NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalArtigos › ASP 3.0 › Capítulo 12 : 07
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
SITES DINÂMICOS COM ASP 3.0 - CURSO COMPLETO
Autor: Júlio Battisti


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas.

Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

MAIS DETALHES | COMPRAR ESTE LIVRO


Lição 096 - Capítulo 12 - As diretivas @

Nesta seção aprenderemos um pouco mais sobre as chamadas Diretivas de processamento ou diretivas @. Utilizamos as diretivas de processamento @ em  scripts para enviar informações ao IIS  sobre como processar um arquivo .asp. Por exemplo, o script a seguir usa a diretiva de processamento @LANGUAGE para definir a linguagem de script como VBScript.

<%@LANGUAGE=VBScript %>

IMPORTANTE: Estas diretivas devem aparecer na primeira linha do arquivo .asp, antes que qualquer entrada tenha sido enviada para o navegador do Cliente.

No IIS 5.0, temos acesso a 5 diretivas:

  • @CODEPAGE
  • @ENABLESESSIONSTATE
  • @CODEPAGE
  • @LCID
  • @TRANSACTION

A diretiva de processamento @CODEPAGE.

Você pode usar a diretiva @CODEPAGE para definir a página de código a ser usada para o arquivo .asp. Uma página de código é um conjunto de caracteres, que pode incluir números, marcas de pontuação e outros símbolos. Diferentes idiomas e locais podem usar diferentes páginas de código.

Por exemplo, a página de código ANSI 1252 é usada para o inglês americano e a maioria dos idiomas europeus; a página de código OEM 932 é usada para o Kanji japonês.

Uma página de código pode ser representada em uma tabela como um mapeamento de caracteres para valores de byte único ou valores de vários bytes. Por exemplo, quando utilizamos caracteres Unicode, cada caractere utiliza dois bytes.

Também podemos substituir a página de código definida pela diretiva @CODEPAGE com a propriedade Session.CodePage, conforme aprendemos no Capítulo 8. No entanto, essa ação se aplicará somente a scripts em execução dentro do escopo da sessão.

Sintaxe:

<%@ CODEPAGE = página_de_código%>

Onde: página_de_código Um número inteiro que representa uma página de código válida para o sistema que está executando o interpretador ASP.

Na Tabela 12.2, temos o valor para alguns dos principais Códigos de Página.

LCID Linguagem LCID Linguagem
1078 Afrikaans 1052 Albanian
5121 Arabic(Algeria) 15361 Arabic(Bahrain)
3073 Arabic(Egypt) 2049 Arabic(Iraq)
11265 Arabic(Jordan) 13313 Arabic(Kuwait)
12289 Arabic(Lebanon) 4097 Arabic(Libya)
6145 Arabic(Morocco) 8193 Arabic(Oman)
16385 Arabic(Qatar) 1025 Arabic(Saudi Arabia)
10241 Arabic(Syria) 7169 Arabic(Tunisia)
14337 Arabic(U.A.E.) 9217 Arabic(Yemen)
1069 Basque 1059 Belarusian
1026 Bulgarian 1027 Catalan
3076 Chinese(Hong Kong) 2052 Chinese(PRC)
4100 Chinese(Singapore) 1028 Chinese(Taiwan)
1050 Croatian 1029 Czech
1030 Danish 2067 Dutch(Belgian)
1043 Dutch(Standard) 9 English
3081 English(Australian) 10249 English(Belize)
2057 English(British) 4105 English(Canadian)
9225 English(Caribbean) 6153 English(Ireland)
8201 English(Jamaica) 5129 English(New Zealand)
7177 English(South Africa) 11273 English(Trinidad)
1033 English(United States) 1061 Estonian
1080 Faeroese 1065 Farsi
1035 Finnish 2060 French(Belgian)
3084 French(Canadian) 5132 French(Luxembourg)
1036 French(Standard) 4108 French(Swiss)
2108 Gaelic(Irish) 1084 Gaelic(Scots)
3079 German(Austrian) 5127 German(Liechtenstein)
4103 German(Luxembourg) 1031 German(Standard)
2055 German(Swiss) 1032 Greek
1037 Hebrew 1081 Hindi
1038 Hungarian 1039 Icelandic
1057 Indonesian 1040 Italian(Standard)
2064 Italian(Swiss) 1041 Japanese
1042 Korean 2066 Korean(Johab)
1062 Latvian 1063 Lithuanian
1071 Macedonian 1086 Malaysian
1082 Maltese 1044 Norwegian(Bokmal)
2068 Norwegian(Nynorsk) 1045 Polish
1046 Portuguese(Brazilian) 2070 Portuguese(Standard)
1047 Rhaeto-Romanic 1048 Romanian
2072 Romanian(Moldavia) 1049 Russian
2073 Russian(Moldavia) 1083 Sami(Lappish)
3098 Serbian(Cyrillic) 2074 Serbian(Latin)
1051 Slovak 1060 Slovenian
1070 Sorbian 11274 Spanish(Argentina)
16394 Spanish(Bolivia) 13322 Spanish(Chile)
9226 Spanish(Colombia) 5130 Spanish(Costa Rica)
7178 Spanish(Dominican Republic) 12298 Spanish(Ecuador)
17418 Spanish(El Salvador) 4106 Spanish(Guatemala)
18442 Spanish(Honduras) 2058 Spanish(Mexican)
19466 Spanish(Nicaragua) 6154 Spanish(Panama)
15370 Spanish(Paraguay) 10250 Spanish(Peru)
20490 Spanish(Puerto Rico) 3082 Spanish(Spain – Modern Sort)
1034 Spanish(Spain – Traditional Sort) 14346 Spanish(Uruguay)
8202 Spanish(Venezuela) 1072 Sutu
1053 Swedish 2077 Swedish(Finland)
1054 Thai 1073 Tsonga
1074 Tswana 1055 Turkish
1058 Ukrainian 1056 Urdu
1075 Venda 1066 Vietnamese
1076 Xhosa 1085 Yiddish
1077 Zulu 2048 default

Tabela 12.2 Valores de Códigos de Página.

A diretiva de processamento @ENABLESESSIONSTATE.

Utilizamos a diretiva @ENABLESESSIONSTATE para desativar o controle de sessões de uma página. O controle de sessões mantém informações sobre um conjunto de solicitações emitidas por um único cliente. Se sua página não depende de informações de sessão, a desativação do controle de sessões pode reduzir o tempo que o IIS demora para processar o script.

Utilizamos a seguinte sintaxe:

<%@ ENABLESESSIONSSTATE = True ou False %>

  • True: Ativa o controle de Sessão.
  • False: Desativa o controle de Sessão.

A diretiva de processamento @LANGUAGE.

É possível usar a diretiva @LANGUAGE para definir a linguagem que será usada para interpretar os comandos em um script. Você pode definir sua linguagem de script para qualquer interpretador instalado no IIS. A linguagem de script padrão é VBScript, portanto, se você não incluir uma diretiva @LANGUAGE no seu script, o script será interpretado pelo interpretador VBScript.

Sintaxe:

<%@ LNGUAGE = nome_interpretador %>

Onde:

nome_interpretador: O nome do interpretador que deve executar o script. O IIS é fornecido com dois interpretadores, o VBScript e o JScript. Também é possível instalar outros interpretadores, como por exemplo o interpretador para a Linguagem Perl.

A diretiva de processamento @LCID.

Podemos usar a diretiva @LCID para definir o Identificador de Local (LCID, identificador de local) para um script. O LCID é um parâmetro do tipo DWORD que contém o identificador de linguagem na palavra inferior e um valor reservado na palavra superior. O identificador fornecido em um LCID é uma abreviação numérica internacional padrão. Esse LCID tem os componentes necessários para identificar com exclusividade um dos locais definidos pelo sistema instalado. Existem dois valores de LCID predefinidos. LOCALE_SYSTEM_DEFAULT é o local padrão do sistema e LOCALE_USER_DEFAULT é o local do usuário atual.

Sintaxe:

<%@ LCID = identificador_de_local %>

O identificador de local define, dentre outros, os seguintes aspectos:

  • Símbolo da moeda.
  • Formato para a data e a hora.
  • Se o relógio é de 12 ou de 24 horas.
  • Número de casos a usar depois da vírgula. Tanto para números como para valores de moeda.

Em muitas tabelas com a relação dos LCIDs, o valor é fornecido em hexadecimal. Por exemplo, o valor de LCID para o Brasil é fornecido como 0416. Na verdade este valor deve ser convertido para decimal. Convertendo 0416 de hexadecimal para decimal, obteremos 1046. Aí podemos utilizar o seguinte comando:

<% @LCID=1046 %>

Para definir o código de localidade para o Brasil.

Também podemos alterar o código LCID utilizando a propriedade LCID do objeto Session, conforme descrito no Capítulo 8.

A diretiva de processamento @TRANSACTION.

Podemos usar a diretiva @TRANSACTION para indicar que o script deve ser tratado como uma transação. Se um script for tratado como uma transação, os Serviços de componente (COM) criarão uma transação para coordenar a atualização de recursos.

Utilizamos a seguinte sintaxe:

<%@ TRANSACTION = valor %>

Onde:

Valor: Uma cadeia de caracteres que indica o tipo de suporte de transação. Os valores possíveis são:

Valor         Descrição

Required      O script iniciará uma transação

Requires_New  O script iniciará uma transação

Supported     O script não iniciará uma transação

Not_Supported O script não iniciará uma transação

Se um script contiver a diretiva @TRANSACTION, ela deverá ser a primeira linha do arquivo .asp, caso contrário, será gerado um erro. Você deve adicionar a diretiva a cada página a ser executada em uma transação. A transação atual é finalizada quando o processamento do script termina.

Se o script que contém a diretiva @TRANSACTION foi chamado pelo método Server.Transfer ou Server.Execute e o valor foi especificado como Required, o script continuará a transação do arquivo .asp de chamada se essa transação tiver sido criada. Se a transação do arquivo .asp de chamada não tiver sido criada, o arquivo .asp chamado criará uma nova transação.

Por exemplo, os dois scripts a seguir seriam considerados uma transação.

ASP1.asp:

<%@ TRANSACTION=Required %>

<%

  Server.Transfer("asp2.asp")

%>

ASP2.asp:

<%@ TRANSACTION=Required%>

<%

  Server.CreateObject("MeuComponente.Closeout")

%>


Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory - Curso Completo, 2100 Páginas. Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

Promoção: Livro Windows Server 2012 R2 e Active Directory

Curso Completo, 2100 páginas.

Tudo para você se tornar um administrador de redes altamente qualificado para o mercado de trabalho e levar a sua carreira para o próximo nível!

MAIS DETALHES | COMPRAR ESTE LIVRO


« Lição anterior Δ Página principal ¤ Capítulos Próxima lição »
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2019 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI