[E-BOOK GRÁTIS]: Windows 7 Básico, 476 pgs - QUERO RECEBER!
Você está em: PrincipalTutoriaisRodrigosfreitas : Conhecendocontabilidade018
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Conheça o Júlio Battisti

Julio Battisti - Autor de mais de 25 livros de informática Júlio Battisti tem 26 livros publicados, dezenas de e-books e é certificado Microsoft.

Ganhe o e-book a Seguir

e-book grátis Windows 7 Básico

476 páginas



Curta Nossa Fanpage

Loja Virtual do Site

Livros do Julio Battisti

FILTRO DE TUTORIAIS:




Demonstração do Resultado do Exercício – 1.ª Parte

 

Introdução:

 

No ultimo tutorial, fizemos 2 exercícios bem completos, e o no final fiz uma colocação dizendo que olhando o balanço temos como saber quanto um empresa tem de lucro, mas não como ela chegou aquele lucro.

 

Sendo mais especifico, vamos analisar juntos o último balanço efetuado:

 

 

Sabemos que a empresa tem de lucro a quantia de R$ 2.305,00.

 

Mas quanto foi o lucro de fevereiro e quanto foi o de Janeiro? Sabemos que a empresa foi aberta em Janeiro.

 

Quanto a empresa vendeu?

 

Quanto é o seu custo?

 

Quais são as suas despesas normais?

 

Quanto foi o rendimento de aplicação financeira no mês de Fevereiro?

 

Essas questões são impossíveis de se responder somente analisando o balanço.

 

Para tal temos uma demonstração especifica chamada de Demonstração do Resultado do Exercício, que aprenderemos a partir deste tutorial.

 

Antes de começarmos é importante frisarmos que a Demonstração de Resultado do Exercício, também possui sua abreviação que é DRE.

 

Primeiros Conceitos:

 

Para tomarmos as primeiras noções vamos levantar um balanço simples, com uma única operação.

 

Considere o seguinte balanço, as operações são relativas a Março de 2005, após levantaremos o balanço.

 

 

A operação realizada foi a venda de metade do estoque por R$ 6.000,00, recebidos a vista.

 

Vamos a contabilização, apuração do resultado, e levantamento do balanço de Março de 2005.

 

 

Feitos os lançamentos, apurado o resultado e transferido este para a conta de Lucros do Exercício, chegamos a demonstração acima, sabemos muito bem como chegamos ao lucro de R$ 3.500,00, pois fomos nós que fizemos a contabilização, logo sabemos que tivemos um receita de vendas de R$ 6.000,00, e custo de R$ 2.500,00, chegando assim aos R$ 3.500,00 de lucros mostrados no balanço.

 

Porém quem não fez a contabilização não sabe como.

 

Para tal a DRE, se encarrega. Vejamos como ficaria a nossa demonstração no exemplo acima:

 

 

Vejam, que logo no inicio da demonstração temos o nome dela, e abaixo temos o período compreendido, esse período quer dizer que a demonstração esta se referindo aquele espaço de tempo somente, ou seja, de 01 de Março a 31 de Março. Diferentemente do Balanço Patrimonial, que compreende a situação financeira da empresa até aquela data na qual ele foi efetuado.

 

Outro ponto importante é que o Balanço Patrimonial mostra apenas as contas patrimoniais, já a DRE demonstra somente as contas de Resultados ou Transitórias.

 

Podemos ver então que a DRE é um complemento do Balanço, pois mostra as contas que aquele não mostra.

 

Por exemplo, a nossa DRE acima esta mostrando as contas de RECEITAS DE VENDAS, CUSTO DAS MERCADORIAS, já o balanço não mostra essas contas, em compensação mostra todas as outras.

 

Vejam que o valor que aparece na linha de RECEITA DE VENDAS é o valor que essa conta (razonete) tinha de saldo antes do seu zeramento, assim se houvessem 10 lançamentos de receitas de vendas na conta razonete a linha de RECEITA DE VENDAS na DRE estaria mostrando o saldo acumulado dos 10 lançamentos. A mesma coisa aconteceu com a conta de CMV.

 

Mais abaixo temos o valor do LUCRO DO EXERCICIO, que é idêntico (e sempre terá que ser), ao apurado no razonete. Nem sempre será igual ao mostrado no Balanço Patrimonial, pois este pode vir a ter lucros de outros períodos, que estão fora do demonstrado na DRE.

 

Podem notar que a DRE é uma cópia da conta de ARE porém mas organizada.

 

Primeiro vem a RECEITA DE VENDAS, depois o CMV, e por último o lucro do exercício que é o resultado da RECEITA menos o CVM.

 

Essa demonstração é uma grande ferramenta de análise, por exemplo:

 

A taxa de lucratividade da empresa acima, é de 58,33% (= Lucro do Exercício / Receita de Vendas). Ou seja, de todo o valor que ela vendeu, 58,33% sobrou de lucro. Ou a cada R$ 100,00 de vendas a empresa ganha R$ 58,33 de lucro.

 

Considerando a taxa acima poderíamos dizer que a empresa tem uma excelente taxa de lucratividade.

 

Várias outras analises podem ser feita com base na DRE, porém estamos partindo de um modelo simplificado até chegarmos ao modelo completo. E conforme formos avançando veremos mais algumas análises que essa demonstração proporciona.

 

Exercício:

 

Vamos agora fazer um exercício simples como o de cima, só que com duas operações de vendas.

 

Vamos considerar o balanço anterior (Março) como ponto de partida, as operações são relativas ao mês de Abril de 2005.

 

 

1.ª Operação: Compra de R$ 3.500,00 de Mercadorias a vista.

2.ª Operação: Venda de R$ 2.000,00 de Mercadorias por R$ 3.500,00 reais a vista.

3.ª Operação: Venda todo o estoque que a empresa tem por R$ 5.000,00, a vista.

 

 

Observação: Na 3.ª operação, a venda de todo estoque é R$ 4.000,00, pois a empresa tinha R$ 2.500,00 comprou R$ 3.500,00 logo ficou com R$ 6.000,00 na segunda operação, vendeu R$ 2.000,00, nesse exato momento ela tem de estoque R$ 4.000,00.

 

 

Temos as operações contabilizadas e o balanço patrimonial feito. Vamos fazer a DRE do período.

 

A primeira coisa seria o titulo da demonstração que ficaria assim:

 

 

A segunda seria demonstrarmos a que período essa DRE está se referindo, no nosso caso seria o mês de Abril, logo nossa demonstração ficaria assim agora:

 

Lembrando que o período é muito importante pois ele esta dizendo que só esta demonstrando o resultado que a empresa gerou naquele espaço de tempo, ou seja, abril.

 

Diferente do Balanço Patrimonial que esta demonstrando a situação da empresa até aquela data, ou seja, até 30/04/2005.

 

Vamos supor que a empresa acima tivesse sido constituída em 01/01/2005. O Balanço Patrimonial estaria mostrando a situação da empresa em Abril, ou seja, desde quando ela começou até o mês de Abril.

 

Já a DRE só esta mostrando o período de 01/04/2005 a 30/04/2005.

 

 

Vamos colocar agora o nome da empresa

 

 

Agora vamos começar a demonstração propriamente dita a primeira linha será o total das vendas da empresa.

 

Se olharmos o razonete de RECEITA DE VENDAS:

 

 

Sabemos que a primeira venda foi de R$ 3.500,00 e a segunda de R$ 5.000,00, isso totaliza R$ 8.500,00. Esse valor é o que será demonstrado na DRE. Ou seja, o total acumulado das vendas até onde foi feito o zeramento. Que nada mais é do que o valor do próprio lançamento de zeramento que efetuamos (R$ 8.500,00).

 

Agora nossa demonstração ficaria assim:

 

 

Faremos agora a mesma coisa que fizemos conta a Receita de Vendas para apurarmos o valor do CMV que iremos colocar na DRE.

 

A primeira venda gerou de custo R$ 2.000,00 e a segunda R$ 4.000,00. Logo o CMV total da empresa foi de R$ 6.000,00.

 

Nossa demonstração ganha mais uma linha.

 

Lembrando que agora o valor da conta de CMV vai aparecer entre parênteses, indicando um valor “negativo”, ou a ser diminuído dos demais, ou tecnicamente dizendo UM VALOR A DÉBITO OU DEVEDOR.

 

 

Agora por para terminar, podemos fazer a linha de Lucro do Exercício, que é o resultado da RECEITA DE VENDAS, menos o CMV.

 

 

Nosso lucro confere com o apurado nos razonetes.

 

Porém o lucro que consta no BP (Balanço Patrimonial) não está mais igual ao lucro apurado na DRE, isto porque uma parte do lucro que esta no balanço, é referente a Março (R$ 3.500,00), que somados com o Lucro de Abril (R$ 2.500,00), totalizam os R$ 6.000,00 que o balanço esta mostrando.

 

Bom vamos fazer aquela rápida analise.

 

A taxa de lucratividade em Abril foi de:

 

 

Comparando a taxa do mês de Abril com a taxa de Março, podemos notar que houve uma grande redução, antes era de 58,33%, agora é de 29,41%, uma redução de 28,92 pontos percentuais.

 

Concluímos então que o CMV da mercadoria aumentou muito no mês de Abril.

 

Como sabemos a taxa de lucratividade do mês anterior, e como em ambos os meses, foram poucas operações, só temos duas causas possíveis para que a Taxa de Lucratividade da empresa tenha reduzido tanto assim:

 

A primeira é que a empresa tenha abaixado o seu preço de venda (custava 60 e ela venda dia a 100, agora continua custando 60 porém ela vende a 80), o que faria reduzir a sua taxa de lucratividade.

 

A segunda hipótese seria um aumento no preço da mercadoria, (vendia a 100 o que custava 60, agora continua vendendo a 100 o que custa 80), sem repassar a diferença ao cliente, ou seja, sem aumentar o preço de venda.

 

Podemos notar como essa demonstração é interessante, não?

 

Agora temos mais informações do que somente com o balanço.

 

Faça o exercício abaixo para melhor compreensão, no próximo tutorial estarei dando a resposta dele e fazendo comentários.

 

Lembrando que a partir de agora, ficará cada vez mais difícil continuar seguindo os próximos tutoriais sem ter entendido o anterior.

 

Exercício:

 

Considere o balanço a seguir, e faça a contabilização das operações abaixo, após apure o resultado, levante o novo balanço (mês de Maio), e faça a DRE do período (mês de Maio).

 

O balanço a ser considerado é esse:

 

 

As operações são as seguintes:

 

1.ª - Pagamento de R$ 1.500,00 ao fornecedor.

2.ª - Compra de R$ 1.000,00 de Mercadoria a vista.

3.ª - Compra de R$ 2.000,00 de mercadoria a prazo.

4.ª - Venda de R$ 500,00 de mercadorias por R$ 1.300,00 a vista.

5.ª - Venda de R$ 1.000,00 de mercadorias por R$ 1.800,00 a prazo.

6.ª - Venda de R$ 1.000,00 de mercadorias por R$ 2.200,00 a vista.

 

Até a próxima.

Dúvidas?

Utilize a área de comentários a seguir.

Me ajude a divulgar este conteúdo gratuito!

Use a área de comentários a seguir, diga o que achou desta lição, o que está achando do curso.
Compartilhe no Facebook, no Google+, Twitter e Pinterest.

Indique para seus amigos. Quanto mais comentários forem feitos, mais lições serão publicadas.

Quer receber novidades e e-books gratuitos?
›››

Vídeo-Aulas

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • E-books

  • Access
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Livros

  • Administração
  • Excel
  • Programação
  • Windows/Linux
  • Redes
  • + Todas as categorias
  • Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Conteúdo Gratuito

  • +1500 Artigos e Tutoriais
  • ASP 3.0
  • ASP.NET
  • Access Básico
  • Access Avançado
  • Excel Básico - 120 lições
  • Excel Avançado - 120 lições
  • SQL Server 2005
  • Windows 7
  • Windows XP
  • Windows 2003 Server
  • Windows 2008 Server
  • Novidades e E-books grátis

    Fique por dentro das novidades, lançamento de livros, cursos, e-books e vídeo-aulas, e receba ofertas de e-books e vídeo-aulas gratuitas para download.



     

    Institucional

  • Quem somos
  • Garantia de entrega
  • Contato
  • O Autor

  • Atendimento: (51) 3717-3796 - webmaster@juliobattisti.com.br Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2014 ®