NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalArtigosLinux : Linuxbasico018
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Linux Básico – Parte XVIII

 

9.4  –  Arquivos de setup do shell

 

Quando digitamos o comando ls-al para obter uma lista longa de todos os arquivos, observamos arquivos que começam com um (.) ponto. Existe um em particular que termina com rc, o .bashrc. Esse arquivo nada mais é do que um espelho do arquivo de configuração geral do sistema.

 

Quando o usuário se loga, o sistema fará a autenticação, configurará o ambiente e iniciará o shell. No caso do bash, o próximo passo é a leitira do arquivo profile em /etc.

 

Se este arquivo existe o shell processa o conteúdo armazenado nos arquivos: /.bash_profile, /.bash_login e /.bash_logout nessa ordem. Se não existe nenhum o arquivo /etc/.bashrc é executado.

 

Quando o usuário sai do sistema, o shell executa o que está contido em ./bash_logout.

 

Vamos detalhar cada uma dessas etapas:

 

9.4.1  –  O /etc/profile

 

Vamos explorar com mais detalhes um /etc/profile tipico.

 

Figura 82 – Um /etc/profile tipico

 

Essas linhas verificam qual path será utilizado. Se o usuário root estiver logado (id=0),  /sbin, /usr/sbin e /usr/local/sbin farão parte do path, do contrário /usr/X11R6/bin fará parte do path.

 

Figura 83 – Um /etc/profile tipico (cont)

 

Todo o lixo vai para /dev/null se não houver mudança nesse ítem.

 

Figura 84 – Um /etc/profile tipico (cont)

 

As varíaveis são setadas com os valores mostrados.

 

Figura 85 – Um /etc/profile tipico (cont)

 

As variaveis são exportadas para que estejam disponiveis para os programas que necessitem deste tipo de informação.

 

9.4.2  –  O .bash_profile

 

O .bash_profile se localiza no diretório home do usuário

 

Figura 86 – Um /.bash_profile tipico

 

O bashrc é chamado, se nenhum existe o que está em /etc é executado.

 

Abaixo uma pequena amostra:

 

Figura 87 – Um arquivo .bashrc

 

Observe que dependendo de quem esteja logado, o parâmetro umask, que determina quais serão as permissões padrão de arquivos e diretórios é setado com um determinado valor.

 

Figura 88 – Um arquivo .bashrc (cont)

 

Figura 89 – Um arquivo .bashrc (cont)

 

Durante o logout os comandos em ./bash_logout são executados, os quais podem por exemplo limpar o terminal ou deixar uma mensagem para o usuário.

 

Vamos alterar o /.bash_logout de modo que ele limpe a tela e deixe a seguinte mensagem para o usuário: Obrigado por utilizar nossos serviços !!!!

 

O /.bash_logout alterado fica assim:

 

Figura 90 – Arquivo .bash_logout alterado

 

Digite exit para efetuar o logoff e veja a mensagem...

 

9.5–  O prompt do bash shell

 

O prompt do bash pode fazer muito mais do que mostrar somente nome do usuário, nome da máquina ou alguma indicação do diretório corrente. Podemos mostrar informações úteis tais como data, hora , número de processos rodando no sistema e usuários conectados. Vamos aprender como fazê-lo.

 

Inicialmente criaremos uma variavel chamada MEUPROMPT para salvar o prompt original.

 

A. Digite:

 

 

Podemos agora mudar o prompt a vontade, se quisermos voltarmos ao original, basta digitarmos : PS1= $MEUPROMPT

 

A tabela a seguir mostra alguns exemplos de configuração da variavel de acordo com uma finalidade especifica. Consulte o manual do bash para maiores detalhes.

 

 

Se quisessemos mostrar a data, a hora e o diretório corrente no prompt faríamos:

 

B. Digite:

 

 

Linux para Usuários - Básico
Instalando o Red Hat Linux
Introdução ao Linux
Comandos Básicos - Parte 1
Comandos Básicos - Parte 2
Comandos Básicos - Parte 3
Comandos Básicos - Parte 4
Edição de Texto - Parte 1
Edição de Texto - Parte 2
Edição de Texto com o vi - Parte 1
Edição de Texto com o vi - Parte 2
Sistema de Arquivos
Usando a forma literal
Processos - Parte 1
Processos - Parte 2 - Comandos
Processos - Parte 3 - Mais Comandos
Redirecionamento e Operadores
O Comando Grep
Configurações do Ambiente
Arquivos do Setup do Shell e o "/etc/profile"
Configurações de Rede
Comandos de Rede
Comandos de ftp e Instalação do lynx
Utilização e Configurações do Lynx
Instalação e Utilização do Browser Elinks
Parte 1 - A história do Linux
Parte 2 - As Distribuições Linux
Ubuntu Linux - Parte 2 - Conhecendo e Instalando o Ubuntu Linux - Parte 1
Ubuntu Linux - Parte 3 - Conhecendo e Instalando o Ubuntu Linux - Parte 2
Faça a sua declaração de imposto de renda com Linux
Linux para Administradores - Básico
Novidades sobre o Mandriva 2006
Configurando o Ambiente Gráfico no Linux
Instalando o Mandriva – Parte 1
Instalando o Mandriva – Parte 2
Instalando o Mandriva – Parte 3
Instalando o Mandriva – Parte 4
Ubuntu Linux - Parte 1 - Obtendo os CDs do Ubuntu gratuitamente
Mandriva Linux – Repositório com URPMI
Aprenda NFS e instale o Linux via Rede
Configurando um servidor de horas no Linux e Windows
Configure o Raid no Linux – Prático
Configurando o Red Hat Para ser Acessado Remotamente em Modo Gráfico
Instalando e configurando o Tomcat no Linux com Java - Prático
Mandriva Linux – Gerenciador de Pacotes - Usando o URPMI - Parte 1
Mandriva Linux – Gerenciador de Pacotes - Usando o URPMI - Parte 2
Gerenciando o Windows a partir do Linux
Gerenciando o Linux a partir do Windows
Configurando aplicações JSP via browser com o Tomcat
CACIC
CACIC - O que é o CACIC?
CACIC - Fazendo o download do CACIC
CACIC - Descompactando os arquivos do CACIC e Configurando o MySQL
CACIC - Configurando o php e ftp no Linux
CACIC - Configurando o Gerente do CACIC

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2021 ®

[LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI