WINDOWS SERVER 2008 - CURSO COMPLETO - JÚLIO BATTISTI - CLIQUE AQUI
Você está em: PrincipalTutoriaisJosebferraz : Concordancianominal001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Conheça o Júlio Battisti

Julio Battisti - Autor de mais de 25 livros de informática Júlio Battisti tem mais de 36 livros publicados, dezenas de e-books e é certificado Microsoft.

Ganhe o a Seguir

 grátis Windows 7 Básico

476h



Windows Server 2008 - Inscreva-se já!

Curta Nossa Fanpage

Loja Virtual do Site

Livros do Julio Battisti

FILTRO DE TUTORIAIS:




CONCORDÂNCIA NOMINAL

 

Introdução

 

Leia a frase abaixo e observe as inadequações:

 

Aquele dois meninos estudioso leram livros antigo.

 

Note que as inadequações referem-se aos desajustes entre as palavras que a constituem.

 

Para que a frase concorde, adequadamente, entre todos os termos, é necessário:

  • Aquele concordar com a palavra dois;
  • Estudioso concordar com meninos;
  • Antigo concordar com livros.

Fazendo-se os ajustes necessários a frase ficará assim:

 

Aqueles dois meninos estudiosos leram os livros antigos

                                                  

 

Assim, concordância nominal consiste na adaptação de uns nomes aos outros, harmonizando-se nas suas flexões com as palavras de que dependem.

 

No decorrer deste tutorial veremos as regras de concordância, bem como exemplos práticos sobre as mesmas.

 

REGRA GERAL

 

O artigo, o pronome, o adjetivo e o numeral devem concordar em gênero (masculino/feminino) e número (singular/plural) com o substantivo a que se refere.

 

Exemplo:

 

O alto ipê cobre-se de flores amarelas.

    Adj.                                     Adjetivo

 

Faz duas horas que cheguei de viagem.

       Num.

 

OUTROS CASOS DE CONCORDÂNCIA NOMINAL

 

1. Um adjetivo após vários substantivos

    1.1 Quando os substantivos são do mesmo gênero há duas concordâncias:

     

a) assumir o gênero do substantivo e vai para o plural:

 

exemplo: Encontramos um jovem e um homem preocupados.

                                                                               Adjetivo

 

No exemplo acima o adjetivo assumiu o gênero masculino e foi para o plural.

 

b) concordar só com o último substantivo em gênero e número:

 

Exemplo: Ela tem irmão e primo pequeno.

                                                     Adjetivo

 

Acima o adjetivo assumiu o gênero masculino e concordou só com o último substantivo.

 

 

Observação:

 

Quando os substantivos são do mesmo gênero as duas concordâncias podem ser usadas, embora a primeira seja mais adequada porque mostra que a característica é atribuída aos dois substantivos.

 

Se o último substantivo estiver no plural, a concordância só poderá ficar no plural.

 

Exemplo: Ele possui perfume e carroscaros.

 

Se o adjetivo funcionar como predicativo, o plural será obrigatório.

 

Exemplo: O irmão e o primo dele são pequenos.

                                                     VL  Predicativo

 

1.2 Quando os substantivos são de gêneros diferentes também há duas possibilidades:

 

a) ir para o masculino plural:

 

Exemplo: “Uma solicitude e um interesse mais que fraternos.” (Mário Alencar)

 

b) concordar só com o substantivo mais próximo:

 

Exemplo: A Marinha e o Exército brasileiro estavam alerta.

 

Observação:

 

No caso de substantivos de gêneros diferentes o adjetivo irá para o masculino plural, se o adjetivo tiver a função de predicativo.

 

Exemplo: O aluno e a aluna estão reprovados.

                                               VL    Predicativo

 

2. Um adjetivo anteposto a vários substantivos

 

A concordância se dará com o substantivo mais próximo.

 

Exemplo: Tiveste má idéia e pensamento.

 

Velhos livros e revistas estavam empilhados na prateleira.

 

Observação:

 

Quando o adjetivo exerce a função de predicativo, ele pode concordar só com o primeiro ou ir para o plural.

 

Exemplo: Ficou reprovada a aluna e o aluno.

Ficaram reprovados a aluna e o aluno.

 

Se o adjetivo anteposto referir-se a nomes próprios, o plural será obrigatório.

 

Exemplo: As simpáticas Lúcia e Luana são irmãs.

 

3. Um substantivo e mais de um adjetivo

 

Admitem-se duas concordâncias:

 

a) Quando o substantivo estiver no plural, não se usa o artigo antes dos adjetivos.

 

Exemplo: Estudava os idiomas francês e inglês.

 

b) Se o substantivo estiver no singular, o uso do artigo será obrigatório a partir do segundo adjetivo.

 

Exemplo: Estudo a língua inglesa, a francesa e a italiana.

 

4. É bom, é necessário, é proibido

 

Essas expressões concordam obrigatoriamente com o substantivo a que se referem, quando for precedido de artigo. Caso contrário são invariáveis.

 

Exemplo: Vitamina C é bom para saúde.

É necessária muita paciência.

 

5. Um e outro (num e noutro)

 

Nesse caso o substantivo fica no singular e o adjetivo vai para o plural.

 

Exemplo: Numa e noutra questão complicadas ela se confundia.

 

6. Anexo, incluso, apenso, próprio, obrigado

 

Por serem adjetivos, concordam com o substantivo a que se referem.

 

Exemplo: Seguem anexos os acórdãos.

A procuração está apensa aos autos.

Os documentos estão inclusos no processo.

Obrigado, disse o rapaz.

Elas próprias resolveram os exercícios.

 

Observação

 

A expressão em anexo é invariável.

Exemplo: Em anexo segue a procuração

Em anexo segue o despacho.

 

7. Mesmo, bastante

 

Tanto pode ser advérbio como pronome. Quando for advérbio permanece invariável. Quando é pronome concorda com a palavra a que se refere.

 

Exemplo: Os alunos mesmos resolveram o problema.

                                Pronome

Os alunos resolveram mesmo o problema. Nesse caso mesmo = realmente

                                  Advérbio

Haviam bastantes razões para ela reclamar.

             Pronome

Eles chegaram bastante cedo ao aeroporto.

                        Advérbio

 

8. Menos, alerta

 

São palavras invariáveis.

 

Exemplo: O Amazonas é o Estado menos populoso do Brasil.

Havia menos alunas na sala hoje.

Os soldados estavam alerta.

 

Observação

 

Atualmente alerta vem sendo utilizada no plural.

 

Exemplo: Nossos chefes estão alertas.

 

9. Meio

 

Essa palavra pode ser numeral ou advérbio.

 

a) Quando for numeral é variável e concorda com a palavra a que se refere.

 

Exemplo: Tomou meia garrafa de champanhe.

                        numeral

Isso pesa meio quilo.

              numeral

 

b) Se for advérbio é invariável.

 

Exemplo: A porta estava meio aberta.

                                    Advérbio

Ele anda meio cabisbaixo.

           Advérbio

 

10. Muito, pouco, longe, caro

 

Quando essas palavras funcionam como adjetivo variam de acordo com a palavra a que se referem. Se funcionarem como advérbio são invariáveis.

 

Exemplo: Muitos alunos compareceram à formatura.

              Adjetivo

Os perfumes eram caros.

                            Adjetivo

As mensalidades escolares aumentaram muito.

                                                              Advérbio

Vocês moram longe.

                    Advérbio

 

11.

 

a) Quando tem o significado de sozinho(s) ou sozinha(s) essa palavra vai para o plural.

 

Exemplo: Joana ficou em casa. (sozinha)

Lúcia e Lívia ficaram sós. (sozinhas)

 

b) Ela é invariável quando significa apenas/somente.

 

Exemplo: Depois da guerra restaram cinzas. (apenas)

Eles queriam ficar na sala. (apenas)

 

Observação

 

A locução adverbial a sós é invariável.

 

12. Possível

 

Quando acompanhada de expressões superlativas (o mais, a menos, o melhor, a pior) varia conforme o artigo que integra as expressões.

 

Exemplo: As previsões eram aspiorespossíveis.

Recebemos a melhor notícia possível.

 

13. Pronomes de tratamento

 

Os pronomes de tratamento sempre concordam em 3ª pessoa.

 

Exemplo: Vossa Santidade está muito preocupado.

                                        3ª P.S

CONCLUSÃO

 

Neste tutorial foi mostrada a concordância nominal dos substantivos perante adjetivos, advérbio, pronomes e numerais. Vimos que adjetivos antepostos aos substantivos concordam com o mais próximo, porém se exerce a função de predicativo pode concordar de duas maneiras: com o mais próximo ou ir para o plural. No caso do adjetivo vir após vários substantivos a concordância já muda, pois se os substantivos forem do mesmo gênero há duas possibilidades: ir para o plural ou assumir o gênero do substantivo.

 

Enfim, este tutorial servirá como base de estudos com relação a Concordância Nominal, mas devemos nos lembrar que a Língua Portuguesa requer bastante estudo e só este tutorial não suprirá tais necessidades. O aprofundamento deverá ser feito através das Gramáticas, dicionários e afins.

Windows Server 2008 - Inscreva-se já -s Últimas Vagas! Curso Completo de SAP!

Universidade PHP - Inscreva-se já -s Últimas Vagas! Curso Online de Java para Iniciantes!

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Vídeo-Aulas

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • E-books

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Livros

  • Administração
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Conteúdo Gratuito

  • +1500 Artigos e Tutoriais
  • ASP 3.0
  • ASP.NET
  • Access Básico
  • Access Avançado
  • Excel Básico - 120 lições
  • Excel Avançado - 120 lições
  • SQL Server 2005
  • Windows 7
  • Windows XP
  • Windows 2003 Server
  • Windows 2008 Server
  • Novidades e E-books grátis

    Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



    Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • CNPJ: 08.916.484/0001-25
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208

  • Atendimento: (51) 3717-3796 - webmaster@juliobattisti.com.br Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2014 ®