibirá um erro. A variável que você deseja remover permanecerá na memória até que o banco de dados seja fechado.
  • Se houver criado mais de uma variável temporária e você quiser removê-las todas de uma vez, use a ação RemoverTodasVariáveisTemporárias.
  • Para executar a ação RemoverVariávelTemporária em um módulo VBA, use o método Remove do objeto TempVars

RepetirConsulta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode utilizar a ação RepetirConsulta para atualizar os dados em um controle  especificado no objeto ativo reconsultando a origem do controle. Se nenhum controle for especificado, essa ação reconsultará a origem do próprio objeto. Utilize esta ação para garantir que o objeto ativo ou um de seus controles exiba os dados mais atuais.
Se o controle especificado não estiver baseado em uma consulta ou tabela, esta ação força um recálculo do controle.
Se você deixar o argumento Nome do Controle em branco, a ação RepetirConsulta terá o mesmo efeito que pressionar SHIFT+F9 quando o objeto tiver o foco. Se um controle subformulário tiver o foco, essa ação reconsultará somente a origem do subformulário (como faz o pressionamento de SHIFT+F9).

 

Nome do Controle ->O nome do controle que você deseja atualizar. Digite o nome do controle na caixa Nome do Controle na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Você deve utilizar somente o nome do controle e não o identificador completamente qualificado (como Formulários!nomedoformulário!nomedocontrole). Deixe argumento em branco para reconsultar a origem do objeto ativo. Se o objeto ativo for uma folha de dados ou o conjunto de resultados de uma consulta, você precisa deixar este argumento em branco.
Comentários

A ação RepetirConsulta faz uma das coisas a seguir:

  • Reexecuta a consulta na qual o controle ou objeto se baseia.
  • Exibe qualquer um dos registros novos ou alterados e remove qualquer registro excluído da tabela na qual o controle ou objeto se baseia.

 

 

Os controles baseados em uma consulta ou tabela incluem:

  • Caixas de listagem e caixas de combinação.
  • Controles de subformulário.
  • Objetos OLE, como gráficos.
  • Controles contendo funções agregadas de domínio, como DSoma.

Restaurar

 

 

Continuação
da Ação
Restaurar

Você pode utilizar a ação Restaurar para restaurar uma janela maximizada ou minimizada a seu tamanho anterior.

Não Possui Argumentos

Esta ação atua sob o objeto selecionado. Se um objeto tiver sido minimizado, você pode primeiro selecioná-lo usando a ação SelecionarObjeto e, em seguida, restaurá-lo a seu tamanho anterior utilizando a ação Restaurar.
Você pode utilizar a ação MoverDimensionar para mover ou dimensionar uma janela que você tenha restaurado.
A ação Restaurar tem o mesmo efeito que clicar no botão Restaurar no canto superior direito da janela ou clicar no comando Restaurar  no menu Controle da janela.

SaídaPara

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
SaídaPara

Você pode utilizar a ação SaídaPara para dar saída aos dados do objeto do banco de dados do Microsoft Access especificado (uma folha de dados, formulário, relatório ou módulo) para um arquivo em formato do Microsoft Excel 97 (*.xls), texto do MS-DOS (*.txt) ou rich-text (*.rtf). Você também pode dar saída a um arquivo no formato HTML (*.html), a arquivos no formato Microsoft Internet Information Server (*.htx, *.idc) ou no formato Microsoft Active Server Pages (*.asp). Os arquivos no formato Microsoft Internet Information Server também podem ser utilizados com o Microsoft Personal Web Server.

Tipo de Objeto -> O tipo de objeto contendo os dados a dar saída. Clique em Tabela (para uma folha de dados de tabela), Consulta (para uma folha de dados de consulta), Formulário (para um formulário ou folha de dados de formulário), Relatório ou Módulo na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Você não pode dar saída a uma macro. Se você desejar dar saída ao objeto ativo, selecione seu tipo com este argumento, mas deixe o argumento Nome do Objeto em branco. Este é um argumento requerido. O padrão é Tabela.
Nome do Objeto -> O nome do objeto contendo os dados a dar saída. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos de banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto.
Se você executar uma macro contendo a ação SaídaPara em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Access procurará pelo objeto com esse nome, primeiro no banco de dados biblioteca, depois no banco de dados atual.
Formato de Saída -> O tipo de formato a ser utilizado para dar saída aos dados. Você pode clicar em HTML (*.html), Microsoft Active Server Pages (*.asp), Microsoft Excel (*.xls), Microsoft IIS (*.htx, *.idc), Texto do MS-DOS (*.txt) ou Formato Rich Text (*.rtf) na caixa. Os módulos só podem sair em formato de texto do MS-DOS. Os formatos Microsoft Internet Information Server e Microsoft Active Server Page estão disponíveis somente para tabelas, consultas e formulários. Se você deixar este argumento em branco, o Microsoft Access pedirá a você o formato de saída.
Arquivo de Saída -> O arquivo para o qual você deseja dar saída aos dados, incluindo o caminho completo. Pode-se incluir a extensão padrão de nome de arquivo (.asp, .htm ou .html, .htx, .xls, .txt ou .rtf) para o formato de saída que você seleciona com o argumento Formato de Saída, mas ela não é requerida. Se você der saída para os arquivos do Microsoft Internet Information Server ou Microsoft Active Server Pages, o Microsoft Access sempre criará arquivos com as extensões padrão de nome de arquivo .htx e .idc ou .asp. Se deixar o argumento Arquivo de Saída em branco, o Microsoft Access pedirá a você um nome de arquivo de saída.
AutoIniciar -> Especifica se você deseja que o aplicativo apropriado seja iniciado imediatamente após a execução da ação SaídaPara, com o arquivo especificado pelo argumento Arquivo de Saída já aberto. Se selecionar Sim, um dos aplicativos a seguir será iniciado com o arquivo de saída do objeto do Microsoft Access já aberto: Microsoft Excel (para arquivos .xls), Bloco de Notas do Microsoft Windows (para arquivos .txt) ou Microsoft Word (para arquivos .rtf). Para arquivos .html, o seu navegador padrão para Internet (como o Microsoft Internet Explorer) é iniciado. Este argumento será ignorado para arquivos do Microsoft Internet Information Server e Microsoft Active Server Pages. Se você selecionar Não, o aplicativo não será iniciado. O padrão é Não.
Arquivo Modelo    O caminho de um arquivo e o nome que você deseja utilizar como modelo para um arquivo .html, .htx ou .asp. O arquivo modelo é um arquivo contendo marcas HTML.

Alguns Comentários sobre a Ação  SaídaPara:

Os dados do Microsoft Access saem no formato selecionado e podem ser lidos por qualquer aplicativo que utilize o mesmo formato. Por exemplo, você pode dar saída a um relatório do Microsoft Access e sua formatação para um documento em formato rich-text e, em seguida, abrir o documento no Microsoft Word.
Se você der saída ao objeto do banco de dados para o formato HTML, o Microsoft Access criará um arquivo no formato HTML contendo os dados do objeto. Você pode utilizar o argumento Arquivo Modelo para especificar um arquivo a ser utilizado como modelo para o arquivo .html.

Se você der saída ao objeto para o formato Microsoft Internet Information Server, o Microsoft Access criará dois arquivos:

  • Um arquivo .idc, que contém informações sobre como conectar-se a uma fonte de dados ODBC, e uma instrução SQL para ser executada contra esta fonte de dados. Neste caso, o objeto do Microsoft Access ao qual você está dando saída conterá os dados definidos pela instrução SQL e o banco de dados atual do Microsoft Access será a fonte de dados ODBC.
  • Um arquivo .htx, que especifica como formatar dados retornados da instrução SQL especificados no arquivo .idc como um documento HTML. Você pode utilizar o argumento Arquivo Modelo para especificar um arquivo .html a ser utilizado como modelo.

 

O Microsoft Internet Information Server utiliza os arquivos .htx e .idc para criar um arquivo .html com os dados do objeto do Microsoft Access ao qual você dá saída.

Se você der saída ao objeto do banco de dados para o formato Microsoft Active Server Page, o Microsoft Access criará um arquivo no formato .asp que conterá informações sobre como acessar e formatar os dados do objeto. O Microsoft Internet Information Server utiliza o arquivo .asp para criar um arquivo .html com os dados do objeto do Microsoft Access ao qual você dá saída. Você pode utilizar o argumento Arquivo Modelo para especificar um arquivo .html a ser utilizado como modelo para o arquivo .asp.
As regras a seguir aplicam-se quando você utiliza a ação SaídaPara a fim de dar saída a um objeto do banco de dados para qualquer um dos formatos de saída, exceto Microsoft Active Server Pages (algumas destas regras também se aplicam ao formato do Microsoft Active Server Page):

  • Você pode dar saída aos dados da folha de dados de tabela, consulta e formulário. No arquivo de saída, todos os campos da folha de dados mantêm o aspecto que tinham no Microsoft Access, exceto os campos contendo objetos OLE. As colunas desses campos são incluídas no arquivo de saída, mas os campos ficam em branco.
  • Para um controle acoplado a um campo Sim/Não (um botão alternar, botão de opção ou caixa de seleção), o arquivo de saída exibe o valor –1 (Sim) ou 0 (Não).
  • Para uma caixa de texto acoplada a um campo Hyperlink, o arquivo de saída exibe o hyperlink para todos os formatos de saída, exceto texto do MS-DOS (neste caso, o hyperlink é exibido apenas como texto normal).
  • Se você der saída aos dados de um formulário no modo Formulário, o arquivo de saída sempre conterá o modo Folha de Dados do formulário.
  • Se você der saída aos dados de um relatório, os únicos controles incluídos no arquivo de saída serão caixas de texto (para arquivos de saída .xls), ou caixas de texto e rótulos (para arquivos de saída .rtf, .txt e .html). Todos os outros controles serão ignorados. As informações de cabeçalho e rodapé não são incluídas no arquivo de saída. A única exceção é que, ao dar saída aos dados de um relatório para um arquivo do Microsoft Excel, uma caixa de texto em um rodapé de grupo contendo a expressão com a função Soma será incluída no arquivo de saída. Nenhum outro controle em um cabeçalho ou rodapé (e nenhuma outra função agregada além de Soma) será incluído no arquivo de saída.
  • Os sub-relatórios são incluídos no arquivo de saída, mas os subformulários não.
  • Quando você dá saída a uma folha de dados ou formulário no formato HTML, um único arquivo .html é criado. Quando você dá saída a um relatório no formato HTML, um único arquivo .html é criado para cada página do relatório.

Para obter maiores informações sobre regras e restrições durante saída para arquivos .html, consulte Exportar uma folha de dados para um formato HTML estático e Exportar um relatório para um formato HTML estático.
Para obter maiores informações sobre regras e restrições durante saída para arquivos do Microsoft Internet Information Server, consulte Exportar uma folha de dados para um formato HTML dinâmico e Exportar um formulário para um formato HTML dinâmico.
Para obter maiores informações sobre regras e restrições durante saída para arquivos do Microsoft Active Server Pages, consulte Exportar uma folha de dados para um formato HTML dinâmico, Exportar um formulário para um formato HTML dinâmico e Controles de formulário suportados e não suportados para um formato ASP dinâmico.
Dica   Se você der saída aos dados de um relatório para um arquivo de saída, e se as colunas e linhas do arquivo de saída não estiverem alinhadas como no relatório, as seguintes dicas poderão ser úteis:

  • Você pode apontar para Dimensionar no menu Formatar e clicar em Para Caber para dimensionar os controles.
  • Você deve evitar sobrepor os controles ou colocar os controles muito próximos entre si.
  • Você pode apontar para Alinhar no menu Formatar e em seguida clicar no comando apropriado para alinhar os controles no relatório. Os controles que não estiverem alinhados na mesma linha poderão ser colocados em linhas diferentes do arquivo de saída, causando espaçamento adicional.

A ação SaídaPara é semelhante a clicar em Salvar Como/Exportar no menu Arquivo, selecionando a opção Para um Arquivo ou Banco de Dados Externo e selecionando a caixa de seleção Salvar com Formatação na caixa de diálogo que é exibida. Os argumentos da ação correspondem às definições nas caixas de diálogo Salvar Como/Exportar. O comando Salvar Como/Exportar, contudo, aplica-se somente ao objeto selecionado na janela Banco de Dados. Utilizando a ação SaídaPara, você pode especificar o objeto ao qual se deseja dar saída.
Observação   Você pode dar saída aos dados selecionados com o comando Salvar Como/Exportar. Entretanto, essa funcionalidade não está disponível com a ação SaídaPara.
Você também pode apontar para VínculosDoOffice no menu Ferramentas, depois clicar em Analisar com o MS Excel ou Publicar com o MS Word para dar saída a um objeto do banco de dados, e abrir o arquivo de saída imediatamente no Microsoft Excel ou no Microsoft Word. Você também pode clicar em Salvar Como HTML no menu Arquivo, que executa o Assistente de Criação para a Web, o qual você pode utilizar para dar saída a um objeto do banco de dados para arquivos .html,.htx/.idc ou .asp.

 

Sair

Você pode utilizar a ação Sair para sair do Microsoft Access. A ação Sair pode também especificar uma dentre várias opções para salvar objetos de banco de dados antes de sair do Microsoft Access.

Esta ação tem o mesmo efeito que clicar em Sair a partir do menu Arquivo. Se você tiver algum objeto não salvo quando clicar neste comando, as caixas de diálogo que aparecerão serão as mesmas exibidas quando você utiliza Aviso para o argumento Opções da ação Sair.
Você pode utilizar a ação Salvar em uma macro para salvar um objeto especificado sem ter de sair do Microsoft Access ou fechar o objeto.

Opções            -> Especifica o que acontece com objetos não salvos quando você sai do Microsoft Access. Clique em Aviso (para exibir caixas e diálogos que perguntam se deve salvar cada objeto), Salvar Tudo (para salvar todos os objetos sem avisos de caixas de diálogo) ou Sair (para sair sem salvar os objetos) da caixa Opções da seção Argumentos da Ação da janela Macro. O padrão é Salvar Tudo.

O Microsoft Access não executa nenhuma ação após a ação Sair em uma macro.
Você pode utilizar esta ação para sair do Microsoft Access sem avisos de caixas de diálogo Salvar utilizando um comando de menu personalizado ou um botão em um formulário. Por exemplo, você pode ter um formulário mestre utilizado para exibir os objetos do seu espaço de trabalho personalizado. Esse formulário pode ter um botão Sair que execute uma macro contendo a ação Sair com o argumento Opções definido como Salvar Tudo.

SelecionarObjeto

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação SelecionarObjeto

 

Você pode utilizar a ação SelecionarObjeto para selecionar um objeto de banco de dados especificado.

Freqüentemente, você pode usar essa ação para selecionar um objeto sobre o qual você queira efetuar ações adicionais. Por exemplo, você poderia querer restaurar um objeto que tivesse sido minimizado (utilizando a ação Restaurar) ou maximizar uma janela que contenha um objeto com o qual você queira trabalhar (utilizando a ação Maximizar).

Ao selecionar um formulário, você poderá utilizar as ações IrParaControle, IrParaRegistro e IrParaPágina para mover até áreas específicas do formulário. A ação IrParaRegistro também funciona com folhas de dados.

Tipo de Objeto -> O tipo do objeto de banco de dados a selecionar. Clique em Tabela, Consulta, Formulário, Relatório, Macro ou Módulo na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Este é um argumento requerido.
Nome do Objeto -> O nome do objeto a selecionar. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos no banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de objeto. Este é um argumento requerido, a não ser que você defina o argumento Na janela banco de dados como Sim. Se você definir o argumento na janela Banco de dados como Sim e deixar o argumento Nome do Objeto em branco, o Microsoft Access selecionará a guia na janela Banco de Dados que corresponda ao objeto do banco de dados que você especificar no argumento Tipo de Objeto.
Na Janela Banco de Dados -> Especifica se o Microsoft Access seleciona o objeto na janela Banco de dados. Clique em Sim (para selecionar o objeto na janela Banco de dados) ou em Não (para não selecionar o objeto na janela Banco de dados). O padrão é Não.

A ação SelecionarObjeto funciona com qualquer objeto do Microsoft Access que possa receber o foco. Esta ação dá o foco ao objeto especificado e mostra o objeto se ele estiver oculto. Se o objeto é um formulário, a ação SelecionarObjeto define a propriedade Visível  do formulário como Sim e devolve o formulário ao modo definido por suas propriedades de formulário (por exemplo, como um formulário modal ou pop-up).

Se o objeto não estiver aberto em uma das outras janelas do Microsoft Access, você pode selecioná-lo na janela Banco de dados definindo o argumento Na Janela Banco de Dados como Sim. Se você definir o argumento Na Janela Banco de Dados como Não, uma mensagem de erro aparecerá quando você tentar selecionar um objeto que não esteja aberto.

ExecutarAplicativo

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
ExecutarAplicativo

Você pode utilizar a ação ExecutarAplicativo para executar um aplicativo baseado no Windows ou no MS-DOS, tal como o Microsoft Excel, Microsoft Word ou Microsoft PowerPoint, de dentro do Microsoft Access. Por exemplo, você pode querer colar dados de uma planilha Microsoft Excel no seu banco de dados do Microsoft Access.

Os aplicativos baseados no MS-DOS são executados numa janela MS-DOS dentro do ambiente Windows.
No Windows 3.1, esta ação tem o mesmo efeito que um clique duplo no ícone de um programa do grupo de programas Windows ou que executar um programa a partir da caixa de diálogo Executar no Gerenciador de Programas do Windows. No Windows 95, existem várias maneiras de iniciar um aplicativo, incluindo iniciar o programa a partir do Windows Explorer, utilizar o comando Executar no menu Iniciar e dar um clique duplo no ícone de um programa na Área de Trabalho do Windows.

Linha de Comando : A linha de comando utilizada para iniciar o aplicativo (incluindo o caminho e qualquer outro tipo de parâmetro necessário, como chaves que executem o aplicativo em um determinado modo). Insira a linha de comando na caixa Linha de Comando na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Este é um argumento requerido.
O aplicativo selecionado com esta ação é carregado e executado em primeiro plano. A macro contendo esta ação continua a ser executada.
Você pode transferir dados entre outros aplicativos e o Microsoft Access  utilizando o recurso de intercâmbio dinâmico de dados (DDE, Dynamic Data Exchange) ou a Área de Transferência do Windows. Você pode utilizar a ação EnviarSeqüênciaDeCaracteres para enviar pressionamentos de teclas para o outro aplicativo (embora o DDE seja um método mais eficiente de transferência de dados). Você também pode compartilhar dados entre aplicativos utilizando a Automação.

Imprimir

É possível utilizar a ação Imprimir para imprimir o objeto ativo no banco de dados aberto. Você pode imprimir folhas de dados, relatórios, formulários e módulos.

Dica   Caso tenha definições de impressão específicas que você utiliza com freqüência, crie uma macro contendo a ação Imprimir com essas definições em seus argumentos.

Os argumentos para essa ação correspondem às opções na caixa de diálogo Imprimir. Entretanto, diferentemente da ação EncontrarRegistro e da caixa de diálogo Localizar no Campo, as definições do argumento não são compartilhadas com as opções da caixa de diálogo Imprimir.

Intervalo de Impressão -> O intervalo para imprimir. Clique em Tudo (o usuário pode imprimir o objeto inteiro), Seleção (o usuário pode imprimir a parte do objeto que está selecionada) ou Páginas (o usuário pode especificar um intervalo de páginas nos argumentos Da Página e À Página) na caixa Intervalo de Impressão na seção Argumentos da Ação da janela Macro. O padrão é Tudo.
Da Página -> A primeira página a ser impressa. A impressão inicia no topo dessa página. Esse argumento será requerido se você selecionar Páginas na caixa Intervalo de Impressão.
À Página -> A última página a ser impressa. A impressão é interrompida na parte inferior dessa página. Esse argumento será requerido se você selecionar Páginas na caixa Intervalo de Impressão.
Qualidade de Impressão -> A qualidade da impressão. Clique em Alta, Média, Baixa ou Rascunho. Quanto mais baixa a qualidade, mais rápida a impressão do objeto. O padrão é Alta.
Cópias O número de cópias a serem impressas. O padrão é 1.
Agrupar Cópias          -> Clique em Sim (agrupa as cópias impressas) ou Não (não agrupa as cópias). A impressão do objeto pode ser mais rápida se esse argumento for definido como Não. O padrão é Sim.

MostrarBarraDeFerramentas

Você pode utilizar a ação MostrarBarraDeFerramentas para exibir ou ocultar uma barra de ferramentas interna ou personalizada. Você pode exibir uma barra de ferramentas interna em todas as janelas do Microsoft Access ou somente no modo no qual a barra de ferramentas é normalmente exibida (por exemplo, a barra de ferramentas Modo Formulário no modo Formulário).

Observação: A ação MostrarBarraDeFerramentas afeta somente as barras de ferramentas, não as barras de menu ou os menus de atalho.
Se desejar exibir uma determinada barra de ferramentas em apenas um formulário ou relatório, você poderá definir a propriedade Ao Ativar do formulário ou relatório como o nome de uma macro que contenha uma ação MostrarBarraDeFerramentas para exibir a barra de ferramentas. Defina então a propriedade Ao Desativar do formulário ou relatório com o nome de uma macro que contenha uma ação MostrarBarraDeFerramentas para ocultá-la.

A ação MostrarBarraDeFerramentas tem o mesmo efeito que apontar para Barras de Ferramentas no menu Exibir, clicar em Personalizar e, então, selecionar ou limpar uma barra de ferramentas específica na guia Barras de Ferramentas da caixa de diálogo Personalizar. A ação MostrarBarraDeFerramentas permite que você especifique se uma barra de ferramentas interna será exibida em todas as janelas do Microsoft Access ou apenas no modo no qual ela é normalmente exibida.

Nome da Barra de Ferramentas -> O nome da barra de ferramentas que você deseja exibir ou ocultar. A caixa Nome da Barra de Ferramentas na seção Argumentos da Ação da janela Macro mostra todas as barras de ferramentas internas do Microsoft Access, seguidas por quaisquer barras de ferramentas personalizadas que você tenha definido no banco de dados atual. Este é um argumento requerido.
Se a caixa de seleção Permitir Barras de Ferramentas Internas da caixa de diálogo Inicializar (disponível clicando-se em Inicializar no menu Ferramentas) estiver desmarcada, você só poderá utilizar esta ação para exibir e ocultar barras de ferramentas personalizadas.
Se você executar uma macro contendo a ação MostrarBarraDeFerramentas em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Access procurará primeiro a barra de ferramentas com esse nome no banco de dados biblioteca, e em seguida, no banco de dados atual.
Mostrar -> Especifica se a barra de ferramentas será exibida ou ocultada e em quais modos. O padrão é Não (ocultar a barra de ferramentas).
Para barras de ferramentas internas, você pode selecionar Sim para exibir a barra de ferramentas em todas janelas do Microsoft Access que ficarem ativas, Quando Adequado para exibir a barra de ferramentas apenas no modo no qual ela é normalmente exibida (como o Microsoft Access faz por padrão), ou Não para ocultar a barra de ferramentas em todas as janelas do Microsoft Access.
Para barras de ferramentas personalizadas, você pode selecionar Sim ou Quando Adequado para exibir a barra de ferramentas personalizada em todas as janelas do Microsoft Access que ficarem ativas ou Não para ocultar a barra de ferramentas em todas as janelas do Microsoft Access.

Renomear

Você pode utilizar a ação Renomear para renomear um objeto de banco de dados especificado.

Você também pode renomear um objeto clicando nele na janela Banco de Dados, clicando nele novamente para poder editar o nome dele, e digitando um novo nome. Com a ação Renomear, você não precisa primeiro selecionar um objeto na janela Banco de dados nem interromper a macro para digitar o novo nome.
Esta ação difere da ação CopiarObjeto, que cria uma cópia do objeto sob um novo nome.

Novo Nome -> Um novo nome para o objeto de banco de dados. Digite o nome do objeto na caixa Novo Nome da seção Argumentos da Ação da janela Macro. Este é um argumento requerido.
Tipo de Objeto -> O tipo de objeto que você deseja renomear. Clique em Tabela, Consulta, Formulário, Relatório, Macro ou Módulo. Para renomear o objeto selecionado na janela Banco de dados, deixe este argumento em branco.
Nome Antigo ->          O nome do objeto a ser renomeado. A caixa Nome Antigo mostra todos os objetos do banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto. Se você deixar o argumento Tipo de Objeto em branco, deixe este argumento em branco também. Observação   Se você executar uma macro contendo a ação Renomear em um banco de dados biblioteca, o Microsoft Access procurará pelo objeto com esse nome primeiro no banco de dados biblioteca, e depois do banco de dados atual.

O novo nome do objeto de banco de dados precisa seguir as convenções de denominação padrões para objetos do Microsoft Access.
Você não pode renomear um objeto aberto.
Se você deixar vazios os argumentos Tipo de Objeto e Nome Antigo, o Microsoft Access renomeará o objeto selecionado na janela Banco de dados. Para selecionar um objeto na janela Banco de dados, você pode utilizar a ação SelecionarObjeto com o argumento Na Janela Banco de Dados definido como Sim.

Salvar

Você pode utilizar a ação Salvar para salvar um objeto do Microsoft Access especificado ou o objeto ativo se nenhum for especificado. Você também pode salvar o objeto ativo com um novo nome em alguns casos (funciona como o comando Salvar como/Exportar do menu Arquivo).

Observação:  Você não pode utilizar a ação Salvar para salvar qualquer um dos seguintes itens com um novo nome:

  • Um formulário no modo Formulário ou modo Folha de Dados.
  • Um relatório em Visualizar Impressão.
  • Um módulo.

 

A ação Salvar, seja ela realizada em uma macro executada no banco de dados atual ou em um banco de dados biblioteca, sempre grava o objeto especificado ou o objeto ativo no banco de dados no qual o objeto foi criado.

Se você salvar o objeto ativo com um novo nome, mas o nome for igual ao de um objeto existente desse tipo, uma caixa de diálogo perguntará se você deseja sobrescrever o objeto existente. Se você definiu o argumento Avisos Ativos da ação DefinirAvisos como Não, a caixa de diálogo não será exibida e o objeto antigo será automaticamente sobrescrito.

Tipo de Objeto -> O tipo de objeto que você deseja salvar. Clique em Tabela, Consulta, Formulário, Relatório, Macro ou Módulo na caixa Tipo de Objeto na seção Argumentos da Ação da janela Macro. Para selecionar o objeto ativo, deixe este argumento em branco. Se você selecionar um tipo de objeto neste argumento, você precisará selecionar um nome de um objeto existente no argumento Nome do Objeto.
Nome do Objeto -> O nome do objeto a ser salvo. A caixa Nome do Objeto mostra todos os objetos do banco de dados do tipo selecionado pelo argumento Tipo de Objeto. Se você deixar o argumento Tipo de Objeto vazio, você poderá deixar este argumento em branco para salvar o objeto ativo ou, em alguns casos, para salvar o objeto ativo, digitar um novo nome neste argumento. Se você digitar um novo nome, este deverá seguir as convenções de denominação padrões para objetos do Microsoft Access.

A ação Salvar funciona com todos os objetos do banco de dados que o usuário possa abrir e salvar explicitamente. O objeto especificado precisa estar aberto para que a ação Salvar tenha algum efeito sobre o objeto. Esta ação tem o mesmo efeito que selecionar um objeto e então salvá-lo clicando em Salvar no menu Arquivo ou clicando em Salvar    na barra de ferramentas. Deixar o argumento Tipo de Objeto em branco e inserir um novo nome no argumento Nome do Objeto tem o mesmo efeito que clicar em Salvar Como/Exportar no menu Arquivo e digitar um novo nome para o objeto ativo. A utilização da ação Salvar permite que você especifique um objeto a ser salvo e que efetue um comando Salvar como/Exportar a partir de uma macro.

TransferirBancoDeDados

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirBancoDeDados

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirBancoDeDados

 

 

 

 

 

 

 

Você pode utilizar a ação TransferirBancoDeDados para importar ou exportar dados entre o banco de dados atual do Microsoft Access e um outro banco de dados. Você também pode vincular uma  tabela ao banco de dados atual do Microsoft Access a partir de um outro banco de dados. Com uma tabela vinculada, você tem acesso aos dados da tabela enquanto a própria tabela permanece no outro banco de dados.

Você pode importar e exportar tabelas entre o Microsoft Access e outros tipos de bancos de dados. Você também pode exportar consultas seleção do Microsoft Access para outros tipos de bancos de dados. O Microsoft Access exporta o conjunto de resultados da consulta na forma de uma tabela. Você pode importar e exportar qualquer objeto de banco de dados do Microsoft Access se ambos os bancos de dados forem do Microsoft Access.
No Microsoft Access 2007, se você importar uma tabela de um outro banco de dados do Microsoft Access que seja uma tabela vinculada àquele banco de dados, ela ainda estará vinculada depois de você importá-la. Ou seja, o vínculo é importado, não a tabela em si.

Se o banco de dados que você estiver acessando exigir uma senha, uma caixa de diálogo é exibida quando você executa a macro. Digite a senha nessa caixa de diálogo.

Observação : Você só pode importar e exportar dados entre bancos de dados do Microsoft Access e do FoxPro versão 3.0. Você não pode vincular às tabelas nesses bancos de dados do FoxPro.

A ação TransferirBancoDeDados é semelhante a apontar para Obter Dados Externos ou Salvar Como/Exportar no menu Arquivo da janela Banco de Dados e clicar em Importar ou Vincular Tabelas. Você pode utilizar esses comandos para selecionar uma fonte de dados, como Microsoft Access ou um tipo de banco de dados, planilha ou arquivo de texto. Se você selecionar um banco de dados, uma ou mais caixas de diálogo serão exibidas para que nelas você selecione o tipo de objeto a ser importado ou exportado (para bancos de dados Microsoft Access), o nome do objeto e outras opções, dependendo do banco de dados do qual você está importando ou ao qual está exportando ou vinculando. Esses argumentos da ação TransferirBancoDeDados refletem as opções dessas caixas de diálogo.

Se você deseja fornecer informações de índice para uma tabela vinculada FoxPro ou dBASE, primeiro vincule a tabela FoxPro ou dBASE, apontando para Obter Dados Externos no menu Arquivo e clicando em Vincular Tabelas, e especifique então os índices nas caixas de diálogos desse comando. O Microsoft Access armazena as informações de índice em um arquivo de informações (.inf) especial, localizado na pasta Office (o caminho é C:\Arquivos de Programas\Microsoft Office\Office). Você pode então excluir o vínculo à tabela. Na próxima vez que utilizar a ação TransferirBancoDeDados para vincular esta tabela FoxPro ou dBASE, o Microsoft Access utilizará as informações de índice que você tiver especificado.

Observação :  Se você consultar ou filtrar uma tabela vinculada, a consulta ou o filtro coincidirá maiúsculas e minúsculas.

Tipo de Transferência -> O tipo de transferência que você deseja fazer. Selecione Importar, Exportar ou Vincular na caixa Tipo de Transferência da seção Argumentos da Ação da janela Macro. O padrão é Importar.
Tipo de Banco de Dados -> O tipo de banco de dados do qual importar, para o qual exportar ou ao qual vincular. Você pode selecionar Microsoft Access ou um dos outros tipos de banco de dados na caixa Tipo de Banco de Dados. O padrão é Microsoft Access.
Os tipos de bancos de dados mostrados no argumento Tipo de Banco de Dados dependem de como você configurou o Microsoft Access. Nem todos os tipos de bancos de dados são instalados por padrão. Se o tipo de banco de dados que você deseja utilizar para importação, exportação ou vinculação não estiver disponível, execute o Programa de Instalação do Microsoft Access, clique na opção Adicionar/Remover, selecione a opção Acesso a Dados na caixa de diálogo e clique no botão Alterar Opção e selecione então o tipo de banco de dados que você deseja instalar a partir da caixa Drivers para Bancos de Dados e clique novamente no botão Alterar Opção. Alguns drivers para banco de dados são incluídos apenas no Office 97 ValuPack (além disso, o ValuPack inclui todos os drivers para bancos de dados disponíveis a partir do Programa de Instalação do Microsoft Access). Para obter informações sobre a instalação de drivers para banco de dados a partir do ValuPack, consulte Sobre o Office 97 ValuPack.
Nome do Banco de Dados -> O nome do banco de dados do qual importar, para o qual exportar ou ao qual vincular. Inclua o nome completo do caminho. Este é um argumento requerido.
Para tipos de bancos de dados que utilizam arquivos separados para cada tabela, como o FoxPro, Paradox e dBASE, digite a pasta que contém o arquivo. Digite o nome do arquivo no argumento Origem (para importar ou vincular) ou o argumento Destino (para exportar).
Para bancos de dados ODBC, digite a seqüência de conexão Open Database Connectivity (ODBC) completa. Para visualizar um exemplo de seqüência de conexão, vincule uma tabela externa ao Microsoft Access apontando para Obter Dados Externos no menu Arquivo e clicando em Vincular Tabelas. Abra a tabela no Modo Design e visualize as propriedades da tabela. O texto na definição da propriedade Descrição é a seqüência de conexão para esta tabela.
Para obter maiores informações sobre seqüências de conexão ODBC, consulte o arquivo Ajuda ou alguma outra documentação sobre o driver ODBC deste tipo de banco de dados ODBC.
Tipo de Objeto -> O tipo de objeto a importar ou exportar. Se você selecionar Microsoft Access para o argumento Tipo de Banco de Dados, você poderá selecionar Tabela, Consulta, Formulário, Relatório, Macro ou Módulo na caixa Tipo de Objeto. Se você selecionar qualquer outro tipo de banco de dados ou se selecionar Vincular na caixa Tipo de Transferência, este argumento será ignorado. O padrão é Tabela.
Se você estiver exportando uma consulta seleção para um banco de dados do Microsoft Access, selecione Tabela neste argumento para exportar o conjunto de resultados da consulta, e selecione Consulta para exportar a própria consulta. Se você estiver exportando uma consulta seleção para um outro tipo de banco de dados, este argumento será ignorado e o conjunto de resultados da consulta será exportado.
Origem -> O nome da tabela, consulta seleção ou objeto do Microsoft Access que você deseja importar, exportar ou vincular. Para alguns tipos de banco de dados, como o FoxPro, Paradox ou dBASE, é um nome de arquivo. Inclua a extensão de nome de arquivo (como .dbf) no nome. Este é um argumento requerido.
Destino -> O nome da tabela, consulta seleção ou objeto do Microsoft Access importado, exportado ou vinculado, no banco de dados de destino. Para alguns tipos de bancos de dados, como FoxPro, Paradox ou dBASE, é um nome de arquivo. Inclua a extensão de nome de arquivo (como .dbf) no nome. Este é um argumento requerido.
Se você selecionar Importar no argumento Tipo de Transferência e Tabela no argumento Tipo de Objeto, o Microsoft Access criará uma nova tabela contendo os dados da tabela importada.
Se você importar uma tabela ou outro objeto, o Microsoft Access adicionará um número ao nome se este conflitar com um nome existente. Por exemplo, se você importar Funcionários e esse nome já existir, o Microsoft Access renomeará a tabela ou outro objeto importado para Funcionários1.
Se você exportar para um banco de dados do Microsoft Access ou algum outro, o Microsoft Access substituirá automaticamente qualquer tabela ou outro objeto existente de mesmo nome.
Somente Estrutura -> Especifica se vai importar ou exportar somente a estrutura de uma tabela de banco de dados, sem nenhum dos dados. Selecione Sim ou Não. O padrão é Não.

TransferirPlanilha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirPlanilha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirPlanilha

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirPlanilha

Você pode utilizar a ação TransferirPlanilha para importar ou exportar dados entre o banco de dados atual do Microsoft Access e um arquivo de planilha. Você também pode vincular os dados de uma planilha do Microsoft Excel ao banco de dados atual do Microsoft Access. Com uma planilha vinculada, você pode visualizar e editar os dados da planilha com o Microsoft Access ainda permitindo acesso completo aos dados a partir do seu programa de planilha eletrônica Microsoft Excel. Você também pode vincular aos dados em um arquivo de planilha do Lotus 1-2-3, mas estes dados serão somente para leitura no Microsoft Access.

Você pode exportar os dados nas consultas seleção do Microsoft Access para planilhas. O Microsoft Access exporta o conjunto de resultados da consulta, tratando-o como uma tabela.
Os dados de planilha que você acrescenta a uma tabela existente do Microsoft Access precisam ser compatíveis com a estrutura da tabela. Cada campo na planilha precisa ser do mesmo tipo de dados que o campo correspondente na tabela, e os campos precisam estar na mesma ordem (a menos que você defina o argumento Contém Nomes de Campos como Sim, situação na qual os nomes de campos da planilha precisam coincidir com os nomes de campos da tabela).

Esta ação é semelhante a apontar para Obter Dados Externos ou Salvar Como/Exportar no menu Arquivo da janela Banco de Dados e clicar em Importar ou Vincular Tabelas. Você pode utilizar esses comandos para selecionar uma fonte de dados, como o Microsoft Access ou um tipo de banco de dados, planilha ou arquivo de texto. Se você selecionar uma planilha, aparecerá uma série de caixas de diálogo ou será executado um assistente do Microsoft Access, no qual você selecionará o nome da planilha e outras opções. Os argumentos da ação TransferirPlanilha refletem as opções dessas caixas de diálogos ou dos assistentes.

Observação :  Se você consultar ou filtrar uma planilha vinculada, a consulta ou o filtro coincidirá maiúsculas e minúsculas.

Se você vincular a uma planilha do Excel aberta no modo Editar, o Access aguardará até que a planilha saia do modo Editar antes de completar o vínculo; não há tempo limite.

Tipo de Transferência -> O tipo de transferência que você deseja fazer. Selecione Importar, Exportar ou Vincular na caixa Tipo de Transferência da seção Argumentos da Ação da janela Macro. O padrão é Importar.
Tipo de Planilha Eletrônica -> O tipo de planilha do qual importar, para o qual exportar ou ao qual vincular. Você pode selecionar um dos tipos de planilha da caixa. O padrão é Microsoft Excel 3.
Observações :  Caso queira importar, exportar ou vincular dados de planilha eletrônica de ou para arquivos Lotus 1-2-3, você precisa instalar o driver para o Lotus 1-2-3 a partir do Office 97 ValuPack. Para obter informações sobre a instalação desse driver a partir do ValuPack, consulte Sobre o Office 97 ValuPack.

 

Você pode importar dos arquivos .WK4 do Lotus e vincular a eles (somente leitura), mas não pode exportar dados do Microsoft Access a esse formato de planilha. O Microsoft Access não suporta mais importação, exportação ou vinculação de dados de planilhas do Lotus .WKS ou do Microsoft Excel versão 2.0 com esta ação. Se você desejar importar a partir de ou vincular aos dados de planilha no Microsoft Excel versão 2.0 ou no formato .WKS do Lotus, converta os dados da planilha em uma versão posterior do Microsoft Excel ou Lotus 1-2-3 antes de importar ou vincular os dados ao Microsoft Access.
Nome da Tabela -> O nome da tabela do Microsoft Access para a qual importar, da qual exportar ou à qual vincular dados de planilha. Você também pode digitar o nome da consulta seleção do Microsoft Access a partir da qual você deseja exportar os dados. Este é um argumento requerido.
Se você selecionar Importar no argumento Tipo de Transferência, o Microsoft Access acrescentará os dados de planilha a essa tabela, se a tabela já existir. Caso contrário, o Microsoft Access criará uma nova tabela contendo os dados de planilha.
No Microsoft Access 2007, você não pode utilizar uma instrução SQL para especificar os dados a exportar quando estiver utilizando a ação TransferirPlanilha. Em vez de utilizar uma instrução SQL, é preciso antes criar uma consulta e, em seguida, especificar o nome da consulta no argumento Nome da Tabela.
Nome do Arquivo ->O nome do arquivo de planilha do qual importar, para o qual exportar ou ao qual vincular. Inclua o caminho completo. Este é um argumento requerido.
O Microsoft Access cria uma nova planilha quando você exporta dados a partir dele. Se o nome do arquivo for igual ao nome de uma planilha existente, o Microsoft Access substituirá a planilha existente, a menos que você esteja exportando para uma planilha do Microsoft Excel versão 5.0, 7.0, ou um workbook do Excel 97. Neste caso, o Microsoft Access copiará os dados exportados no próximo worksheet novo do workbook.
Se você estiver importando de ou vinculando a uma planilha do Microsoft Excel versão 5.0, 7.0 ou do Excel 97, você poderá especificar um worksheet utilizando o argumento Intervalo.
Contém Nomes de Campos ->            Especifica se a primeira linha da planilha contém os nomes dos campos. Se você selecionar Sim, o Microsoft Access utilizará os nomes dessa linha como nomes de campo na tabela do Microsoft Access quando você importar ou vincular os dados de planilha. Se você selecionar Não, o Microsoft Access tratará a primeira linha como uma linha de dados normal. O padrão é Não.

