[E-BOOK GRÁTIS]: Windows 7 Básico, 476 pgs - QUERO RECEBER!
Você está em: PrincipalTutoriaisJosebferraz : Exercicios005
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Conheça o Júlio Battisti

Julio Battisti - Autor de mais de 25 livros de informática Júlio Battisti tem mais de 36 livros publicados, dezenas de e-books e é certificado Microsoft.

Ganhe o e-book a Seguir

e-book grátis Windows 7 Básico

476 páginas



Curta Nossa Fanpage

Loja Virtual do Site

Livros do Julio Battisti

FILTRO DE TUTORIAIS:




EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

 

1 – (STA. CASA – SP) – Em qual dos exemplos abaixo está presente um caso de derivação parassintética?

 

a) Lá vem ele, vitorioso do combate.

b) Ora, vá plantar batatas!

c) Começou o ataque.

d) Assustado, continuou a se distanciar do animal.

e) Não vou mais me entristecer, vou é cantar.

 

Resposta: E

 

A parassíntese é a junção simultânea de prefixo e sufixo à palavra primitiva.

 

Para verificar tal derivação basta retirar o prefixo ou o sufixo da palavra. Se a palavra deixar de ter sentido, então ela foi formada por derivação parassintética.

 

2 – (UFPR) – Assinale a(s) alternativa(s) em que a(s) palavra(s) destacada(s) é(são) formada(s) por parassíntese e some os valores.

 

1 – Lá vem ele, vitorioso do mergulho.

2 – Ora, vá plantar batatas!

4 – Assustado, continuou a se distanciar do animal.

8 – Não vou mais me entristecer, vou é cantar.

16 – Ele é um desalmado.

32 – Encontrou-a no corredor deitada.

64 – Infelizmente as coisas não saíram como supúnhamos.

 

Resposta: 24

 

Idem ao comentário da questão N.º.1

 

3 – Indique o período em que o SE funciona como sujeito:

 

a) Lutou-se bravamente.

b) Agitam-se as ondas do mar.

c) A moça sentiu-se desfalecer lentamente.

d) Sabe-se que hoje não mais choverá.

e) Esses homens se odeiam.

 

Resposta: C

 

A colocação do sujeito de um infinitivo na forma oblíqua, constitui este o objeto direto da oração finita.

 

4 – (UEPG – PR) – Classifique o SE na oração: “Ele queixou-se dos maus-tratos recebidos.”

 

a) Parte integrante do verbo.

b) Conjunção condicional.

c) Pronome apassivador. PA

d) Símbolo de indeterminação do sujeito. PIS

e) Conjunção integrante.

 

Resposta: A

 

Quando houver verbo pronominal essencial a partícula SE será parte integrante do verbo. O verbo pronominal é aquele que se conjuga, obrigatoriamente, com os pronomes oblíquos.

 

5 – (UFPR) – Qual é a função do SE em “Não sei se ela vem”?

 

a) conjunção subordinativa condicional.

b) conjunção subordinativa integrante.

c) partícula expletiva (de realce).

d) pronome pessoal.

e) conjunção subordinativa concessiva.

 

Resposta: B

 

A partícula SE será conjunção subordinativa integrante quando iniciar uma oração que completa o sentido de outra.

 

6 – No período “Avistou o pai, que caminhava para a lavoura”, a palavra “que” classifica-se morfologicamente como:

 

a) conjunção subordinativa integrante.

b) conjunção subordinativa final.

c) pronome relativo.

d) partícula expletiva.

e) conjunção subordinativa causal.

 

Resposta: C

 

A palavra QUE quando se relaciona com outro termo da frase, o seu antecedente, é chamado pronome relativo.

 

7 – (FAAP – SP) – Assinale a frase na qual o SE não é pronome apassivador e nem índice de indeterminação do sujeito:

 

a) Estudou-se este assunto.

b) Ela se suicidou ontem.

c) Falou-se muito sobre aquela festa.

d) Aos inimigos não se estima.

e) Fizeram-se reformas na casa.

 

Resposta: B

 

A partícula SE na oração do item B é um pronome reflexivo.

 

8 – (UNESP) – “Três seres esquivos que compõem em torno à mesa a instituição da família, célula da sociedade.” O trecho destacado é:

 

a) complemento nominal.

b) vocativo.

c) agente da passiva.

d) objeto direto.

e) aposto.

 

Resposta: E

 

O aposto é o termo que serve para explicar ou resumir um substantivo. Geralmente, vêm entre vírgulas, depois de uma vírgula, dois pontos ou travessão.

 

9 – (UEM – PR) – O Brasil jovem está curtindo o vestibular.

 

Os termos destacados, no período acima, são respectivamente:

 

a) adjunto adverbial e objeto direto.

b) predicativo do sujeito e objeto direto.

c) adjunto adnominal e complemento nominal.

d) adjunto adnominal e objeto direto.

e) adjunto adverbial e predicativo do sujeito.

 

Resposta: D

 

O adjunto adnominal é o termo com valor adjetivo que acompanha o núcleo substantivo de uma função sintática, delimitando ou especificando o significado deste substantivo. Já o objeto direto completa o sentido de um verbo transitivo direto.

 

10 – (UFSCAP – SP) – Ele gostava de vinhos bons. O termo destacado é:

 

a) objeto indireto.

b) predicativo do sujeito.

c) agente da passiva.

d) sujeito.

 

Resposta: A

 

O objeto indireto é o termo que completa o sentido do verbo transitivo indireto com o auxílio de preposição. Para descobrir o objeto indireto basta fazer uma pergunta ao verbo:

 

Ele gostava de quê? De vinhos bons.

 

11 – (FCHO – PE) – Observe:

 

1 – Alguns cidadãos ajudaram o governo a dissolver os males daquela cidade.

2 – Enquanto a gurizada soltava balãozinhos, os anciãos admiravam as nuvenzinhas.

3 – Os cirurgiões tiveram que seccionar os tórax dos animaizinhos.

4 – Através de fósseis, encontrados em regiões ocidentais, pesquisas arqueológicas confirmam a existência, no passado, de grandes reptis.

 

- Quanto à flexão de número, dentre os períodos acima, estão corretos:

 

a) Todos.

b) Nenhum.

c) 1ª, 3ª e 4ª

d) 1ª, 2ª e 4ª

e) 1ª, 2ª e 3ª

 

Resposta: C

 

Esta é uma questão que envolve flexão de número dos substantivos terminados em ÃO, IL, X e plural dos diminutivos.

 

Cidadão » plural cidadãos;

Mal » plural males;

Cirurgião » plural cirurgiões ou cirurgiães;

O tórax » plural os tórax;

Animalzinho » plural animaizinhos;

Fóssil » plural fósseis;

Réptil ou reptil » plural répteis ou reptis.

 

12 – (UMC/MOJI – SP) – Indique o vocábulo que muda de sentido no plural:

 

a) fóssil

b) féria

c) réptil

d) cânon

e) broto

 

Resposta: B

 

A palavra féria significa renda diária no plural – férias – significa descanso, repouso, ou seja, o período aquisitivo de descanso que o trabalhador tem direito.

 

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Vídeo-Aulas

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • E-books

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Livros

  • Administração
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Conteúdo Gratuito

  • +1500 Artigos e Tutoriais
  • ASP 3.0
  • ASP.NET
  • Access Básico
  • Access Avançado
  • Excel Básico - 120 lições
  • Excel Avançado - 120 lições
  • SQL Server 2005
  • Windows 7
  • Windows XP
  • Windows 2003 Server
  • Windows 2008 Server
  • Novidades e E-books grátis

    Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



     

    Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de entrega
  • Contato
  • O Autor

  • Atendimento: (51) 3717-3796 - webmaster@juliobattisti.com.br Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2014 ®