[A BÍBLIA DO VBA NO ACCESS]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO ACCESS - CURSO COMPLETO

Páginas: 1164 | Autor: Júlio Battisti | 50% de Desconto e 21 Super Bônus

Você está em: PrincipalArtigosWindows 7 › Capítulo 17 : 13
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››
« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
WINDOWS 7 - CURSO COMPLETO - 2400 páginas
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


Lição 341 - Capítulo 17 - O Utilitário de Configuração do Sistema

Este utilitário nos fornece um “sem fim” de informações que podem ser bastante úteis, para ajudar a detectar e a resolver problemas de inicialização. Este utilitário também nos dá informações sobre os serviços e programas que estão configurados para serem iniciados automaticamente. Esta informação é muito importante em termos de segurança, para que possamos verificar se não tem algum trojan ou vírus configurado para ser executado, automaticamente, quando o usuário faz o logon no sistema.

Este utilitário é uma ferramenta avançada que pode ajudar a identificar problemas que possam impedir a correta inicialização do Windows 7. Por exemplo, você pode usar este utilitário, para configurar o Windows 7 para iniciar somente com os serviços mais comuns e essênciais e com os programas de inicialização desativados e depois ativá-los novamente, um de cada vez, até detectar o que está causando problemas. Se um problema não ocorrer quando um serviço estiver desativado, mas ocorrer quando ele estiver ativado, o serviço pode ser a causa do problema. O mesmo raciocínio é válido para um programa configurado para iniciar automaticamente. Se o problema deixa de ocorrer quando a inicialização automática do programa é desativada, a causa do problema está no respectivo programa. É um trabalho árduo, de garimpagem, mas na área de suporte técnico é assim mesmo. Temos que garimpar os problemas e as respectivas soluções. Quem só pensa em Formatar e começar tudo de novo, não pode pretender ser tratado como um Técnico de Suporte e manutenção.

Com isso, podemos ver que a principal finalidade do utilitário Configuração do Sistema, é ajudar a encontrar e a isolar problemas. Uma vez detectado o problema, por exemplo, com um programa, você pode desativar ou remover permanentemente o programa usando a opção Programas e Recursos do Painel de controle. Se o problema for com um serviço, você pode configurar o serviço para não iniciar automaticamente, usando o console Serviços, disponível através da opção Ferramentas Administrativas, do Painel de Controle.

Vamos aprender a utilizar o utilitário Configuração do Sistema, através de um exemplo prático, passo-a-passo.

Exemplo Prático: Para utilizar o utilitário Configuração do Sistema, siga os passos indicados a seguir:

1.         Faça o logon com a conta Administrador ou com uma conta com permissão de Administrador.

2.         Clique em Iniciar -> Todos os Programas -> Acessórios -> Executar.

3.         No campo Abrir digite msconfig e clique em OK.

4.         Será aberto o utilitário Configuração do Sistema, com a guia Geral selecionada por padrão, conforme indicado na Figura 17.41:

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.41 – O utilitário Configuração do Sistema.


5.         Na guia Geral você pode configurar o tipo de inicialização que deve ser feito pelo Windows 7. A opção Iniciação normal vem selecionada por padrão. Esta é a opção que deve ser utilizada quando tudo está funcionando, sem problemas. Caso o Windows 7 comece a apresentar problemas de inicialização, você pode selecionar a opção Inicialização de diagnóstico. Com esta opção, somente serão carregados os drivers e os serviços básicos, ou seja, o mínimo necessário para o Windows 7 poder inicializar. E por fim temos a opção Inicialização seletiva. Esta opção inicia o Windows com os drivers e serviços básicos, além dos outros serviços e programas que você pode selecionar. Ao marcar esta opção, os itens abaixo dela serão ativados e você poderá selecionar quais devem ser inclusos na inicialização. Vejam que esta é mais uma ferramenta para ajudar na detecção das causas de um ou mais problemas de inicialização do Windows 7.

6.         Como o meu sistema está funcionando sem problemas, vou manter marcada a opção Inicialização Normal.

7.         Dê um clique na guia Inicialização do Sistema. Será exibida uma janela com as opções indicadas na Figura 17.42.

8.         Nesta guia, bem na parte de cima, é exibida a lista de Sistemas Operacionais instalados. No exemplo da Figura 17.42, temos um único sistema instalado, que é o Windows 7. Se houver mais de um sistema instalado, o Windows 7 irá exibir um menu durante a inicialização do computador, para que o usuário selecione qual o sistema a ser instalado, conforme já descrito no tópico sobre o Boot do Windows 7. Quando há mais de um sistema operacional instalado, você pode usar esta lista para definir qual o sistema padrão. O sistema padrão é aquele que será carregado, se o usuário não selecionar uma opção no menu de inicialização, dentro do tempo máximo definido para o menu ser exibido (tempo este que é configurado através da guia Avançado, do utilitário Propriedades do Sistema, descrito no item anterior). Para tornar um sistema operacional o sistema padrão, basta clicar no sistema e depois no botão Definir como padrão. Você também pode excluir um sistema do menu de inicialização. Para isso basta clicar no sistema a ser excluído e depois clicar no botão Excluir. É importante salientar que o sistema somente será excluído do menu de inicialização, mas continuará instalado no computador.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.42 – A Guia Inicialização do Sistema.


9.         Dê um clique no botão  Opções avançadas... Será exibida a janela indicada na Figura 17.43:

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.43 – A janela Opções Avançadas de Inicialização.

10.       Nesta janela você tem uma série de configurações avançadas, as quais serão de grande utilidade quando você está tentando detectar quais as causas que estão impedindo o Windows 7 de iniciar normalmente. Por exemplo, você pode definir o número de processadores a ser utilizado: 1 ou 2 processadores. Lembrando que o Windows 7 Ultimate, Business ou Enterprise Edition tem suporte para até dois processadores (desde que você tenha uma placa mãe com suporte para dois processadores). Se você desconfia que o problema é com um dos processadores, você pode tentar desativar um deles, configurando o Windows para usar somente um processador. Se você está trabalhando com um computador com um único processador, evidentemente que esta opção não terá utilidade. Você também tem o campo Memória máxima, no qual você pode limitar a quantia de memória a ser utilizada pelo Windows 7, durante a inicialização. Nesta janela você também tem opções para bloquear a detecção de dispositivos PCI, se a HAL deve ou não ser automaticamente detectada e se deve ser entrado ou não em modo de depuração. Por fim, existem opções avançadas que podem ser configuradas, para quando você for fazer uma depuração, através da conexão do computador com um outro computador, via porta Serial. Você pode configurar qual a porta serial será utilizada (COM1, COM2, etc.), qual a taxa de transmissão e assim por diante. Estas são informações realmente avançadas, as quais somente serão utilizadas por técnicos especializados em hardware e em suporte técnico. Dificilmente, como usuário, você irá utilizar estas opções. Mas como este é um livro não só para usuários do Windows 7, mas também para administradores de redes e técnicos de suporte, é necessário apresentar todas as opções disponíveis.

11.       No nosso exemplo, não vou fazer nenhuma alteração na janela de Opções Avançadas. Clique em OK para fechá-la. Você estará de volta à guia Inicialização do Sistema. Nesta janela, temos o grupo Inicialização Segura. Ao marcar esta opção, serão habilitadas várias opções dentro deste grupo, as quais descrevo a seguir:

  • Mínima: Esta opção inicializa na interface gráfica do usuário do Windows (Windows Explorer) em modo seguro, executando somente serviços críticos do sistema. O sistema de rede é desabilitado.
  • Shell alternativo: Inicializa no Prompt de Comando do Windows em modo seguro, executando somente serviços críticos do sistema. O sistema de rede e a interface gráfica do usuário são desabilitados.
  • Reparo do Active Directory: Inicializa na interface gráfica do usuário do Windows em modo seguro, executando serviços críticos do sistema e o Active Directory. Evidentemente que esta opção está “meio perdida” no Windows 7, pois é uma opção que só se aplica a servidores baseados no Windows Server, configurados como Controladores de Domínio (DCs). Para mais informações sobre domínios, DCs e o uso do Windows 7 em uma rede baseada em domínios, consulte o Capítulo 21 e o Anexo, no final do livro.
  • Rede: Inicializa na interface gráfica do usuário do Windows em modo seguro, executando somente serviços críticos do sistema. O sistema de rede será habilitado.

Nesta guia ainda temos as seguintes opções:

  • Nenhuma inicialização da GUI: Não exibe a tela inicial do Windows ao inicializar.
  • Log de inicialização: Armazena todas as informações do processo de inicialização no arquivo %SystemRoot%Ntbtlog.txt.
  • Vídeo base: Inicializa na interface gráfica do usuário do Windows em modo VGA mínimo. Isso carrega os drivers VGA padrão em vez dos drivers de exibição específicos para o hardware de vídeo no computador.
  • Informações sobre inicialização do SO: Mostra os nomes de driver como drivers que estão sendo carregados durante o processo de inicialização.

Nota: Você notou alguma semelhança entre estas opções e as opções avançadas de inicialização que são exibidas quando pressionamos F8 durante a inicialização do Windows 7?? Se notou, saiba que não é nenhuma coincidência. Esta é apenas uma outra maneira, de escolher uma das opções avançadas de inicialização.

Nesta janela ainda tempos o campo Tempo limite, no qual definimos por quanto tempo será exibido o menu de opções com a lista de sistemas operacionais instalados (caso haja mais de uma versão do Windows instalada). Se nenhuma opção for selecionada dentro do tempo limite, será carregado o sistema configurado como padrão.

Por fim, temos a opção “Tornar todas as configurações de inicialização permanentes”: Se esta opção estiver selecionada, você não poderá reverter as alterações selecionando Inicialização normal na guia Geral.

12.       Como o meu sistema está funcionando sem problemas, não vou fazer alterações nesta guia.

13.       Dê um clique na guia Serviços. Será exibida uma janela com as opções indicadas na Figura 17.50:

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.44 – A Guia Serviços.

14.       Esta guia exibe uma lista de todos os serviços iniciados automaticamente durante a inicialização do computador, juntamente com seu status atual (Em Execução ou Parado). Você pode usar esta guia para habilitar ou desabilitar serviços individuais durante a inicialização, para descobrir quais serviços podem estar contribuindo para os problemas de inicialização e solucioná-los. Nesta lista você também pode verificar se não tem algum serviço “estranho” configurado para inicializar automaticamente. Muitos vírus, trojans, keyloggers e outras pragas virtuais, configuram serviços para serem inicializados automaticamente, serviços estes que abrem portas do computador, para ataque por crackers ou para enviar informações privadas do usuário, diretamente para o e-mail dos golpistas. Se tem um serviço que você não sabe o que é e está “meio desconfiado”, vai aqui uma dica bem simples. Faça uma pesquisa no Google (www.google.com.br) pelo nome do serviço. Você encontrará, certamente informações sobre o referido serviço, se é ou não um serviço legítimo ou se é um serviço associado a algum vírus, trojan ou outra praga virtual. Muito provavelmente, em sua pesquisa, se for um vírus ou algo parecido, você encontrará também informações detalhadas de como removê-lo do sistema. Fique atento a esta questão, pois uma das maneiras mais usadas pelos falsários, para instalar pragas virtuais e invadir o seu computador é através da instalação de serviços, sem o conhecimento e sem o consentimento do usuário. Você pode marcar a opção “Ocultar todos os serviços Microsoft” para mostrar somente aplicativos de terceiros na lista de serviços. Desmarque a caixa de seleção relativa a um serviço para desabilitá-lo na próxima inicialização. Se você tiver escolhido Inicialização seletiva na guia Geral, deverá escolher Inicialização normal na guia Geral ou marcar a caixa de seleção do serviço para iniciá-lo novamente na inicialização.

Nota: A desabilitação de serviços que normalmente são executados na inicialização pode resultar no funcionamento incorreto de alguns programas ou em instabilidade do sistema. Não desabilite serviços nesta lista a menos que tenha certeza de que eles não são essenciais para a operação do computador ou que você esteja desconfiado que seja um vírus, trojan ou outro tipo de praga virtual. A seleção da opção Desativar tudo não desabilitará alguns serviços Microsoft seguros necessários para o sistema operacional iniciar. A diga é pesquisar bastante, se informar e só desativar um serviço quando você estiver certo sobre qual a função do serviço e se é ou não um vírus ou trojan e se é um serviço que pode ser a causa dos problemas de inicialização do Windows.

15.       Como o meu sistema está funcionando sem problemas, não vou fazer alterações nesta guia.

16.       Dê um clique na guia Inicialização de Programas. Será exibida uma janela com as opções indicadas na Figura 17.45.

17.       Esta guia Lista todos os aplicativos que são executados quando o computador inicializa, juntamente com o nome do respectivo editor, o caminho para o arquivo executável e o local do atalho ou da chave do Registro que faz com que o aplicativo seja executado. Nesta lista você também pode verificar se não tem algum programa “estranho” configurado para inicializar automaticamente. Muitos vírus, trojans, keyloggers e outras pragas virtuais, configuram programas para serem executados automaticamente, durante a inicialização do sistema, programas estes que abrem portas do computador, para ataque de crackers ou para enviar informações privadas do usuário, diretamente para o e-mail dos golpistas. Se tem um programa que você não sabe o que é e está “meio desconfiado”, vai aqui uma dica bem simples. Faça uma pesquisa no Google (www.google.com.br) pelo nome do executável do programa ou pelo nome do programa. Você encontrará, certamente informações sobre o referido programa, se é ou não um programa legítimo ou se é um programa associado a algum vírus, trojan ou outra praga virtual. Muito provavelmente, em sua pesquisa, se for um vírus ou algo parecido, você encontrará também informações detalhadas de como removê-lo do sistema. Fique atento a esta questão, pois uma das maneiras mais usadas pelos falsários, para instalar pragas virtuais e invadir o seu computador é através da instalação de programas e configuração destes para iniciar automaticamente, sem o conhecimento do usuário. No exemplo da figura 17.45, eu estava “meio invocado” com o programa smax4pnp. Fui no www.google.com.br e fiz uma pesquisa por smax4pnp.exe e, rapidamente, obtive informação que é um programa associado com  a controladora de som que eu tenho instalada no computador. Ou seja, nada de vírus. Através de uma simples e rápida pesquisa, já pude ficar mais tranquilo e resolver a minha dúvida. Você também pode desmarcar a caixa de seleção relativa a um item de inicialização para desabilitá-lo na próxima inicialização. Se você tiver escolhido Inicialização seletiva na guia Geral, deverá escolher Inicialização normal na guia Geral ou marcar a caixa de seleção do item de inicialização para iniciá-lo novamente na inicialização. Se você desconfiar que um aplicativo pode ter sido comprometido, examine a coluna Comando para conferir o caminho para o arquivo executável.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.45 – A Guia Inicialização de Programas.

18.       Como o meu sistema está funcionando sem problemas, não vou fazer alterações nesta guia.

19.       Dê um clique na guia Ferramentas. Será exibida uma janela com as opções indicadas na Figura 17.46:

20.       Esta guia nos fornece uma lista de ferramentas de diagnóstico e outras ferramentas avançadas que podem ser executadas diretamente desta guia. Para executar uma determinada ferramenta, basta clicar na ferramenta para selecioná-la na lista e depois clicar no botão Iniciar. Observe também que, ao selecionar uma ferramenta na lista, no campo Comando selecionado, logo abaixo da lista, é exibido o caminho completo para o arquivo executável associado com a ferramenta selecionada.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.46 – A Guia Ferramentas.

21.       A título de exemplo, vamos executar a ferramenta Sobre o Windows, que é a primeira da lista. Esta ferramenta exibe uma série de informações sobre a versão do Windows instalada no seu computador. Clique nesta ferramenta para selecioná-la. Observe que no campo Comando selecionado, é exibido o seguinte caminho: C:\Windows\system32\winver.exe. Clique no botão Iniciar. Será aberta a janela indicada na Figura 17.47, com informações detalhadas sobre a versão do Windows 7 instalada no meu computador (Windows 7 Ultimate) e sobre a quantidade de memória RAM instalada no computador. Clique em OK para fechar esta janela.

Curso Completo de Windows 7 - Júlio Battisti

Figura 17.47 – Informações sobre a Versão do Windows.

22.       Esta guia nos dá acesso as principais ferramentas para configuração, manutenção e demais tarefas com o Windows 7. Vejam que o console Configuração do Sistema funciona como um local centralizado, onde temos acesso as principais configurações e ferramentas para configurações do Windows 7. É uma ferramenta pouco conhecida mas realmente de grande utilidade. Por isso que fiz questão de incluí-la neste capítulo e explicar, passo-a-passo, todos os recursos disponíveis nesta ferramenta.

23.       Clique em OK para fechar o utilitário Configuração do Sistema. Caso você tenha feito alguma alteração que exija a reinicialização do sistema, será exibida uma janela pedindo confirmação para reinicializar o Windows.

24.       Se for o caso, clique na opção desejada e aguarde.

Muito bem, sobre o utilitário de Configuração do Sistema era isso.


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »

Livros Que O Júlio Battisti Indica:

Todos com excelentes bônus e pode parcelar no cartão!

Windows Server 2012 R2 e Active Directory

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 2100 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Redes

Curso Online: Universidade de Redes

 

Autor: André Stato | Carga horária: 170h

 

Curso Online: Universidade de Redes

A Bíblia do Excel

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Access 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1164 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Excel 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Java

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Neri Zeritzke | Duração: 250h | Aulas: 1922

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI