[A BÍBLIA DO VBA NO ACCESS]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO ACCESS - CURSO COMPLETO

Páginas: 1164 | Autor: Júlio Battisti | 50% de Desconto e 21 Super Bônus

Você está em: PrincipalArtigosWindows 7 › Capítulo 15 : 04
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››
« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
WINDOWS 7 - CURSO COMPLETO - 2400 páginas
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


Lição 314 - Capítulo 15 - Configurando o Protocolo TCP/IP no Windows 7

Neste tópico aprenderemos sobre as diversas configurações de rede que podem ser efetuadas utilizando a opção Central de Rede e Compartilhamento, do Painel de controle. Utilizando esta opção podemos configurar os vários aspectos relacionados com os diferentes tipos de conexão de rede, suportados pelo Windows 7.

Com o Windows 7 podemos configurar quatro diferentes tipos de conexão de rede, conforme descrito a seguir:

  • Conexões de rede local: É o tipo de conexão mais comum. É feita através da utilização de uma placa de rede, normalmente uma placa no padrão Ethernet. É utilizada para conectar o computador a uma pequena rede local ou à rede local da empresa. Existem outros padrões, tais como: ATM, Token ring, etc.
  • Conexões Dial-up: Este tipo de conexão é utilizado quando você se conecta à Internet utilizando uma placa de fax modem e uma linha telefônica comum. Ainda existe em algumas cidades, mas é um tipo cada vez mais raro de conexão, uma vez que as conexões do tipo ADSL ou sem fio, de banda larga, vem sendo disponibilizadas em praticamente todas as cidades do Brasil. As conexões via ADSL não utilizam um Fax modem e sim uma placa de rede. Por isso, me arrisco a dizer, que as conexões ADSL são do tipo Conexões de rede local e não Conexões Dial-up.
  • Conexões de Rede Virtual Privada – VPN – Virtual Private Network: O conceito de VPN é utilizado para que possamos criar uma conexão segura, utilizando um meio de transporte não seguro, normalmente a Internet. Este tipo de conexão é utilizado por empresas para conectar os escritórios da empresa utilizando a Internet, porém de uma maneira segura. Também é uma forma de conexão muito utilizada por funcionários que trabalham na rua, tais como representantes comerciais e vendedores. Estes profissionais podem usar a Internet, para fazer uma conexão com o servidor VPN da empresa (portanto uma conexão segura, com criptografia). Este exemplo reforça o conceito da VPN, ou seja, usar um meio não seguro por natureza – A Internet -, para criar uma conexão segura – a conexão VPN com uso de criptografia.
  • Conexões diretas: Normalmente utilizando a porta serial ou a porta paralela do computador, para a conexão de dois computadores através do uso de cabos seriais ou conexões de infravermelho. Este tipo de conexão pode ser utilizado para transferir dados de um notebook para uma estação de trabalho, através de uma conexão de infravermelho.

Nota: Existe ainda um quinto tipo de conexão chamado “Conexão de entrada”, o qual é utilizado para efetuar uma chamada a um servidor de conexão remoto, como por exemplo um servidor rodando o Windows 2000 Server, Windows Server 2003, Windows Server 2008 ou o Windows Server 2012 e com o serviço RRAS (Remote Access Service) configurado para aceitar chamadas remotas. O usuário conecta-se com o servidor RRAS, faz a sua autenticação e tem acesso aos recursos da rede, como se estivesse logado localmente porém, é claro, com a limitação de velocidade da linha que está sendo utilizada para a conexão.

O Assistente para novas conexões ajuda a criar conexões com a Internet por meio de modem dial-up, modem a cabo, ISDN ou DSL. Você também pode criar conexões de entrada diretas e de rede virtual privada (VPN) por meio desse assistente. As conexões de rede local são criadas automaticamente quando um adaptador de rede é instalado.

Como todos os serviços e métodos de comunicação são configurados dentro da conexão, não é preciso usar ferramentas de gerenciamento externas para definir as configurações da conexão. Por exemplo, as configurações de uma conexão dial-up incluem recursos a serem usados antes, durante e depois da conexão. Elas incluem o modem usado para a discagem, o tipo de criptografia de senha que você deseja usar na conexão e os protocolos de rede usados após a conexão ser estabelecida. O status da conexão, que inclui a duração e a velocidade de uma conexão, será exibido na própria conexão; não é preciso usar uma ferramenta de status externa, para obter estas informações.

Vamos a um exemplo prático, onde iremos configurar diversas opções de uma conexão de Rede local. Veremos como configurar as diversas opções do protocolo TCP/IP, bem como as configurações do adaptador de rede e do serviço Cliente para redes Microsoft.

Exemplo Prático: Para verificar/configurar as diversas configurações disponíveis para a conexão de rede local, siga os passos indicados a seguir:

1.         Faça o logon como Administrador ou com uma conta do tipo Administrador do computador.

Nota: O logon como Administrador é necessário porque, dependendo das políticas de segurança implementadas na rede, pode ter sido definido que somente os usuários com perfil de Administrador terão permissões para alterar as configurações das conexões de rede.

2.         Abra o Painel de controle: Iniciar -> Painel de controle. Na lista Exibir por selecione a opção Ícones pequenos.

3.         No Painel de controle abra a opção Central de Rede e Compartilhamento. Será exibida a janela Centro de Rede e Compartilhamento, indicada na Figura 15.2.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.2 – A janela Central de Rede e Compartilhamento.

4.         No painel da esquerda, dê um clique no link Alterar configurações do adaptador. Será aberta a janela Conexões de rede, indicada na Figura 15.3. Nesta janela serão exibidas todas as conexões disponíveis. No nosso exemplo, está disponível a conexão de rede local e mais uma conexão do Virtual Box, que é uma conexão utilizada por uma máquina virtual que tenho configurada neste computador. Para nós interessa a Conexão local, que é a conexão associada com a placa de rede que tenho instalada neste computador.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.3 – A janela Conexões de Rede.

5.         Dê um clique duplo na conexão de rede local. Será exibida a janela Status da conexão local, com informações gerais sobre a conexão, tais como a velocidade da conexão, o número de pacotes enviados e o número de pacotes recebidos.

6.         Nesta janela de Status, clique no botão Propriedades. Será exibida a janela Propriedades de conexão local indicada na Figura 15.4.

Nota: Nesta janela temos acesso às configurações do protocolo TCP/IP, das configurações do serviço de Compartilhamento de arquivos e impressoras bem como acesso a outras opções que veremos neste exemplo. Também podemos instalar Protocolos, Serviços e Clientes utilizando o botão Instalar. Por exemplo, podemos instalar dois ou mais protocolos em um mesmo computador, embora esta não seja uma prática recomendada. Por exemplo, se você tem um computador que precisa acessar informações em um servidor Windows 2000 Server que utiliza o protocolo TCP/IP e também em um servidor Novell, o qual utiliza o protocolo IPX/SPX, neste caso você terá que instalar os dois protocolos no computador cliente. O computador utilizará TCP/IP para acessar os recursos no servidor Windows 2000 e IPX/SPX para acessar os recursos no servidor Novell.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.4 – A janela de propriedades da Conexão de rede local.

7.         Vamos configurar as propriedades do TCP/IP. Clique na opção Protocolo TCP/IP Versão 4 e depois dê um clique no botão Propriedades. Será aberta a janela de propriedades do protocolo TCP/IP, conforme indicado na Figura 15.5:

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.5 – A janela de propriedades do protocolo TCP/IP.

IMPORTANTE: ANOTE AS CONFIGURAÇÕES QUE SÃO EXIBIDAS NESTA JANELA. APÓS CONCLUIR ESTE EXEMPLO, VOLTE ÀS PROPRIEDADES DO TCP/IP E REFAÇA AS CONFIGURAÇÕES ORIGINAIS, PARA QUE VOCÊ POSSA VOLTAR A USAR A SUA REDE NORMALMENTE. SE VOCÊ ALTERAR AS CONFIGURAÇÕES DO PROTOCOLO TCP/IP E DEPOIS NÃO VOLTAR AS CONFIGURAÇÕES CORRETAS, A SUA REDE PODERÁ DEIXAR DE FUNCIONAR. ISSO POR QUE, NESTE EXEMPLO, ESTOU USANDO CONFIGURAÇÕES ALEATÓRIAS, AS QUAIS CERTAMENTE NÃO SÃO AS MESMAS QUE VOCÊ USA NA SUA REDE. PRESTE BEM ATENÇÃO  NESTE DETALHE.

8.         Nesta tela podemos definir se o computador utilizará um servidor DHCP para receber as configurações do protocolo TCP/IP – Obter um endereço IP automaticamente ou se as configurações serão definidas manualmente – Usar o seguinte endereço IP. Para o nosso exemplo vamos definir as configurações manualmente. Certifique-se de que a opção Usar o seguinte endereço IP esteja selecionada.

9          Ao selecionar a opção Usar o seguinte endereço IP, são habilitados os campos Endereço IP, Máscara de sub-rede e Gateway padrão (que nas versões anteriores era chamado de Default Gateway). Observe que estes são os três parâmetros principais de configuração do protocolo TCP/IP, conforme descrevi no início deste capítulo. Nesta janela você também pode informar o número IP de um servidor DNS Preferencial e o número IP de um servidor DNS Alternativo. Para o nosso exemplo, informe os valores indicados na Figura 15.6:

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.6 – Configurando o TCP/IP manualmente, sem o DHCP.

10.       Clique no botão Avançado para acessar a janela de configurações avançadas do TCP/IP, conforme indicado na Figura 15.7:

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.7 – A janela de configurações avançadas do protocolo TCP/IP.

11.       Na guia Configurações IP, da janela de configurações avançadas, podemos adicionar um ou mais endereços IP, também podemos adicionar o número IP de outros roteadores ou na linguagem do TCP/IP: Gateways. O Windows 7 permite que tenhamos mais de um endereço IP associado com uma mesma conexão, isto é, com uma mesma placa de rede. Com múltiplos endereços IP, o computador poderá comunicar-se com diferentes redes. Para cada rede é preciso associar um número IP e a respectiva máscara de sub-rede. Múltiplos gateways podem ser configurados para que tenhamos redundância caso o gateway principal apresente problemas. Para adicionar novos endereços IP, clique no botão Adicionar, abaixo da opção Endereços IP (se o DHCP estiver ativado – Obter um endereço IP automaticamente – o botão Adicionar estará desabilitado). Será aberta a janela Endereço TCP/IP, pedindo que você digite um número IP e uma máscara de sub-rede. Digite os valores e clique em OK. Pronto, o novo número IP foi adicionado e agora existem dois números IP associados à placa de rede. Um exemplo prático onde isso pode ser necessário, é quando você precisa se comunicar com duas redes diferentes, as quais tem diferentes configurações para o TCP/IP. Nestes casos, você irá adicionar um número IP que faça parte de cada uma das redes, para que o seu computador possa se comunicar com as duas redes. Isso é válido para três ou mais redes. Você pode remover um número IP que não é mais necessário. Para isso basta clicar no número a ser removido, para selecioná-lo e depois clicar no botão Remover. Você também pode adicionar mais de um Gateway Padrão. Para isso, basta usar o botão Adicionar, abaixo da opção Gateways padrão. Você pode remover um número Gateway Padrão que não é mais necessário. Para isso basta clicar no Gateway a ser removido, para selecioná-lo e depois clicar no botão Remover.

12.       Clique na guia DNS. Nesta guia são exibidos os números IP dos servidores DNS configurados anteriormente, no passo 7, conforme indicado na Figura 15.8. Você pode utilizar o botão Adicionar para incluir o número de outros servidores DNS. O botão Editar é utilizado para alterar as informações de um servidor DNS e o botão Remover é utilizado para remover servidores da lista.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.8 – A guia DNS da janela de configurações avançadas.

Nesta guia ainda temos as seguintes opções de configuração:

  • Acrescentar sufixos DNS primários e específicos de cada conexão: Esta opção define que a resolução para nomes não qualificados (nomes sem o domínio. Por exemplo microxp01.groza.com é um nome qualificado, ou seja, completo. Microxp01 seria um nome não qualificado, ou seja, apenas o nome do computador sem a informação do domínio DNS ao qual ele pertence) usados neste computador seja limitada aos sufixos do domínio do sufixo primário e todos os sufixos específicos da conexão. Os sufixos específicos da conexão são configurados na opção Sufixos DNS para esta conexão. O sufixo DNS primário é configurado clicando em Propriedades na guia Nome do computador (disponível através do ícone Sistema, no Painel de controle). Por exemplo, se o sufixo DNS primário for groza.com e você digitar ping microxp01 em um prompt de comando, o computador consultará microxp01.groza.com. Se você também configurar um nome de domínio específico de conexão em uma das suas conexões para caruncho.com, o computador consultará microxp01.groza.com e microxp01.caruncho.com. Este é o comportamento se a opção Acrescentar sufixos pai do sufixo DNS primário estiver habilitada.
  • Acrescentar estes sufixos DNS em ordem: Esta opção define que a resolução para nomes não qualificados usados neste computador seja limitada aos sufixos do domínio listados logo abaixo desta opção. Quando esta opção for selecionada, sufixos DNS específicos da conexão e primários não serão usados para resolução de nomes não qualificados. Se eu marcar esta opção, poderei utilizar o botão Adicionar para especificar uma lista de domínios que eu quero que o computador utilize para nomes não qualificados. Por exemplo, se eu marcar esta opção e definir a seguinte lista de sufixos: dev.groza.com, adm.groza.com e groza.com. Quando eu der um ping microxp01, o Windows 7 utilizará a seguinte seqüência: microxp01.dev.groza.com, microxp01.adm.groza.com e microxp01.groza.com. Para remover um sufixo da lista basta marcá-lo e clicar no botão Remover.
  • Sufixo DNS para esta conexão: Fornece um espaço para você especificar um sufixo DNS para esta conexão. Se um servidor DHCP configurar esta conexão e você não especificar um sufixo DNS, um sufixo DNS para esta conexão será atribuído a ela pelo servidor DHCP devidamente configurado. Se você especificar um sufixo DNS, o sufixo DNS atribuído pelo servidor DHCP será ignorado.
  • Registrar os endereços desta conexão no DNS: Especifica que o computador tente o registro dinâmico dos endereços IP (pelo DNS) desta conexão com o nome completo deste computador, como especificado na guia Nome do computador (disponível em Sistema, no Painel de controle). O registro dinâmico no DNS somente é possível para servidores DHCP com o Windows 2000 Server, Windows Server 2003, Windows Server 2008 ou Windows Server 2012. Para servidores DNS com o Windows NT Server 4.0 ou anterior não é possível o registro dinâmico no DNS.
  • Usar o sufixo DNS desta conexão no registro do DNS: Especifica se a atualização dinâmica do DNS será usada para registrar os endereços IP e o nome de domínio específico desta conexão. O nome DNS específico desta conexão é a concatenação do nome do computador (que é o primeiro nome antes do primeiro ponto. Por exemplo em micro01.abc.com.br, o nome do computador é micro01) e o sufixo DNS desta conexão. Por exemplo para um computador com o nome microxp01 em um domínio groza.com, o nome completo será microxp01.groza.com. O nome completo do computador é especificado na guia Nome do computador (disponível em Sistema, no Painel de controle). Se a caixa de seleção “Registrar os endereços desta conexão no DNS” estiver selecionada, o registro é uma adição ao registro do DNS do nome completo do computador.

13.       Clique na guia WINS. Nesta guia são exibidos os números IP dos servidores WINS já configurados, conforme exemplo indicado na Figura 15.9. Você pode utilizar o botão Adicionar para incluir o número IP de outros servidores WINS. O botão Editar é utilizado para alterar as informações de um servidor WINS da lista e o botão Remover é utilizado para remover servidores da lista. Os botões com a seta para cima e seta para baixo são utilizados para alterar a ordem dos servidores WINS na lista.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 15.9 – A guia WINS da janela de configurações avançadas.

Nesta guia ainda temos as seguintes opções de configuração:

  • Ativar pesquisa LMHOSTS: Especifica se será usado um arquivo Lmhosts para a resolução de nomes NetBIOS. O arquivo Lmhosts será usado para resolver os nomes NetBIOS de computadores remotos para um endereço IP. Clique em Importar LMHOSTS para importar um arquivo para o arquivo Lmhosts. O arquivo Lmhosts é um arquivo de texto que deve ser gravado na pasta system32\drivers\etc que fica dentro da pasta onde o Windows 7 foi instalado. Na pasta etc há um arquivo chamado lmhosts.sam, que é um modelo para a criação do arquivo lmhosts. Com o uso do WINS e, a partir do Windows 2000 mais intensamente do DNS, o arquivo lmhosts praticamente não é mais utilizado.
  • Grupo Configuração de NetBIOS: Neste grupo existem opções para definir como será a interação da interface NetBIOS com o protocolo TCP/IP. A opção Padrão atende perfeitamente à maioria das situações.

14.       Definidas as configurações desejadas, clique em OK. Você estará de volta à janela de propriedades do TCP/IP. Clique em OK. Você estará de volta à janela de propriedades da Conexão local.

15.       Clique em OK para fechar a janela de Propriedades da conexão de rede local. Você estará de volta à janela Status da conexão Local. Clique em Fechar para fechá-la. Você estará de volta à janela Conexões de Rede.

Dica: Na área de notificação, próximo ao relógio do sistema, é exibido um ícone da conexão de rede local. É um ícone com o desenho de dois computadores sobrepostos. Você pode clicar com o botão direito do mouse neste ícone, para ter acesso a um menu de opções relacionadas à conexão.

16.       Você pode alterar o nome de uma conexão de rede. Para isso clique com o botão direito do mouse na conexão a ser renomeada. No menu que é exibido dê um clique em Renomear, digite o novo nome e pressione Enter.

17.       Você pode desativar uma conexão de rede. Para isso clique com o botão direito do mouse na conexão e, no menu que é exibido clique em Desativar. Por exemplo, se você desativar a conexão de rede local, o seu computador perderá a comunicação com o restante da rede. Para ativar novamente uma conexão clique com o botão direito do mouse na conexão e, no menu que é exibido, clique em Ativar. Desativar e Ativar novamente uma conexão pode ser utilizado para resolver problemas de conexão temporários. Algumas vezes uma determinada conexão não está funcionando corretamente e ao desativá-la e ativá-la novamente a conexão passa a operar normalmente.

18.       Feche a janela de Conexões de rede.

Agora que aprendemos a configurar as principais opções de uma conexão de rede local, vamos apresentar alguns comandos úteis para detectar e solucionar problemas de conexão em uma rede local ou em redes de grande distância, também conhecidas como WAN – Wide Área Network ou Rede de Área Ampla.


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »

Livros Que O Júlio Battisti Indica:

Todos com excelentes bônus e pode parcelar no cartão!

Windows Server 2012 R2 e Active Directory

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 2100 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Redes

Curso Online: Universidade de Redes

 

Autor: André Stato | Carga horária: 170h

 

Curso Online: Universidade de Redes

A Bíblia do Excel

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Access 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1164 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Excel 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Java

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Neri Zeritzke | Duração: 250h | Aulas: 1922

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI