WINDOWS SERVER 2008 - CURSO COMPLETO - JÚLIO BATTISTI - CLIQUE AQUI
Você está em: PrincipalTutoriaisJosebferraz : Termosoracao001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Conheça o Júlio Battisti

Julio Battisti - Autor de mais de 25 livros de informática Júlio Battisti tem mais de 36 livros publicados, dezenas de e-books e é certificado Microsoft.

Ganhe o a Seguir

 grátis Windows 7 Básico

476h



Windows Server 2008 - Inscreva-se já!

Curta Nossa Fanpage

Loja Virtual do Site

Livros do Julio Battisti

FILTRO DE TUTORIAIS:




Termos essenciais da oração

 

Introdução

 

Chamamos de termos essenciais da oração aqueles compõem a estrutura básica da oração, ou seja, que são necessários para que a oração tenha significado. São eles: sujeito e predicado.

 

Encontramos diversas definições do que vem a ser sujeito, tais como:

  • Sujeito é o elemento do qual se diz alguma coisa.
  • Sujeito é o ser que pratica ou recebe a ação que o verbo expressa.

Já sobre predicado podemos dizer que é aquilo que se diz sobre o sujeito.

 

No decorrer deste tutorial veremos a classificação e os tipos de sujeito e predicado.

 

SUJEITO

 

NÚCLEO DO SUJEITO

 

É a palavra (substantivo ou pronome) que realmente indica a função sintática que está exercendo.

 

Exemplo: O computador travou novamente.

                      Núcleo

 

A lâmpada está queimada.

    Núcleo

 

TIPOS DE SUJEITO

 

O sujeito pode ser:

 

DETERMINADO

 

O sujeito é determinado quando é facilmente apontado na oração e subdivide-se em: simples e composto.

 

a) SIMPLES à quando possui um único núcleo.

 

Exemplo: o menino quebrou a janela.

                  Núcleo

 

Olga aprendeu a tocar violão.

Núcleo

 

b) COMPOSTO à apresenta dois ou mais núcleos.

 

Exemplo: Do Carmo e Dirceu cambaleavam pela rua.

                         Núcleo

 

O Windows e o Linux disputam o mercado de informática.

            Núcleo

 

c) IMPLÍCITO à quando podemos identifica-lo através da desinência verbal.

 

Exemplo: (eu) Pintei algumas camisas.

 

(nós) Viajaremos para São Paulo.

 

INDETERMINADO

 

Quando não é possível determina-lo na oração.

 

O sujeito indeterminado apresenta-se de duas maneiras:

  1. verbo na 3ª pessoa do plural, sem a existência de outro elemento que exija essa flexão do verbo.
  2. verbo na 3ª pessoa do singular acompanhado do pronome SE.

Exemplo: Maria, falaram de você na festa.

Mandaram o pintor concluir o serviço.

Precisa-se de costureiras.

 

ORAÇÕES SEM SUJEITO

 

São orações constituídas apenas pelo predicado, pois a informação fornecida não se refere a nenhum sujeito. As principais são:

  1. verbos que exprimem fenômenos da natureza: chover, trovejar, nevar, anoitecer, amanhecer, etc.
  2.  

    Exemplo: Choveu muito hoje pela manhã.

    Nevou bastante durante o inverno.

     

  3. o verbo haver no sentido de existir ou indicação de tempo transcorrido.
  4.  

    Exemplo: Houve sérios problemas na rede da empresa.

    vários anos não viajamos juntos.

     

  5. verbo fazer, ser e estar indicando tempo transcorrido ou tempo que indique fenômeno da natureza.
  6.  

    Exemplo: Faz duas semanas que não viajamos.

    Está muito quente hoje.

    Era noite quando ele chegou.

Observações:

  1. o verbo SER, impessoal, concorda com o predicativo, podendo aparecer na 3ª pessoa do plural.
  2.  

    Exemplo: São oito horas da manhã.

    É uma hora da tarde.

     

  3. os verbos que indicam fenômenos da natureza, quando usados em sentido conotativo (figurado) deixam de ser impessoais.
  4.  

    Exemplo: Amanheci indisposto.

    Choveram reclamações sobre as operadoras de telefonia.

     

  5. quando um pronome indefinido representa o sujeito ele deve ser classificado como determinado.
  6.  

    Exemplo: Alguém pegou a minha borracha.

    Ninguém ligou hoje.

PREDICADO

 

O predicado é aquilo que se comenta sobre o sujeito. Para estuda-lo é necessário conhecer o verbo que forma o predicado. Quanto a predicação os verbos podem ser classificados como: intransitivos, transitivos e de ligação.

 

VERBO INTRANSITIVO

 

São verbos que não exigem complemento, pois têm sentido completo.

 

Exemplo: A menina caiu.

                                V.I

O computador quebrou.

                           V.I

 

VERBO TRANSITIVO

 

São verbos que exigem complemento e se dividem em: transitivo direto, transitivo indireto e transitivo direto e indireto.

 

TRANSITIVO DIRETO

 

Não exigem preposição, ligando-se diretamente ao seu complemento, chamado objeto direto.

 

Exemplo: As empresas tiveram prejuízos.

                                       VTD

Luíza comprou doce.

            VTD

 

TRANSITIVO INDIRETO

 

Exigem preposição, ligando-se indiretamente ao seu complemento, chamado de objeto indireto.

 

Exemplo: Gustavo gosta de chocolate.

                               VTI

Nós precisamos de melhores salários.

            VTI

 

TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO

 

Exigem os dois complementos – objeto direto e objeto indireto – ao mesmo tempo.

 

Exemplo: Alan pediu um carro ao pai.

VTDI

Os alunos receberam elogios de seus professores.

VTDI

VERBOS DE LIGAÇÃO

 

São verbos que expressam estado ou mudança de estado e ligam o sujeito ao predicativo.

 

Exemplo: Os alunos permaneceram na sala.

                                        VL

O computador é antigo.

                      VL

 

O verbo de ligação pode expressar:

  1. estado permanente: expressa o que é habitual, o que não se modifica. Verbos SER e VIVER.
  2.  

    Exemplo: Anita é bonita.

     

  3. estado transitório: expressa o que é passageiro. Verbos ESTAR, ANDAR, ACHAR-SE, ENCONTRAR-SE.
  4.  

    Exemplo: Antônio anda preocupado.

    A criança está doente.

     

  5. mudança de estado: revela transformação. Verbos FICAR, TORNAR-SE, ACABAR, CAIR, METER-SE.
  6.  

    Exemplo: A pintura ficou bonita

     

  7. continuação de estado: Verbos CONTINUAR, PERMANECER.
  8.  

    Exemplo: O computador permaneceu desligado.

    José continua febril.

     

  9. estado aparente: VERBO PARECER.
  10.  

    Exemplo: A sobremesa parece saborosa.

TIPOS DE PREDICADO

 

Há três tipos de predicado: predicado nominal, predicado verbal e predicado verbo-nominal.

 

PREDICADO NOMINAL

 

Expressa o estado do sujeito. O verbo é de ligação.

 

Exemplo: O dia continua quente.

                           PREDICADO

Todos permaneciam apreensivos.

                  PREDICADO

 

Observação: o núcleo do predicado nominal é chamado predicativo do sujeito, pois atribui qualidade ou condição.

 

PREDICADO VERBAL

 

Expressa a ação praticada ou recebida pelo sujeito.

 

Exemplo: Os professores receberam o prêmio.

                                             PREDICADO

 

Observação: o núcleo do predicado verbal é o verbo, pois sua mensagem principal é a ação praticada ou recebida pelo sujeito.

 

Exemplo: Os trabalhadores exigem melhores condições de trabalho.

                                                            PREDICADO

 

PREDICADO VERBO-NOMINAL

 

Informa a ação e o estado do sujeito.

 

Exemplo: Nós chegamos cansados.

                         AÇÃO    ESTADO

 

Cândida retornou feliz da viagem.

                AÇÃO      ESTADO

 

Observação: o predicado verbo-nominal é constituído de dois núcleos – um verbo e um nome – porque fornece duas informações: ação e estado.

 

Exemplo: O comprador saiu da loja estressado.

 

A criança dormia tranqüila.

 

CONCLUSÃO

 

 Chegamos a conclusão de mais um tutorial de Português para concursos onde pudemos entender um pouco do que representam os termos essenciais da oração. Devo lembrar que esse tutorial serve apenas de base para um estudo mais aprofundado do assunto e como sempre digo, vale a pena dedicar um pouco do tempo que nós temos e aprofundarmos nossos estudos em Gramática de autores renomados.

 

Espero que mais uma vez tenha conseguido o meu intuito que é de ajudar no entendimento de nossa belíssima língua portuguesa.

Windows Server 2008 - Inscreva-se já -s Últimas Vagas! Curso Completo de SAP!

Universidade PHP - Inscreva-se já -s Últimas Vagas! Curso Online de Java para Iniciantes!

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Vídeo-Aulas

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • E-books

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Livros

  • Administração
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Conteúdo Gratuito

  • +1500 Artigos e Tutoriais
  • ASP 3.0
  • ASP.NET
  • Access Básico
  • Access Avançado
  • Excel Básico - 120 lições
  • Excel Avançado - 120 lições
  • SQL Server 2005
  • Windows 7
  • Windows XP
  • Windows 2003 Server
  • Windows 2008 Server
  • Novidades e E-books grátis

    Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



    Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de Entrega
  • Formas de Pagamento
  • Contato
  • O Autor
  • Endereço

  • Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda
  • Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 Universitário
  • Santa Cruz do Sul/RS
  • CEP 96816-208

  • Atendimento: (51) 3717-3796 - webmaster@juliobattisti.com.br Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2014 ®