Quando você exportar uma tabela ou uma consulta seleção do Microsoft Access para uma planilha, os nomes dos campos serão inseridos na primeira linha da planilha, independentemente daquilo que for selecionado neste argumento.
Intervalo -> O intervalo de células a importar ou vincular. Deixe este argumento em branco para importar ou vincular toda a planilha. Você pode digitar o nome de um intervalo da planilha ou especificar o intervalo de células a importar ou vincular, como A1:E25 (observe que a sintaxe A1..E25 não funciona mais no Microsoft Access 2007). Se você estiver importando de uma planilha ou vinculando a ela, uma versão Microsoft Excel 5.0, 7.0 ou do Excel 97, você poderá colocar o nome da planilha e um ponto de exclamação antes do intervalo; por exemplo, Poupança!A1:C7.
Observação   Quando você exporta para um planilha, é preciso deixar este argumento em branco. Se você inserir um intervalo, a exportação irá falhar.

TransferirTexto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirTexto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirTexto

 

 

 

 

 

 

 

Continuação
da Ação
TransferirTexto

Você pode utilizar a ação TransferirTexto para importar ou exportar texto entre o banco de dados atual do Microsoft Access e um arquivo de texto. Você pode também vincular os dados de um arquivo de texto ao banco de dados atual do Microsoft Access. Com um arquivo de texto vinculado, você pode visualizar os dados de texto com o Microsoft Access e, ao mesmo tempo, permitir acesso completo aos dados a partir de seu programa de processamento de texto. Você pode também importar de uma tabela ou lista, exportar para elas e vinculá-las a um arquivo HTML (*.html).

Você pode exportar os dados de consultas seleção do Microsoft Access para arquivos de texto. O Microsoft Access exporta o conjunto de resultados da consulta, tratando-o como uma tabela.
Os dados de texto que você acrescenta a uma tabela existente do Microsoft Access precisam ser compatíveis com a estrutura da tabela. Cada campo do texto precisa ser do mesmo tipo de dados que o do campo correspondente na tabela e os campos precisam estar na mesma ordem (a menos que você defina o argumento Contém Nomes de Campos como Sim; neste caso, os nomes dos campos no texto precisam coincidir com os nomes dos campos na tabela).

Esta ação é semelhante a apontar para Obter Dados Externos ou Salvar Como/Exportar no menu Arquivo da janela Banco de Dados e clicar em Importar ou Vincular Tabelas. Você pode utilizar esses comandos para selecionar uma fonte de dados, como o Microsoft Access ou um tipo de banco de dados, planilha ou arquivo de texto. Se você selecionar um arquivo de texto delimitado, um de largura fixa, ou um arquivo HTML, um assistente solicitará que você selecione o nome do arquivo e outras opções. Os argumentos da ação TransferirTexto refletem as opções desses assistentes.

Dica: Uma especificação de importação/exportação armazena as informações que o Microsoft Access precisa para importar, exportar ou vincular um arquivo de texto. Você pode utilizar especificações armazenadas para importar, exportar ou vincular dados de texto a partir de ou para arquivos de texto similares. Por exemplo, é possível receber valores de vendas semanais em um arquivo de texto de um computador mainframe. Você pode criar e salvar uma especificação para esse tipo de dados e então utilizar a especificação sempre que adicionar esses valores ao seu banco de dados do Microsoft Access.

Observação :  Se você consultar ou filtrar um arquivo de texto vinculado, a consulta ou o filtro coincidirá maiúsculas e minúsculas.

Tipo de Transferência -> O tipo de transferência que você deseja fazer. Você pode importar dados de, exportar dados para, ou vincular dados de arquivos de texto delimitado , de largura fixa ou arquivos HTML. Você também pode exportar dados para um arquivo de dados de mala direta do Microsoft Word, o qual você pode então utilizar com o recurso de mala direta do Microsoft Word para criar documentos mesclados, como cartas modelo e etiquetas de endereçamento.
Selecione Importação Delimitada, Importação com Largura Fixa, Importação HTML, Exportação Delimitada, Exportação com Largura Fixa, Exportação HTML, Exportar Mala Direta do Word para Windows, Vínculo Delimitado, Vínculo com Largura Fixa ou Vincular HTML na caixa Tipo de Transferência na seção Argumentos da Ação da janela Macro. O padrão é Importação Delimitada.
Nome da Especificação -> O nome da especificação para o conjunto de opções que determinam como um arquivo texto é importado, exportado ou vinculado. Este é um argumento requerido para arquivos de texto de largura fixa.
Você pode utilizar o subcomando Importar ou Vincular Tabelas do comando Obter Dados Externos ou o comando Salvar Como/Exportar do menu Arquivo para criar uma especificação para um determinado tipo de arquivo de texto, como um arquivo de texto delimitado que utiliza tabulações para separar campos e tem um formato mês-dia-ano para datas. Quando você clica em um desses comandos e seleciona um tipo de arquivo de texto para importar, exportar ou vincular, o Assistente de Importação de Texto, o Assistente de Exportação de Texto ou o Assistente de Vinculação de Texto é executado. Você pode clicar no botão Avançado do assistente e, em seguida, definir e salvar uma especificação na caixa de diálogo que é exibida. Você pode então digitar o nome da especificação nesse argumento sempre que desejar importar ou exportar o mesmo tipo de arquivo de texto.
Você pode importar, exportar ou vincular arquivos de texto delimitado sem digitar um nome de especificação para esse argumento. Nesse caso, o Microsoft Access utiliza os padrões a partir da caixa de diálogo do assistente. O Microsoft Access utiliza um formato predeterminado para arquivos de dados de mala direta, portanto você nem precisa digitar um nome de especificação para esse argumento quando exporta esses tipos de arquivos. Você pode utilizar especificações de importação/exportação com arquivos HTML, mas a única parte da especificação que se aplica é aquela para a formatação do tipo de dados.
Nome da Tabela -> O nome da tabela do Microsoft Access para a qual importar, da qual exportar ou à qual vincular dados de texto. Você pode também digitar o nome de uma consulta seleção do Microsoft Access da qual você deseja exportar os dados. Este é um argumento requerido.
Se você clicar em Importação Delimitada, Importação com Largura Fixa ou Importação HTML na caixa Tipo de Transferência, o Microsoft Access acrescentará os dados de texto a essa tabela, se a tabela já existir. Caso contrário, o Microsoft Access criará uma nova tabela contendo os dados de texto.
No Microsoft Access 2007, você não pode utilizar uma instrução SQL para especificar dados para exportar quando estiver utilizando a ação TransferirTexto. Em lugar de utilizar uma instrução SQL, você precisa antes criar uma consulta e então especificar o nome da consulta no argumento Nome da Tabela.
Nome do Arquivo -> O nome do arquivo de texto do qual importar, para o qual exportar ou ao qual vincular. Inclua o nome completo do caminho. Este é um argumento requerido.
O Microsoft Access cria um novo arquivo de texto quando você exporta dados a partir dele. Se o nome de arquivo for igual ao de um outro existente, o Microsoft Access substituirá o arquivo de texto existente.
Se quiser importar ou vincular uma determinada tabela ou lista de um arquivo HTML, você pode utilizar o argumento Nome da Tabela HTML.
Contém Nomes de Campos -> Especifica se a primeira linha do arquivo de texto contém os nomes dos campos. Se você selecionar Sim, o Microsoft Access utilizará os nomes dessa linha como nomes dos campos na tabela do Microsoft Access quando você importar ou vincular os dados de texto. Se você selecionar Não, o Microsoft Access tratará a primeira linha como uma linha de dados normal. O padrão é Não.
O Microsoft Access ignora esse argumento para arquivos de dados de mala direta do Word para Windows porque a primeira linha precisa conter os nomes dos campos..
Ao exportar-se uma tabela ou uma consulta seleção do Microsoft Access para um arquivo texto delimitado ou de largura fixa, o Microsoft Access digitará os nomes dos campos da sua tabela  ou consulta seleção na primeira linha do arquivo de texto se você tiver selecionado Sim para este argumento.
Se você estiver importando ou vinculando um arquivo de texto de largura fixa e selecionar Sim nesta caixa, a primeira linha contendo os nomes dos campos deverá utilizar o delimitador de campo definido na especificação de importação/exportação para separar os nomes dos campos. Se você estiver exportando para um arquivo de texto de largura fixa e selecionar Sim para este argumento, o Microsoft Access digitará os nomes dos campos na primeira linha do arquivo de texto com este delimitador.
Nome da Tabela HTML -> O nome da tabela ou lista do arquivo HTML que você deseja importar ou vincular. Este argumento será ignorado, a menos que o argumento Tipo de Transferência esteja definido como Importação HTML ou Vínculo HTML. Se deixar este argumento em branco, a primeira tabela ou lista do arquivo HTML será importada ou vinculada.
O nome da tabela ou lista do arquivo HTML é determinado pelo texto especificado pela marca <CAPTION>, se houver uma. Se não houver; o nome será determinado pelo texto especificado pela marca <TITLE>. Se mais de uma tabela ou lista tiver o mesmo nome, o Microsoft Access as diferenciará adicionando um número ao final de cada nome; por exemplo, Funcionários1 e Funcionários2.

Nesta tabela foram apresentadas todas as ações de Macro disponíveis no Microsoft Access 2007, a sua utilização e os parâmetros de cada uma. Você pode utilizar este material como uma referência quando estiver criando macros para os seus Bancos de Dados. No Próximo ítem veremos algumas aplicações práticas de macros, para salientarmos a aplicação de algumas das ações apresentadas. Também estaremos associando Macros com Eventos em formulários e relatórios, o que é uma prática bastante comum.

« Anterior Δ Página principal ¤ Índice Próxima »

ESTA LIÇÃO FAZ PARTE DO SEGUINTE LIVRO DO JÚLIO BATTISTI:

 

Se você não quiser aguardar até que todas as lições sejam publicadas aqui no site (previsão de conclusão para o final de 2017), você pode ter acesso a todas as lições comprando o livro a seguir e ainda receber, de bônus, mais de 37 horas de Vídeo Aulas de Access.

 

Aprenda com Júlio Battisti: Access 2007 Avançado,

Macros e Introdução à Programação VBA

  • Crie campos calculados, critérios avançados e Consultas Parametrizadas.

  • Aprenda os comandos SQL em detalhes.

  • Criação e Utilização de Macros.

  • Configurações de Segurança do Banco de dados.

  • Exemplos práticos explicados passo a passo.

  • Introdução à programação VBA com exemplos.

  • BôNUS: 37,5 horas de Vídeo Aulas de Excel e Acc.ess +  DVD com 3167 E-books + 2400 Planilhas Profissionais Editáveis do Excel de bônus.

Aprenda com Júlio Battisti: Access 2007 Avançado, Macros e Introdução à Programação VBA

Aprenda com Júlio Battisti: Access 2007 Avançado, Macros e Introdução à Programação VBA

Na compra deste livro você recebe, via Download, todos os Bônus a Seguir:

  • Bônus 01: Vídeo Aula: Access 2007 - Básico e Prático - 5:30 horas

  • Bônus 02: Vídeo Aula: Access 2007 - Consultas - 4:30 horas

  • Bônus 03: Vídeo Aula: Access 2007 - Intermediário - 5:00 horas

  • Bônus 04: Vídeo Aula: Access 2007 - Formulários e Macros - 6:00 horas

  • Bônus 05: Vídeo Aula: Access 2007 - Avançado e VBA - 11:30 horas

  • Bônus 06: Pacote com 3167 E-books com Cursos de Informática.


Livros e Vídeo Aulas sobre Banco de Dados:

A Bíblia de Banco de Dados SQL e o Modelo Relacional de Dados

Apre.nda com Júlio Battisti: Acc.ess 2010 Avançado, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Apre.nda com Júlio Battisti: Banco de Dados e Acc.ess 2010 - Através de Exemplos Práticos - Passo a Passo

[186 Vídeo Aulas em 3 DVDs - Frete Grátis]: Linguagem SQL + Banco de Dados + Análise e Modelagem de Banco de Dados - Curso Completo - 186 Vídeo Aulas - 3 DVDs

  [Vídeo Aula - Frete Grátis:] Oracle PL SQL Procedures Functions Triggers Forms Reports - Curso Completo - 182 Vídeo Aulas - 3 DVDs

Best Sellers de Access do Julio Battisti

Todos com Vídeo Aulas, E-books ou Exemplos de Brinde!

Programação VBA no Access 2010 - Passo a Passo

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1164 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Access 2010 - Curso Completo - Passo a Passo

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Completo, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1602 | Editora: Instituto Alpha

 

Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Avançado, Análise de Dados, Tabelas Dinâmicas, Funções Avançadas, Macros e Programação VBA - Passo a Passo

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI