[A BÍBLIA DO VBA NO ACCESS]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO ACCESS - CURSO COMPLETO

Páginas: 1164 | Autor: Júlio Battisti | 50% de Desconto e 21 Super Bônus

acompanhar meus pedidosAcompanhar meus pedidos | Formas de pagamentoFormas de pagamento | LoginEfetuar login Atendimento: (51) 3717-3796 | webmaster@juliobattisti.com.br
Júlio Battisti
Ver meu carrinho Curta-nos no FacebookSiga-nos no Twitter


LIVROS
Access e Banco de Dados
Administração e Negócios
Aplicativos
AutoCAD
Carreira e Trabalho
Concursos Públicos
Criação de Sites e Webdesign
Exames de Certificação
Excel
Gerenciamento de Projetos
Gráficos e CorelDraw
Hardware e Montagem
Internet
Matemática e Física
Office 2007
Programação
Redes
Segurança
Windows e Linux
Word
VÍDEO-AULAS
Access
Banco de Dados
CAD
Concursos Públicos
Excel
Hardware e Montagem
Internet
Linux
PowerPoint
Programação
Programas Gráficos
Redes e TCP/IP
VBA no Excel – Sistemas Prontos
Vídeo e Áudio
Webdesign
Windows
Word
E-BOOKS
Access
Administração e Negócios
Área Gráfica
Banco de Dados
BrOffice
CAD
Certificações Microsoft
Concursos Públicos
Finanças
Matemática e Física
Excel
Formação Pessoal e Profissional
Hardware e Montagem
Internet
Literatura e Outros
PowerPoint
Programação
Redes e TCP/IP
SAP
Vìdeo
Webdesign
Windows
Word
CURSOS ONLINE
Bancos de Dados e Access
Carreira e Trabalho
Computação Gráfica e Editoração
Criação de Lojas Virtuais
Criação de Sites e Webdesign
Excel
Formações Completas
Hardware Montagem e Manutenção
Programação
Redes
SAP
Windows e Linux
OFERTAS DA SEMANA!
Principal » EbooksRedes e TCP/IP

[E-book]: Pacote de E-books: IPV6 para quem conhece IPV4 - Incluindo subnetting com IPV6 - Aprenda com exemplos Práticos
Páginas: 390
Ano: 2014
Preço: R$ 39,00
Autor(es):
Editora: Júlio Battisti - Livros e Cursos LTDA
Formato: E-book
 
 

PARA COMPRAR ESTE E-BOOK, CLIQUE AQUI!


Visão Geral do E-book:

Pacote de E-books: IPV6 para quem conhece IPV4 - Incluindo subnetting com IPV6 - Aprenda com exemplos Práticos


Produtos que fazem parte deste pacote:

  • Dominando o IPv6 A Partir do IPv4 – 3ª Ed. - 309 páginas
  • Dominando Sub-Redes no IPv4 e IPv6 - 133 páginas

Item 01 : Dominando o IPv6 A Partir do IPv4 - 309

O protocolo IPv6 surgiu da necessidade de ampliar os endereços lógicos atribuídos às redes e aos dispositivos conectados à Internet. Como sempre ocorre, a troca de um padrão (IPv4) por outro (IPv6) requer tempo para as devidas adaptações e para que se adquiram os conhecimentos necessários para assimilar esse novo padrão. Este livro pretende exatamente facilitar a transição na aquisição de conhecimento de um protocolo para outro. Ou seja, levando em consideração o conhecimento adquirido no IPv4 vai-se destacando as diferenças com o IPv6 e introduzindo os novos conceitos em relação ao mesmo. A exaustão dos endereços IPv4 torna-se uma realidade a cada dia que passa e precisamos nos concentrar no estudo e entendimento do protocolo IP da próxima geração.


Item 02: Dominando Sub-Redes no IPv4 e IPv6 - 133

O entendimento do conceito e do cálculo de sub-redes é uma das tarefas que mais traz dificuldades para o estudante de Redes de Computadores (e à vezes também de profissionais da área) usando tanto o IPv4 quanto o IPv6.

O livro pretende levar esse conhecimento ao leitor, a partir do estudo inicial da camada de rede, da estrutura do endereçamento IPv4 e da revisão básica da matemática binária.

Após esse estudo preliminar, o livro aborda objetivamente os tópicos de sub-rede no IPv4, da VLSM e do CIDR. Por último o livro trata da introdução ao IPv6, do endereçamento IPv6, da matemática hexadecimal e de sub-redes no IPv6. Tudo isso com exemplos passo a passo dos cálculos realizados.

PARA COMPRAR ESTE E-BOOK, CLIQUE AQUI!

Conteúdo do E-book:

Item 01 : Dominando o IPv6 A Partir do IPv4 - 309

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO TCP/IP.. 20

1.1 INTRODUÇÃO.. 20

1.2 BÁSICO DO MODELO OSI 21

1.3 BÁSICO DO MODELO TC/IP.. 23

1.4 EXERCÍCIOS.. 27

CAPÍTULO 2 A CAMADA DE REDE E O PROTOCOLO IPV4. 28

2.1 INTRODUÇÃO.. 28

2.2 CONCEITOS BÁSICOS DA CAMADA DE REDE.. 28

2.2.1 Função. 28

2.2.2 Funcionamento. 28

2.2.3 Protocolos da Camada de Rede. 29

2.3 FUNCIONAMENTO DO PROTOCOLO ROTEÁVEL IP.. 29

2.3.1 O que é o protocolo IP?. 30

2.3.2 Cabeçalho IP.. 31

2.3.2.1 Campos do Cabeçalho IP.. 31

2.3.3 Importância dos Campos do Cabeçalho do Protocolo IP.. 34

2.3.4 Conversão binária para decimal 34

2.3.5 Determinando a Rede de um endereço IP.. 37

2.3.6 Aplicando a Máscara. 38

2.3.7 Classes de Endereçamento IP.. 38

2.3.8 Identificando a Classe de um endereço IP.. 41

2.3.9 Endereços IP Especiais e Reservados. 42

2.3.10 Porque da utilização de endereços IPs de Sub-Rede. 43

2.4 EXERCÍCIOS.. 44

CAPÍTULO 3 INTRODUÇÃO AO IPV6. 46

3.1 INTRODUÇÃO.. 46

3.2 O QUE VEM A SER O IPV6?. 46

3.3 MOTIVAÇÃO DA CRIAÇÃO DO IPV6. 46

3.4 ENTENDA O PORQUÊ DO IPV4 ESTAR SE ESGOTANDO. 49

3.5 RECORDANDO A CONVERSÃO DECIMAL PARA BINÁRIO.. 53

3.5.1 Revisando o endereçamento IPv4. 53

3.6 CONVERSÃO DECIMAL PARA HEXADECIMAL. 56

3.7 OUTRAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS SOBRE O IPV6. 59

3.8 EXERCÍCIOS.. 59

CAPÍTULO 4

4.1 INTRODUÇÃO.. 61

4.2 CABEÇALHOS.. 61

4.3 CAMPOS DO CABEÇALHO DO IPV6. 62

4.3.1 Version (Versão) 62

4.3.2 Tráfico Classe (Classe de Tráfego) 62

4.3.3 Flow Label (Rótulo do Fluxo) 63

4.3.4 Payload Lenght (Comprimento dos Dados Úteis) 63

4.3.5 Next Header (Próximo Cabeçalho) 64

4.3.6 Hop Limit (Limite de Saltos) 64

4.3.7 Source Address (Endereço de Origem) e Destination Address (Endereço de Destino) 65

4.4 CABEÇALHOS DE EXTENSÃO.. 65

4.4.1 Cabeçalho tipo zero (0) – Hop-by-Hop Options – RFC 2460. 67

4.4.2 Cabeçalho tipo 43 – Routing Options – RFC 2460. 68

4.4.3 Cabeçalho tipo 44 – Fragmentation Options – RFC 2460. 68

4.4.3.1 O que é MTU?. 68

4.4.3.2 MTU do Caminho, o que vem a ser?. 68

4.4.3.3 O que é e como é feita a Fragmentação?. 68

4.4.3.4 Quais as vantagens da Fragmentação?. 69

4.4.3.5 Como é descoberto a MTU do Caminho, ou Path MTU?. 71

4.4.4 Cabeçalho tipo 50 – Encapsulating Security Payload – RFC 2406. 71

4.4.5 Cabeçalho tipo 51 – Authentication Options – RFC 2402. 72

4.4.6 Cabeçalho tipo 60 – Destination Options – RFC 2460. 72

4.4.7 Cabeçalho tipo 59 – No Next Header – RFC 2460. 72

4.4.8 Cabeçalho tipo 58 – ICMPv6 – RFC 2463. 72

4.4.8.1 Mas afinal, o que é Neighbor Discovery?. 73

4.5 EXERCÍCIOS.. 73

CAPÍTULO 5 ENDEREÇAMENTO IPV6. 75

5.1 INTRODUÇÃO.. 75

5.2 ENDEREÇAMENTO IPV6. 75

5.2.1 Estrutura Hierárquica do Endereçamento IPv6. 80

5.3 RECOMENDAÇÕES PARA DESIGNAÇÃO DE ENDEREÇOS IPV6. 83

5.4 ENDEREÇAMENTO UNICAST. 84

5.4.1 Aggregatable Global Unicast Address. 85

5.4.2 Interface ID, EUI 64 ou endereço único da interface. 87

5.4.3 Link Local Unicast Address. 90

5.4.4 Unique Local Address (ULA) 90

5.4.5 Loopback address. 92

5.4.6 Unspecified address. 93

5.4.7 IPV4-Compatible IPV6 Address. 93

5.4.8 Outros endereços IPv6 especiais. 94

5.5 ENDEREÇAMENTO ANYCAST. 94

5.5.1 Endereços Anycast Especiais. 96

5.6 ENDEREÇAMENTO MULTICAST. 97

5.6.1 Gerenciamento de Grupos Multicast 103

5.7 SUB-REDES NO IPV6. 104

5.8 MÉTODO PARA FORMAR AS SUB-REDES NO IPV6. 107

5.9 COMO IDENTIFICAR AS SUB-REDES EM IPV6. 110

5.10 EXERCÍCIOS.. 111

CAPÍTULO 6 ROTEAMENTO NO IPV6. 113

6.1 INTRODUÇÃO.. 113

6.2 FUNDAMENTOS DO PROCESSO DE ROTEAMENTO.. 113

6.3 TABELA DE ROTAS.. 115

6.4 PROTOCOLO DE ROTEAMENTO RIPNG OU RIP NEXT GENERATION.. 115

6.4.1 Resumo do RIPng. 117

6.4.2 Limitações do RIPng. 118

6.4.3 Atualização da tabelas de rotas. 118

6.4.4 Detalhamento da RTE.. 118

6.4.4.1 Componentes do RTE (route table entry) 118

6.5 PROTOCOLO DE ROTEAMENTO OSPF.. 118

6.5.1 OSPFng ou OSPF Next Generation ou ainda, OSPFv3. 119

6.5.1.1 Procedimento de roteamento no Link (IPv6) versus Sub-rede (IPv4). 119

6.5.1.2 Removida a referência de Endereçamento. 119

6.5.1.3 Escopo dos Fluxos de Dados. 119

6.5.2 Resumindo o OSPF. 120

6.5.3 Semelhanças entre OSPFv2 e OSPFng. 121

6.5.4 Diferenças entre OSPFv2 e OSPFng. 121

6.6 PROTOCOLO BGP 4 OU BORDER GATEWAY PROTOCOL VERSÃO 4. 122

6.6.1 Como Funciona o BGP?. 122

6.6.2 Neighbors e Peers no BGP.. 122

6.6.3 As Mensagens BGP.. 123

6.7 RESUMINDO OS PROTOCOLOS DE ROTEAMENTO.. 124

6.8 EXERCÍCIOS.. 124

CAPÍTULO 7 SERVIÇOS BÁSICOS.. 126

7.1 INTRODUÇÃO.. 126

7.2 SERVIÇOS BÁSICOS IPV6. 126

7.3 ICMPv6. 126

7.4 MENSAGENS DO ICMPV6. 127

7.4.1 Mensagens de Erro. 127

7.4.2 Mensagens de Informação. 127

7.4.3 Detalhamento das Mensagens de Erro. 128

7.4.3.1 Destination Unreachable. 128

7.4.3.2 Packet Too Big. 129

7.4.3.3 Time Exceeded. 129

7.4.3.4 Parameter Problem.. 129

7.5 NEIGHBOR DISCOVERY.. 130

7.5.1 Router Solicitation.. 131

7.5.2 Router Advertisement 134

7.5.3 Neighbor Solicitation.. 137

7.5.4 Neighbor Advertisement 139

7.5.5 Redirect Message. 139

7.5.6 Resumo dos Comandos do Neighbor Discovery Protocol 141

7.5.6.1 Descoberta de vizinhança. 142

7.6 AUTOCONFIGURAÇÃO IPV6. 143

7.6.1 Passos para a Autoconfiguração. 143

7.6.2 Autoconfiguração Stateless. 145

7.6.3 Autoconfiguração Stateful 145

7.7 FRAGMENTAÇÃO IPV6. 145

7.7.1 Cabeçalho de Fragmentação. 146

7.8 PATH MTU OU MTU DO CAMINHO.. 146

7.9 IPv6 DNS.. 148

7.9.1 Os Registros importantes do DNS.. 149

7.9.2 Resolução de Nomes. 149

7.9.2.1 Resolução de Nomes utilizando Registros de recursos AAAA.. 149

7.9.2.2 Resolução de Nomes utilizando Registros A6. 150

7.9.3 Resumindo o DNS para o IPv6. 150

7.10 QOS OU QUALITY OF SERVICE.. 152

7.10.1 Os Campos de QoS no cabeçalho IPv6. 153

7.11 DHCPv6. 153

7.11.1 Mensagens do DHCPv6. 154

7.11.2 Modos de operação do DHCPv6. 155

7.12 EXERCÍCIOS.. 155

CAPÍTULO 8 MOBILIDADE E SEGURANÇA NO IPV6. 157

8.1 INTRODUÇÃO.. 157

8.2 MOBILIDADE IP OU MOBILE IP.. 157

8.3 MOBILIDADE SUPORTADA PELO IPV6. 158

8.3.1 As Bases da Mobilidade IPv6. 158

8.3.2 Modos de Nós Correspondentes. 159

8.3.3 Mobilidade IPv6 comparada com Mobilidade IPv4. 161

8.3.4 Resumindo sobre mobilidade IP. 161

8.3.5 Como opera o Proxy para Mobilidade IPv6?. 162

8.3.6 Funções do MAG e do LMA.. 163

8.3.6.1 Mobile Access Gateway (MAG) 163

8.3.6.2 Local Mobility Anchor (LMA) 164

8.4 SEGURANÇA NO IPV6. 165

8.4.1 IP Security Protocol (IPsec) 166

8.4.2 Layer Two Tunneling Protocol. RFC 2661. 166

8.4.3 Tornando mais específicas as informações sobre IPsec. 169

8.4.4 Modos de Operação do Ipsec. 169

8.4.4.1 Modo de Transporte. 169

8.4.4.2 Modo Túnel (VPN de camada 3) 169

8.4.5 Recursos do IPSec. 170

8.4.5.1 Authentication Header (AH) 170

8.4.5.2 Encapsulating Security Payload (ESP) 171

8.4.5.3 Internet Key Exchange (IKE) 171

8.4.6 Secure Neighbor Discovery (SEND) 172

8.5 EXERCÍCIOS.. 173

CAPÍTULO 9 COEXISTÊNCIA DO IPV4 COM O IPV6. 175

9.1 INTRODUÇÃO.. 175

9.2 COEXISTÊNCIA ENTRE IPV4 E IPV6. 175

9.3 VANTAGENS DO IPV6. 175

9.4 FORMAS DE COEXISTÊNCIA ENTRE IPV4 E IPV6. 176

9.4.1 Dual Stack ou Pilha Dupla. 176

9.4.1.1 Características técnicas da Pilha Dupla. 177

9.4.2 Tunelamento. 177

9.4.2.1 Modos de Tunelamento. 178

9.4.2.1.1 Modo de Tunelamento de Roteador a Roteador 178

9.4.2.1.2 Modo de Tunelamento de Host a Roteador e de Roteador a Host 179

9.4.2.1.3 Modo de Tunelamento de Host a Host 180

9.4.2.2 Técnicas de Tunelamento do IPv6 no IPv4. 180

9.4.2.2.1 Técnica de Tunelamento 6to4. 180

9.4.2.2.2 Técnica de Tunelamento 6to4 Relay. 183

9.4.2.2.2.1 Elementos do Tunelamento 6to4. 184

9.4.2.2.3 Técnica de Tunelamento ISATAP.. 184

9.4.2.2.4 Técnicas de Tunelamento Brokers. 186

9.4.2.2.5 Técnicas de Tunelamento GRE.. 187

9.4.2.2.6 Técnica de Tunelamento TEREDO.. 187

9.4.2.2.7 Técnica de Tunelamento 6over4 (IPv6-over-IPv4) 190

9.4.2.2.8 Técnica de Tunelamento 6rd. 190

9.4.2.2.9 Técnica de Encapsulamento 6in4. 193

9.4.3 Técnicas Mistas de Pilha Dupla e Tunelamento. 194

9.4.3.1 Tunelamento Dual Stack Lite (DS-Lite) 194

9.4.3.2 Tunelamento 4rd. 196

9.4.4 Tradução. 199

9.4.4.1 Técnicas de Tradução. 200

9.4.4.1.1 Técnicas IVI, dIVI e dIVI-pd. 200

9.4.4.1.2 Técnica dIVI e dIVI-pd. 205

9.4.4.1.3 Técnica NAT64 e DNS64. 206

9.4.4.1.4 Técnica 464XLAT. 208

9.4.4.1.5 Técnica 6PE e 6VPE.. 211

9.4.4.1.6 Técnica SIIT. 212

9.4.4.1.7 Técnica BIS.. 212

9.4.4.1.8 Técnica BIA.. 213

9.4.4.1.9 Técnica TRT. 213

9.4.4.1.9.1 Mas afinal o que é DNS-ALG?. 213

9.4.4.1.10 Considerações finais sobre mecanismos de transição. 214

9.5 CONCLUSÃO DO CAPÍTULO.. 215

9.6 EXERCÍCIOS.. 215

CAPÍTULO 10 CONFIGURANDO O IPV6. 217

10.1 INTRODUÇÃO.. 217

10.2 CONFIGURANDO O IPv6 NO PC WINDOWS XP.. 217

10.3 CONFIGURANDO O IPv6 NO PC WINDOWS 7 ULTIMATE.. 221

10.4 O IPv6 NA LAN da Matriz. 223

10.4.1 Comentários sobre o IPv6 na LAN.. 227

10.5 INTERCONECTANDO REDES LANs COM O IPv6. 227

10.6 CONECTANDO AS REDES LANs COM A INTERNET VIA IPv6. 231

10.7 A AUTOCONFIGURAÇÃO NO IPv6. 233

10.7.1 Autoconfiguração Stateless. 233

10.7.2 Autoconfiguração Stateful 235

10.8 CONFIGURANDO ROTEAMENTO NO IPv6. 238

10.8.1 Introdução. 238

10.8.2 Configurando parâmetros do IPv6. 239

10.8.2.1 Configurando IPv6 no Router0 da Topologia Rotas Estáticas. 241

10.8.2.2 Configurando IPv6 no PC0 da LAN A da Topologia Rotas Estáticas. 241

10.8.2.3 Configurando IPv6 no Router1 da Topologia Rotas Estáticas. 242

10.8.2.4 Configurando IPv6 no PC2 da LAN B da Topologia Rotas Estáticas. 243

10.8.2.5 Configurando IPv6 no Router2 da Topologia Rotas Estáticas. 244

10.8.2.6 Configurando IPv6 no Router3 da Topologia Rotas Estáticas. 245

10.8.3 Configurando Rotas Estáticas no IPv6. 245

10.8.4 Configurando Rotas Dinâmicas no IPv6. 248

10.8.4.1 Introdução. 248

10.8.4.2 Roteamento dinâmico RIPng. 248

10.8.4.3 Roteamento dinâmico OSPFng em Área única. 251

10.8.4.4 Roteamento dinâmico OSPFng em diferentes Áreas. 254

10.8.4.5 Roteamento dinâmico BGP4. 258

10.9 CONFIGURANDO TÉCNICAS DE COEXISTÊNCIA ENTRE IPv4/IPv6. 264

10.9.1 Introdução. 264

10.9.2 Pilha Dupla ou Dual Stack. 264

10.9.2.1 Configurações do Roteador da Rede A.. 267

10.9.2.2 Configurações do Roteador da Rede B.. 267

10.9.2.3 Topologia Dual Stack com conexão Internet 268

10.9.2.3.1 Configurando Roteador da Rede A.. 270

10.9.2.3.2 Configurando Roteador da Rede B.. 271

10.9.4 Topologia Dual Stack e Tunelamento GRE.. 273

10.10 CONFIGURANDO TUNELAMENTO 6to4. 277

10.10.1 Topologia Tunelamento 6to4. 277

10.10.2 Configurações do Roteador R1 da Topologia Tunelamento 6to4. 278

10.10.3 Configurações do Roteador R2 da Topologia Tunelamento 6to4. 279

10.10.4 Testes de ping do PC1 para o PC2. 280

10.11 CONFIGURANDO TUNELAMENTO 6to4 RELAY.. 282

10.11.1 Topologia Tunelamento 6to4 Relay. 282

10.11.1.1 Configurações do Roteador INTERNET da Topologia Tunelamento 6to4 Relay. 282

10.11.1.2 Configurações dos Roteadores R2 e R1 da Topologia Tunelamento 6to4 Relay  283

10.11.2 Testes de ping do PC1 para o PC2 e para a INTERNET. 284

CAPÍTULO 11 MATEMÁTICA BÁSICA PARA COMPUTAÇÃO.. 285

11.1 INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS NUMÉRICOS.. 285

11.2 SISTEMA DECIMAL. 285

11.3 POTENCIAÇÃO.. 286

11.3.1 Propriedades da Potenciação. 286

11.4 SISTEMA BINÁRIO.. 287

11.4.1 Pequeno Histórico do Sistema Binário. 287

11.4.2 Sistema Binário na Prática. 288

11.5 SISTEMA HEXADECIMAL. 289

11.5.1 Sistema Hexadecimal na Prática. 290

11.6 CONVERSÃO DE BASE NUMÉRICA.. 291

11.6.1 Transformando Decimal em Binário. 291

11.6.1.1 Transformando Decimal em Binário pelo Uso do Valor Posicional 291

11.6.1.2 Transformando Decimal em Binário por Divisões Sucessivas. 292

11.6.2 Transformando Binário em Decimal 292

11.6.3 Conversão Decimal para Hexadecimal 293

11.6.3.1 Método das divisões sucessivas. 293

11.6.3.2 Método da conversão decimal para binário e depois binário para hexadecimal 294

11.6.4 Conversão Hexadecimal para Decimal 296

11.7 COMBINAÇÕES EM BINÁRIO. 297

11.8 OPERAÇÃO LÓGICA AND.. 299

CONCLUSÃO.. 300

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.. 301

APÊNDICE A – CADASTRO NO BLOG INFRAESTRUTURA DE REDES.. 303

APÊNDICE B – INDICAÇÕES DE CURSOS ON-LINE/E-BOOKS POR ASSUNTO.. 304

APÊNDICE C – CURSOS ON-LINE DOS AUTORES.. 307

APÊNDICE D – OUTROS E-BOOKS/LIVROS DOS AUTORES.. 308

APÊNDICE E – VIDEOAULAS DOS AUTORES.. 309


Item 02: Dominando Sub-Redes no IPv4 e IPv6 - 133

CAPÍTULO 1- INTRODUÇÃO AO TCP/IP   
1.1 INTRODUÇÃO   
1.2 BÁSICO DO MODELO OSI     
1.3 BÁSICO DO MODELO TC/IP
 

CAPÍTULO 2- PROTOCOLO IP E A CAMADA DE REDE 
2.1 INTRODUÇÃO 
2.2 CONCEITOS BÁSICOS DA CAMADA DE REDE  
2.2.1 Função    
2.2.2 Funcionamento  
2.2.3 Protocolos da Camada de Rede     
2.3 FUNCIONAMENTO DO PROTOCOLO ROTEÁVEL IP  
2.3.1 O que é o protocolo IP?   
2.3.2 Cabeçalho IP 
2.3.2.1 Campos do Cabeçalho IP  
2.3.3 Importância dos Campos do Cabeçalho do Protocolo IP     
2.3.4 Conversão binária para decimal       
2.3.5 Determinando a Rede de um endereço IP   
2.3.6 Aplicando a Máscara  
2.3.7 Classes de Endereçamento IP   
2.3.8 Identificando a Classe de um endereço IP  
2.3.9 Endereços IP Especiais e Reservados 
2.3.10 Porque da utilização de endereços IPs de Sub-Rede 
 

CAPÍTULO 3- CRIANDO SUB-REDES EM REDES IPV4 
3.1 INTRODUÇÃO 
3.2 CRIANDO SUB-REDES A PARTIR DE UM ENDEREÇO DE REDE PADRÃO
3.2.1 Sub-rede com endereço IP classe C  
3.2.2 Sub-rede com endereço IP classe B   
3.2.3 Sub-rede com endereço IP classe A  
3.2.4 Descubra se um IP dado pertence a um host, rede ou sub-rede    
3.2.5 Resumo de sub-redes              
 

CAPÍTULO 4- VLSM (VARIABLE LENGHT MASK) 
4.1 INTRODUÇÃO AO VLSM     
4.2 CRIANDO SUB-REDES COM MÁSCARA VARIÁVEL (VLSM) 
 

CAPÍTULO 5 -CIDR (CLASSLESS INTER-DOMAIN ROUTING)
5.1 INTRODUÇÃO AO CIDR 
5.2 CIDR NA PRÁTICA   
 

CAPÍTULO 6- INTRODUÇÃO AO IPV6      
6.1 INTRODUÇÃO   
6.2 EXAUSTÃO DO IPV4.   
6.3 COMPARAÇÃO ENTRE CABEÇALHOS DO IPV4 E DO IPV6   
6.4 MELHORIAS NO CABEÇALHO IPV6   
6.4.1 Cabeçalhos de extensão    
6.5 FRAGMENTAÇÃO NO IPV6        
6.6 ESTRUTURA DO ENDEREÇAMENTO IPV6    
6.7 ALOCAÇÃO DE ENDEREÇO IPV6 
6.8 INTRODUÇÃO ÀS SUB-REDES NO IPV6 
6.9 REPRESENTAÇÃO DOS ENDEREÇOS NO IPV6
6.10 TERMINOLOGIA TÉCNICA DO IPV6    
6.11 O ESCOPO DO ENDEREÇAMENTO NO IPV6 
6.12 TIPOS DE ENDEREÇOS IPV6  
6.13 CONJUNTO DE ENDEREÇOS DE INTERFACE   
6.14 TIPOS DE PREFIXO DE ENDEREÇAMENTO     
6.15 ROTEAMENTO NO IPV6             
 

CAPÍTULO 7 -CRIANDO SUB-REDES EM REDES IPV6  
7.1 INTRODUÇÃO   
7.2 CRIANDO SUB-REDES EM REDES IPV6 
7.3 FORMATO DOS ENDEREÇOS IPV6       
7.4 ATRIBUIÇÕES DE ENDEREÇOS IPV6     
7.5 A LÓGICA DA CRIAÇÃO DE SUB-REDES NO IPV6    
7.6 MÉTODO PARA FORMAR AS SUB-REDES NO IPV6 
7.7 COMO IDENTIFICAR AS SUB-REDES EM IPV6 
CAPÍTULO 8 BOAS PRÁTICAS NA ALOCAÇÃO DE SUB-REDES EM IPv6 
8.1 INTRODUÇÃO    
8.2 VANTAGENS DE UM BOM PLANO DE ENDEREÇAMENTO  
8.3 BOAS PRÁTICAS   
8.3.1 Criar sub-redes utilizando 4 bits ou múltiplos
8.3.2 Separar blocos criados para a infraestrutura  
8.3.3 Atribuir endereços de loopback utilizando a primeira sub-rede /64 criada       
8.3.4 Utilizar nos links ponto-a-ponto endereços /127 ou /126     
8.3.5 Prefixos de tamanhos coerentes para cada nível hierárquico dentro da rede 
8.4 DISTRIBUIÇÃO USUAL DOS PREFIXOS IPv6  
8.4.1 Distribuição de endereços IPv6            
8.5 Ordem de alocação        
8.5.1 Rightmost    
8.5.2 Leftmost         
8.5.3 Reservar Blocos ou pular    
 

CAPÍTULO 9- MATEMÁTICA PARA O SISTEMA BINÁRIO E HEXADECIMAL 
9.1 INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS NUMÉRICOS   
9.2 SISTEMA DECIMAL       
9.3 POTENCIAÇÃO 
9.3.1 Propriedades da potenciação: 
9.4 SISTEMA BINÁRIO     
9.4.1 Pequeno histórico do sistema binário    
9.4.2 Sistema binário na prática       
9.5 CONVERSÃO DE BASE NUMÉRICA  
9.5.1 Transformando decimal em binário pelo uso do valor posicional     
9.5.2 Transformando decimal em binário por divisões sucessivas   
9.5.3 Transformando binário em decimal  
9.6 COMBINAÇÕES EM BINÁRIO.    
9.7 OPERAÇÃO LÓGICA AND        
9.8 SISTEMA HEXADECIMAL         
9.8.1 Pequeno histórico do sistema hexadecimal 
9.8.2 Sistema hexadecimal na prática          
9.8.3 O hexadecimal e o Nibble      
9.8.4 Conversão de base numérica com hexadecimais       
9.8.5 Transformando decimal em hexadecimal pelo uso do valor posicional               
9.8.6 Transformando decimal em hexadecimal por divisões sucessivas     
9.8.7 Transformando hexadecimal em decimal      
9.8.8 Transformando hexadecimal em binário         
9.8.9 Transformando binário em hexadecimal          
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS       
APÊNDICE A – Indicações de cursos on-line e e-books por assunto        
APÊNDICE B – Outras obras dos autores   

PARA COMPRAR ESTE E-BOOK, CLIQUE AQUI!




Conheça nossas formações completas online:
Windows Server 2008 - Inscreva-se já -s Últimas Vagas! Curso Completo de SAP!

Universidade PHP - Inscreva-se já -s Últimas Vagas! Curso Online de Java para Iniciantes!

Deixe seu comentário:
Livros do autor Júlio Battisti

Ebooks de Redes e TCP/IP
Pacote de E-books: Universidade Redes, TCP/IP, Roteadores Cisco, Redes WAN, Subnetting, IPV6 e Cabeamento Estruturado
Pacote de E-books: Curso Básico de Redes para Iniciantes - Inclui Redes WAN - 555 Questões Resolvidas e Comentadas
Aprenda com Júlio Battisti: TCP/IP - Teoria e Prática em Redes Windows
E-book: Configuração de Roteadores e Switches Cisco - Nivel Básico + Intermediário
Redes de Computadores - Curso Básico - Interativo
Access Video-Aulas Banco de Dados Bíblia do Windows Server 2012 Formação SAP Excel Java Webdesign Hardware Universidade Android Concursos Universidade Java Linux Montagem Android Programação Universidade Excel Redes Bíblia do VBA Criação de Sites Segurança SAP Windows Delphi Bíblia do Excel

Livros

  • Administração
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • E-books

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Vídeo-Aulas

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Minhas Informações

  • Efetuar login
  • Meus pedidos
  • Meu cadastro
  • Meu pedido
  • Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208

  • Atendimento: (51) 3717-3796 - webmaster@juliobattisti.com.br Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2017 ©

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI