[E-BOOK GRÁTIS]: Windows 7 Básico, 476 pgs - QUERO RECEBER!
Você está em: PrincipalTutoriaisAdrienearaujo : Historiadobrasil001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Conheça o Júlio Battisti

Julio Battisti - Autor de mais de 25 livros de informática Júlio Battisti tem mais de 36 livros publicados, dezenas de e-books e é certificado Microsoft.

Ganhe o e-book a Seguir

e-book grátis Windows 7 Básico

476 páginas



Curta Nossa Fanpage

Loja Virtual do Site

Livros do Julio Battisti

FILTRO DE TUTORIAIS:




HISTÓRIA DO BRASIL

 

PARTE-1: PERÍODO COLONIAL ( 1530-18822)

 

Objetivo:

 

Desta vez, os assuntos serão divididos em partes e cada parte  por lições. Nesta parte 1, será visto desde os primeiros passos das grandes viagens até início da monarquia. Assim poderá haver melhor entendimento de como se deu o processo da formação da América portuguesa. Como foram solucionados seus problemas internos, nos campos da política, administração, da religião e da ocupação do território.

 

Este demonstra como pode ser dividida a história do Brasil.

 

HISTÓRIA  DO BRASIL

 

 

Por isso cada parte abrangerá um período da história.

 

LIÇÃO –1

 

OS PASSOS PARA A COLONIZAÇÃO

 

Objetivo:

 

Esta lição abordará a viagem e achegada dos europeus nas terras americanas, ou melhor, no novo mundo. Será visto as condições sociais, religiosas, econômicas e culturais que ajudaram na expansão marítima e comercial dos europeus nos séculos XV e XVI, sendo os países pioneiros - Portugal e Espanha.

 

Pré-requisito:

 

Acompanhar as lições.

 

O COMEÇO

 

O Brasil passa a ser ocupado pelos portugueses no início da idade moderna.

 

Nesse período ocorreram muitas transformações, pois na Europa o feudalismo ainda tinha alguns traços marcantes.

 

A VIDA NOS FEUDOS

 

O senhor feudal era o dono da maioria das terras, os servos deviam trabalhar muito nas terras do rei e ainda de graça. E sobreviver do pouco que sobrava do cultivo das terras. Nesse período o comércio era quase inexistente. Os camponeses eram auto-suficientes, porque eles produziam seu próprio alimento, roupas e móveis. Ainda os melhores produtores ainda tinham de trabalhar para o sustento do senhor feudal. Cada feudo tinha vida independente. Às vezes vários feudos poderiam se unir para sua própria defesa. Isto contribuiu para que no futuro, houvesse a formação de reinos. Mas, no final da idade média várias transformações passaram a ocorrer no sistema feudal. Os campos mais afetados foram:

 

- Na sociedade: o surgimento da burguesia mercantil e a expansão comercial européia através das grandes navegações.

 

- Na política: ocorreu o fortalecimento do poder real e a formação de estados nacionais.

 

- Na religião: a reforma protestante abala o poder total da igreja católica, que deixou de ser a única religião cristã.

 

- Na ciência: esta surge pela utilização de métodos de observação e experimentação. Com Ex. Nicolau Copérnico e Galileu Galilei, que desenvolveram a teoria do heliocentrismo – a terra gira em torno do sol.

 

- Na comunicação: a impressão de tipo móveis na imprensa, que permitiu uma difusão mais rápida e extensa dos conhecimentos.

 

- Na teologia: o uso da bússola, pólvora e do papel

 

BURGUESIA – UMA NOVA VISÃO DE MUNDO

 

O comércio desenvolveu e os leigos, ou cidades cresceram e queriam a qualquer custo, livrar-se do poder dos senhores feudais. Por isso a compra de documentos forais ou contas de franquia, que serviam de prova de que o senhor feudal e seus descendentes renunciariam a seus direitos sobre as terras. Claro que nem sempre essa compra era possível. Por isso a burguesia mercantil precisa usar da força p/ conseguir seus objetivos.

 

A burguesia tinha o apoio do rei, que por sua vez, tinha o apoio das cidades, onde todos queriam o fortalecimento real, o enfraquecimento dos senhores feudais e a formação dos estados nacionais.

 

Muitos produtos consumidos na Europa eram originados de outros países, principalmente do Oriente. A rota do comércio mais usada era o Mar Mediterrâneo.

 

O INÍCIO DAS NAVEGAÇÕES

 

Para um navegante, o mar além de riquezas era visto como fonte de aventura e oportunidade de conhecer novos mundos. Nesta época, mesmo o medo do desconhecido não impediu esses navegantes de enfrentarem o mar.  Isto não era fácil, porque o poder da igreja na sociedade era muito forte. Para a igreja a fé valia mais que a ciência. Mas durante o século VIX, nas cidades italianas o humanismo, começou a desenvolver-se. Esse movimento envolvia vários intelectuais que pregavam a glorificação do homem. A base desse movimento estava na cultura greco-romana, onde o homem é o centro do universo. Com esses pensamentos os navegantes tiveram mais ímpeto para as viagens.
Vencido esse obstáculo, tinha outro: como financiar as viagens. Formar as esquadras. Para isso  era necessário o acúmulo de capital e a formação  de pessoal técnico. Para isso a presença do rei foi fundamental. Porque era com ele que ficava a maior concentração de riquezas.

 

A Coroa portuguesa favoreceu muito os navegantes. Por exemplo,o rei podia mobilizar recursos da igreja, dos impostos para poder bancar esses empreendimentos, que eram tão arriscados. Como o rei era o maior investidor, ganhava mais na divisão de lucros.

 

Além disso,outros fatores contribuíram para o impulso das navegações: o monopólio das cidades italianas, Gênova e Veneza, a tomada de Constantinopla pelos turcos e a alta dos preços das mercadorias.

 

PAÍSES PIONEIROS – PORTUGAL E ESPANHA

 

O maior destaque neste campo foi para Portugal. Alguns fatores que contribuíram para isso foram:

 

» Portugal passou a ser um reino independente em 1143. concentrou-se em expulsar os árabes de suas terras e através de suas viagens marítimas, durante o século XV, conquistar novas terras.

 

» D. João I, com o apoio da enriquecida burguesia mercantil, interessada em maiores lucros, tornou-se o primeiro impulsionador da expansão marítima.

 

» No século XV, Portugal torna-se um grande centro de estudos da ciência da navegação.

 

Com isso Portugal passa a se dedicar a um empreendimento importante, que era deixar de ser intermediário no comércio do Atlântico norte, para conquistar novas terras. Estas se tornariam novas fontes de comércio e de exploração de riquezas. O começo foi com a cidade de Ceuta, no norte da África.

 

Ceuta foi escolhida por causa de sua posição geográfica. Seria o ponto de partida mais próximo. Além disso  esta cidade era um centro de comércio de mercadorias orientais de luxo e de produtos africanos, como o marfim e o ouro, que tinha grande valor comercial na Europa.

 

Ceuta foi conquistada em 1415, isto significou grande lucros para o rei, a nobreza e os comerciantes , que haviam reunido seus recursos para financiar a viagem e também a guerra contra os mouros(habitantes de Ceuta).

 

A conquista de Ceuta, teve também outro objetivo, do ponto de vista religioso, foi vista como uma forma de destruir os “infiéis”, aqueles que não seguiam a fé católica. Então  com a  vitória sobre os mouros, a igreja recebeu glória, os nobres receberam terras , títulos para os nobres, poder para o rei e fortuna para os comerciantes burgueses e até para os marinheiros e soldados, que estavam mais ativos nas viagens, a esperança de uma vida melhor e aventureira.

 

Depois de Ceuta, Portugal prosseguiu sua expansão por outras partes da áfrica. O próximo lugar foi as Ilhas Madeiras(1419) e dos Açores (1432). Com tantas conquistas, Portugal adquiriu experiência em colonização, que serviu mais tarde para as suas conquistas na América. Com a utilização de mão-de-obra nativa das ilhas conquistadas, e com os investimento tanto da capital portuguesa como da cidade italiana de Gênova, foi estabelecido a produção açucareira nestas localidades.

 

Depois da ilhas foi a vez do litoral africano, onde foram construídas várias feitorias, estas eram fortes destinados ao comércio e a proteção de suas novas conquistas. O objetivo dos portugueses na África, não era de povoa-la mais sim explora-la. Para isso foram estabelecida relações com os chefes africanos, para poderem ter maior acesso ao ouro, marfim e principalmente escravos, que eram levados para serem vendidos em Portugal.

 

Depois em 1443, o navegador Nuno Tristão, chega a baía de Arguim, caminho de uma rota que levava a Tombuctu, um centro de comércio, onde podia ser encontrado ouro, sal e escravos.

 

O objetivo de Portugal era ao chegar às Índias contornando o sul da África. Embora isso tenha demorado um pouco( visto que iniciou-se em 1415 e só  foi concluído em 1458). O resultado foi lucro para a burguesia mercantil com a primeira viagem com Vasco da Gama.

 

Em 1498, Vasco da Gama, chegou em Calicute, um ponto importante de comércio de especiarias sobre o controle dos mulçumanos. Os portugueses tentaram estabelecer relações comerciais com o chefe da região, mas não deu certo. Então foi necessário o uso da força, e assim  Vasco da Gama levou para Lisboa muita riqueza em especiarias e produtos orientais.

 

Outro navegador que atravessou no caminho de Portugal, o Genovês Cristóvão Colombo, que a serviço da Espanha, e com base na teoria de que a terra tinha forma arredondada, queria chegar  ao oriente pelo Ocidente. Em 1492, ele chegou a San Salvador, na América Central, na ocasião , ele achava que havia chegado as Índias.

 

Esta descoberta deu origem a várias outras viagens, mas também a alguns problemas entre países. Especificamente entre Portugal e Espanha.

 

Começa-se uma série de acordos e tratados de divisão de territórios descobertos.

 

Em 1480, portugueses e espanhóis assinam o Tratado de Toledo, que garantia: as terras ao sul das ilhas Canárias seriam de exploração portuguesa. Isto foi um problema visto que as terras recém-descobertas por Colombo eram ao sul destas Ilhas. Mas ele estava a serviço da Espanha. Logo para não ficarem no prejuízo os espanhóis recorrem ao Papa( autoridade máxima na época). Ele atendeu o pedido espanhol e por meio da Bula Inter Coetera, 1493, fez a linha demarcatória de 100 léguas a oeste de Cabo Verde, onde as terras encontradas lá se tornariam da Espanha e as terras que ficassem ao leste , ou seja a África pertenceriam a Portugal.

 

Isto não foi de agrado aos portugueses que reuniram-se com os espanhóis, e assinaram o Tratado de Tordesilhas, em 1494, onde ocorreu a mudança da linha demarcatória para 370 léguas a oeste do Cabo Verde. Com isso partes de terras que ainda nem haviam sido descobertas , como o Brasil, seriam também de Portugal.

 

ATIVIDADES

 

1) quais foram as principais transformações ocorridas na economia e na sociedade européia, que serviram de impulso as  grandes navegações e que começaram a surgir entre os séculos XIII e XV?

 

R:

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

 

2) quais foram algumas das conquistas portuguesas e que lucros foram obtidos?

 

R:

 

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

 

3) no século XV um novo movimento entre os homens cultos surgiu, que movimento foi esse e que invenções científicas serviram de impulso para as navegações?

 

R:

 

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

 

GABARITO

 

1) - Na sociedade :o surgimento da burguesia mercantil e a expansão comercial européia através das grandes navegações.

 

- Na política: ocorreu o fortalecimento do poder real e a formação de estados nacionais.

 

- Na religião: a reforma protestante abala o poder total da igreja católica, que deixou de ser a única religião cristã.

 

2) O começo foi com a cidade de Ceuta, no norte da África.

 

Ceuta foi escolhida por causa de sua posição geográfica. ela era um centro de comércio de mercadorias orientais de luxo e de produtos africanos, como o marfim e o ouro, que tinha grande valor comercial na Europa.

 

Ceuta foi conquistada em 1415, isto significou grande lucros para o rei, a nobreza e os comerciantes , que haviam reunido seus recursos para financiar a viagem e também a guerra contra os mouros(habitantes de Ceuta).

 

O próximo lugar foi as Ilhas Madeiras(1419) e dos Açores (1432). Com a utilização de mão-de-obra nativa das ilhas conquistadas, e com os investimento tanto da capital portuguesa como da cidade italiana de Gênova, foi estabelecido a produção açucareira nestas localidades. Depois da ilhas foi a vez do litoral africano, onde foram estabelecida relações com os chefes africanos, para poderem ter maior acesso ao ouro, marfim e principalmente escravos, que eram levados para serem vendidos em Portugal.

 

3)  o movimento foi o humanismo, onde o homem passa a ser o centro , ser mais valorizado. Esse movimento teve base nos pensadores greco-romanos, que colocavam o homem acima de tudo. Algumas das invenções foram:a bússola, a pólvora, papel e a imprensa.

 

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Vídeo-Aulas

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • E-books

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Livros

  • Administração
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Conteúdo Gratuito

  • +1500 Artigos e Tutoriais
  • ASP 3.0
  • ASP.NET
  • Access Básico
  • Access Avançado
  • Excel Básico - 120 lições
  • Excel Avançado - 120 lições
  • SQL Server 2005
  • Windows 7
  • Windows XP
  • Windows 2003 Server
  • Windows 2008 Server
  • Novidades e E-books grátis

    Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



     

    Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de entrega
  • Contato
  • O Autor

  • Atendimento: (51) 3717-3796 - webmaster@juliobattisti.com.br Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2014 ®