[A BÍBLIA DO VBA NO ACCESS]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO ACCESS - CURSO COMPLETO

Páginas: 1164 | Autor: Júlio Battisti | 50% de Desconto e 21 Super Bônus

Você está em: PrincipalArtigosWindows XP › Capítulo 09 : 19
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››
« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
WINDOWS XP - CURSO COMPLETO
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


Lição 240 - Capítulo 09 - Desfragmentando partições e volumes

À medida que arquivos vão sendo gravados, eliminados e alterados em um volume ou partição, pode ocorrer um processo conhecido como fragmentação. O Windows XP grava as informações em “pedaços” chamados cluster. O cluster é a menor unidade de informação que pode ser gravada ou lida de um disco rígido pelo Windows XP. Por exemplo, se um determinado volume ou partição possui um cluster de 8KB, se formos gravar um arquivo de 1KB, este arquivo irá comprometer todo um cluster, mesmo que não utilize todo o espaço do cluster. Isso acaba acarretando desperdício do espaço de armazenamento do disco rígido.

Para entender o que vem a ser a fragmentação, vamos a outro exemplo. Vamos supor que exista uma arquivo de 20KB gravado no disco rígido. Para 20KB, serão necessários alocar 3 clusters (supondo um cluster de 8KB). Ao apagarmos este arquivo de 20KB, os 3 clusters por ele alocados serão liberados. Agora vamos supor que você vá gravar um arquivo de 160KB. Serão necessários 20 clusters (ainda supondo um cluster de 8KB). O Windows XP utiliza os três cluster livres em uma área do disco, depois procura por mais espaço livre no restante do disco. Com isso podemos notar que os clusters que formam um arquivo não estão necessariamente gravados em regiões contínuas do disco, podendo, dependendo do tamanho do arquivo, estar espalhados por diversas regiões do disco. Este processo, em que diferentes clusters de um arquivo estão em regiões separadas do disco, é conhecido como Fragmentação. À medida que vamos gravando, eliminando e alterando arquivos, a Fragmentação vai aumentando, podendo chegar a níveis que comprometem o desempenho das operações de leitura e escrita no disco. Para solucionar este problema existe um utilitário de “Desfragmentação”, o qual devemos utilizar para minimizar, se não eliminar, a fragmentação em volumes e partições. O processo de desfragmentação simplesmente procura “juntar” as diversas partes de cada arquivo, de tal forma que o processo de acesso ao disco seja otimizado.

Na documentação do Windows XP, encontramos a seguinte definição de cluster: “É a menor quantidade de espaço em disco que pode ser alocada para manter um arquivo. Todos os sistemas de arquivos usados pelo Windows organizam discos rígidos com base em clusters, que consistem em um ou mais setores contíguos. Quanto menor o tamanho de cluster utilizado, mais eficiente será o armazenamento de informações no disco.” Se nenhum tamanho de cluster for especificado durante a formatação, o Windows assumirá os padrões com base no tamanho do volume. Esses padrões são selecionados para reduzir a quantidade de espaço perdido e a quantidade de fragmentação no volume. Um cluster também é chamado de unidade de alocação.

O utilitário de desfragmentação do Windows XP permite que seja feita uma análise no volume ou partição. Com base na análise, o utilitário recomenda ou não que o processo de desfragmentação seja executado. Como regra geral, somente devemos desfragmentar um volume ou partição, quando isto for indicado pelo utilitário de desfragmentação.

Agora vamos aprender a utilizar este utilitário.

Exemplo: Para analisar e desfragmentar um volume ou partição, siga os passos indicados a seguir:

1.       Faça o logon como administrador ou com uma conta do tipo Administrador do computador.

2.       Selecione o comando Iniciar -> Todos os programas -> Acessórios -> Ferramentas do sistema -> Desfragmentador de disco. Será aberto o utilitário para a desfragmentação de unidades, conforme indicado pela Figura 9.20. Na parte de cima da janela, é exibida uma listagem com as unidades disponíveis. Na parte de baixo temos uma legenda, bem como os botões para ações como: Analisar, Desfragmentar, Pausar, Interromper e Exibir relatório. Na parte do meio, temos um indicativo do andamento dos processos de Análise e Desfragmentação.


Figura 9.20
Utilitário para a desfragmentação de disco.

Você também pode acessar o Desfragmentador de disco utilizando o Meu computador ou o Windows Explorer. Localize o drive (C:, D:, etc.) a ser desfragmentado, clique com o botão direito do mouse no referido drive e no menu que surge dê um clique na opção Propriedades. Será exibida a janela de propriedades do drive, com a guia Geral selecionada. Dê um clique na guia Ferramentas e, nesta guia, dê um clique no botão Desfragmentar agora. Você também pode abrir as propriedades de um drive, utilizando o console Gerenciamento de discos. Neste console, clique com o botão direito do mouse no volume correspondente ao drive a ser desfragmentado. No menu de opções que surge, dê um clique na opção Propriedades. Será aberta a mesma janela de propriedades já descrita no início deste parágrafo.

3.       Para analisar o drive C:, dê um clique para marcá-lo e depois dê um clique no botão Analisar. O Windows XP inicia o processo de análise. Após terminar a análise, o Windows XP exibe uma janela informando se a desfragmentação é ou não recomendada. Nesta janela, temos um botão Exibir relatório, que nos fornece uma série de detalhes sobre a unidade analisada, conforme indicado pela Figura 9.21.


Figura 9.21
O Windows XP informa que a Desfragmentação não é necessária.

4.       Mesmo quando não for recomendada pelo Windows XP, você pode executar o processo de desfragmentação. Dê um clique no botão Desfragmentar, para iniciar o processo de desfragmentação. O Windows XP mostra o andamento da desfragmentação, conforme indicado na Figura 9.22.


Figura 9.22
Andamento do processo de desfragmentação.

O processo de desfragmentação pode demorar bastante tempo, dependendo do tamanho da unidade e da porcentagem de fragmentação da unidade. Além disso a unidade sendo desfragmentada não deve ter atividades de leitura e gravação, pois isso pode atrasar ainda mais o processo. O ideal é que a desfragmentação seja feita fora do horário normal de serviço, ou até mesmo agendada para rodar em horários específicos, utilizando o Agendamento de tarefas do Windows XP.

Trataremos sobre o Agendamento de tarefas no Capítulo 13.

Você pode Pausar e até mesmo Interromper o processo de desfragmentação, utilizando os botões respectivos. Caso você interrompa o trabalho de desfragmentação, o trabalho já realizado não será perdido. Se você Pausar o processo, o Windows XP inicia do ponto onde você parou, ou seja, não será necessário iniciar todo o processo novamente.

5.       Aguarde o final do processo, quando o Windows XP exibe uma mensagem. Na janela da mensagem temos o botão Exibir relatório, o qual mostra um relatório detalhado sobre a desfragmentação do drive. Clique no botão Fechar. Você estará de volta à janela do Desfragmentador de disco. Agora observe a diferença na indicação dos Arquivos contíguos (indicados pela área azul), depois que o processo finaliza. A área em branco indica o espaço livre na unidade.

6.       Feche o Desfragmentador de disco.

É recomendado que você verifique a necessidade de desfragmentação, pelo menos uma vez por mês. O sistema de arquivos NTFS evoluiu muito, desde a sua versão original. Devido à diminuição do tamanho utilizado para o cluster, a fragmentação foi bastante reduzida. Se você utiliza volumes formatados com FAT32, você estará mais sujeito a fragmentação. Nestes casos sugiro que você verifique a necessidade de desfragmentação pelo menos duas vezes por mês.


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!


« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »

Livros Que O Júlio Battisti Indica:

Todos com excelentes bônus e pode parcelar no cartão!

Windows Server 2012 R2 e Active Directory

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 2100 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Redes

Curso Online: Universidade de Redes

 

Autor: André Stato | Carga horária: 170h

 

Curso Online: Universidade de Redes

A Bíblia do Excel

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1338 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Access 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1164 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Macros e VBA no Excel 2010

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Júlio Battisti | Páginas: 1124 | Editora: Instituto Alpha

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Universidade Java

 Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

 

Autor: Neri Zeritzke | Duração: 250h | Aulas: 1922

 

[Livro]: Aprenda com Júlio Battisti: Access 2010 Básico em 140 Lições - Através de Exemplos Práticos

Todos os livros com dezenas de horas de vídeo aulas de bônus, preço especial (alguns com 50% de desconto). Aproveite. São poucas unidades de cada livro e por tempo limitado.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Novidades e E-books grátis

Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208
  • Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI