NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalArtigosWindows : Vmware_p2
Quer receber novidades e e-books gratuitos?
Aprenda a usar o VMware – Parte 2

VMware

Configurando Rede no VMware

Sem dúvidas, a grande atração do VMware é a possibilidade de ligação do sistema host e das máquinas virtuais em rede. Na verdade, se seu sistema host já estiver ligado em uma rede externa, nada impede que as máquinas virtuais ingressem nessa mesma rede. Inclusive, é possível montar uma rede completa (com servidor de impressão, servidor DHCP, Active Directory e etc.) em um único micro. As possibilidades são diversas, tudo dependendo das configurações de rede para cada máquina virtual e para o VMware como um todo.

Existem três tipos de conexão entre uma máquina virtual e o sistema host:

  • Bridged
  • NAT
  • Host-only

Bridge

É a forma mais fácil de ligação da máquina virtual com uma rede. Essa conexão utiliza o adaptador de rede do sistema host como uma ponte para a rede externa. Um detalhe importante é que se o sistema host estiver fora de uma rede, esse tipo de conexão entre a máquina virtual e o sistema host não funcionará. O motivo para isso é que como o adaptador de rede do sistema host é a “porta de entrada” da máquina virtual, ele precisa estar ativado. E ele só pode ser ativado quando estiver conectado a uma rede. Para fins de teste, você poderia ligar o sistema host a um hub comum. Na verdade só existirá um micro ligado ao hub, mas isso será o bastante para ativar o adaptador. Outro macete seria instalar uma segunda placa de rede no micro e ligar um cabo cross-over entre as duas placas. Para aprender um pouco mais sobre cabos, máquinas em rede, criação de redes leiam o E-Book disponível através do endereço eletrônico: https://juliobattisti.com.br/cursos/redes/default.asp

Uma vez que a exigência de ter o adaptador de rede do sistema host ativado for cumprida, o primeiro passo para fazermos nossa primeira rede com VMware é configurar um endereço IP no sistema host. Para isso, clique com o botão direito do mouse sobre o ícone Meus locais de rede (esse nome pode mudar dependendo do sistema operacional do sistema host) e depois clique em Propriedades. Será mostrada a janela a seguir:


Figura 1

Nessa janela, a conexão de rede referente ao adaptador de rede do sistema host é Conexão Local. Clique com o botão direito nesse ícone e clique em Propriedades. Será mostrada a janela de configuração de rede desse adaptador:


Figura 2

Na lista de itens usados nessa conexão de rede procure Protocolo TCP/IP e dê um duplo clique ou selecione-o e clique em Propriedades.


Figura 3

Configure o IP 192.168.0.1 conforme a janela acima. Configure também a máscara de sub-rede com 255.255.255.0. Clique em OK em todas as janelas e assim o adaptador de rede já estará configurado.

Agora, nosso próximo passo é configurar o tipo de conexão de rede utilizada na máquina virtual. A única coisa a fazer é, com a máquina virtual desligada, abrir o VMware, clicar em VM\Settings... Nessa janela, clique no item NIC 1 na lista à esquerda, conforme a janela abaixo:


Figura 4

À direita, escolha a opção Bridged. Clique em OK e inicie a máquina virtual. Quando a máquina estiver aberta, faça o mesmo que foi feito no sistema host: configure um endereço IP no adaptador de rede da máquina virtual. Configure o endereço IP 192.168.0.2. Depois de seguir estes passos, sua máquina virtual já estará na rede. Para testarmos essa configuração, na máquina virtual, clique em Iniciar\Executar... Digite CMD e aparecerá um Prompt do DOS. Digite ping 192.168.0.1 –t. Se a conexão estiver correta, a tela do DOS ficará assim:


Figura 5

Utilize o comando Ping no sistema host também para testar se o sistema host consegue “enxergar” a máquina virtual na rede. Se existir outras máquinas na rede além do sistema host, use novamente o Ping a partir da máquina virtual para tentar acessar essas máquinas.

NAT:

Quando utilizamos a conexão Bridge, precisamos de um endereço IP para a máquina virtual. Porém, existem casos em que existe um número restrito de endereços IP ou então, devido a política da empresa, não há endereços IP disponíveis para as suas máquinas virtuais. Nesse caso, podemos utilizar a opção NAT para fazermos a conexão de nossa máquina virtual com a rede. O NAT funciona da seguinte forma: o sistema host terá acesso direto à rede com seu endereço IP e, este endereço será compartilhado com as máquinas virtuais que estiverem utilizando NAT como tipo de conexão. Outra utilidade para esta conexão é quando eu tenho uma conexão com a Internet no meu sistema host. No momento que eu me conecto à Internet, esse IP que eu recebo do meu provedor de acesso à Internet é compartilhado com as máquinas virtuais e elas, automaticamente, passam a acessar a Internet.

Para configurarmos a máquina virtual com NAT, clique em VM\Settings..., escolha NIC1 e selecione a opção NAT.


Figura 6

Agora, depois de dar o boot na máquina virtual, devemos configurar o protocolo TCP/IP para que receba o endereço IP automaticamente. Isso se explica por um motivo: para as conexões NAT e Host-only (veremos a seguir) existe no VMware um servidor DHCP. Ele distribui os endereços IP´s para as máquinas virtuais quando estão configuradas para receber o endereço IP automaticamente. Por hora, será preciso saber apenas disso. Depois veremos como configurar esse servidor DHCP.

Dando seqüência, entre na tela de propriedades do protocolo TCP/IP da conexão de rede da máquina virtual e escolha a opção Obter um endereço IP automaticamente.


Figura 7

Confirme as alterações e teste a configuração com o comando Ping. Porém antes, é preciso saber qual endereço IP está configurado no sistema host. Isso porque no caso do NAT, o VMware não utiliza o adaptador de rede físico do sistema host, mas sim uma nova conexão criada pelo VMware chamada VMware Network Adapter VMnet8. Entre nas propriedades de rede do sistema host e acesse as propriedades de TCP/IP dessa conexão.


Figura 8

Normalmente, o IP configurado pelo VMware na conexão VMnet8 (a do NAT) é 192.168.121.1. Portanto, na máquina virtual, abra o prompt do DOS e digite ping 192.168.121.1. Se responder, a conexão está OK. Agora, como fazer para testar a conexão a partir do sistema host se a máquina virtual foi configurada para receber o IP automaticamente? Para saber qual endereço IP foi atribuído à máquina virtual, digite ipconfig no prompt de comando. Normalmente, o IP atribuído à primeira máquina virtual com NAT é 192.168.121.128. Utilize o comando ping 192.168.121.128 (ou outro IP, se for o caso) e teste a conexão.


Figura 9

Agora para testarmos a funcionalidade do NAT, abra uma conexão dial-up no sistema host e conecte-a a Internet. Na máquina virtual, abra o Internet Explorer e tente acessar um site qualquer. Outro teste é tentar acessar a rede externa ou até mesmo o adaptador de rede do sistema host. Anteriormente, deixamos configurado esse adaptador com o IP 192.168.0.1. Utilize o comando ping 192.168.0.1. Você obterá resposta!

Host-only:

Funciona da mesma forma que o NAT, com a exceção de que a máquina virtual não terá acesso a nenhuma rede externa, só ao sistema host. No mais, funciona e é configurado da mesma forma: no console do VMware, configura-se a opção NIC 1 para Host-only e na máquina virtual configura-se o adaptador de rede para receber o endereço IP automaticamente.


Figura 10

Para saber qual endereço IP está sendo utilizado nessa conexão por parte do sistema host, entre nas propriedades da conexão VMware Network Adapter VMnet1. Normalmente, o IP configurado nessa conexão é 192.168.142.1. Depois disso, utilize o comando ipconfig para saber qual endereço IP foi atribuído à máquina virtual. Provavelmente, o IP será 192.168.142.128. Utilize o comando ping para testar a conexão. Tente também acessar outras máquinas da rede a partir da máquina virtual e você verá que isso não é possível. Não haverá acesso nem mesmo o adaptador físico do sistema host. Utilize o comando ping 192.168.0.1 (ou outro IP que esteja configurado) e não será obtida resposta.

Configurações de Rede Virtual

Como vimos, o VMware monta toda uma estrutura de rede no sistema host quando é instalado, como por exemplo, as conexões para NAT e Host-only. Ele também possui uma estrutura de um servidor DHCP para distribuir endereços IP para as máquinas virtuais. Para podermos configurar estas opções, no console do VMware, clique em Edit\Virtual Network Settings. Será apresentada a janela a seguir:


Figura 11

Na primeira guia, são apresentadas as configurações de rede do VMware para o sistema host. Vale lembra que tudo que for configurado aqui é válido para todas as máquinas virtuais. Na lista são mostradas todas as conexões de rede do sistema host. Na verdade não é possível visualizar a conexão VMnet0, mas ela existe, utilizando o adaptador de rede físico do sistema host. Concluísse, então, que ela é usada quando configuramos a máquina virtual para utilizar Bridge como forma de conexão. As demais conexões (VMnet1 e VMnet8) são usadas para Host-only e NAT, conforme vimos anteriormente.

Na guia Automatic Bridging é possível escolher, se o sistema host tiver mais de um, quais adaptadores de rede físicos não vão ser utilizados como ponte para VMnet0. No entanto, pode-se deixar que o VMware procure um adaptador de rede automaticamente para esta função.


Figura 12

Em Host Virtual Network Mapping é que vai ser escolhido qual adaptador vai ser utilizado por qual conexão. Como padrão, VMnet0 aparece configurada com o adaptador de rede do sistema host, VMnet1 aponta para a conexão criada com o mesmo nome em Meus locais de rede no sistema host e o mesmo ocorre com VMnet8. Nota-se que há espaço para a criação de novas conexões. Por exemplo, se nós tivéssemos mais de um adaptador de rede no sistema host, poderíamos configurá-lo para algumas das VMnet´s disponíveis.


Figura 13

Ao lado de cada conexão, aparece um botão para ser configurado qual IP que ele vai possuir e qual faixa de IP que vai ser distribuído pelo DHCP quando essa conexão for atribuída à máquina virtual. Por exemplo, em VMnet1, clique no botão ao lado e escolha a opção Subnet. Nessa tela é possível escolher a subnet que essa conexão vai criar. Perceba que o endereço IP que está descrito é 192.168.142.0, ou seja, no momento em que esta conexão for usada, a máquina virtual vai, obrigatoriamente, possuir um IP que esteja entre 192.168.142.1 e 192.168.145.254. Por padrão, 192.168.145.1 será atribuído à conexão VMware Network Adapter VMnet1.


Figura 14

O mesmo ocorre com VMnet8. Sua subnet é 192.168.121.0 e o endereço 192.168.121. é atribuído à VMware Network Adapter VMnet8. Lembre-se que estes números são os endereços default que o VMware distribue, podendo ser mudado de acordo com a necessidade.

Clicando no botão ao lado da conexão e depois em DHCP, aparece a configuração do array de endereços que vão ser distribuídos pelo servidor DHCP às conexões de rede das máquinas virtuais. Também é configurado aqui o tempo de duração de um endereço IP para os clientes (máquinas virtuais).


Figura 15

Já em VMnet8, aparece uma terceira opção, que é NAT. Aqui pode-se alterar configurações mais avançadas do servidor NAT.


Figura 16

Em Host Virtual Adapters , pode-se incluir novos adaptadores virtuais (VMnet2 a VMnet7), habilitar, desabilitar ou remover os já existentes.


Figura 17

Em DHCP, pode-se incluir novos adaptadores para receberem endereços IP através do servidor DHCP. Também é possível parar o serviço ou reiniciá-lo.


Figura 18

Em NAT, também é possível parar ou reinicar o serviço, além da possibilidade de edição das mesmas configurações de NAT vistas anteriormente.


Figura 19

Conclusão

Após este estudo, podemos concluir que o VMware é uma grande ferramenta para diversos fins. Ele é muito útil para estudo, atendendo desde os usuários iniciais que querem aprender como funciona este ou aquele sistema operacional, até aquele usuário mais avançado, que deseja estudar recursos de rede em um ambiente Windows ou Linux (ou ambos e outros mais). Sem dúvidas, é uma ferramenta indispensável para os programadores, que precisam testar seus softwares em várias versões do mesmo sistema operacional.


Confira todos os artigos de Windows e Redes:

1 Como Criar Servidores Web com o Windows Server
1 Instalando o Google Chrome Com SCCM 2012 R2
1 Como Mapear Unidade De Rede Com Drive Maps
1 Como Utilizar Grupos Restritos No Active Directory
1 Como configurar o Client Push Installation no System Center
1 Como Criar uma Collection no System Center
1 Como Criar Atalho Na Área De Trabalho Com GPO
1 Como configurar a GPO para o System Center 2012 R2
1 Ninite Software Deployment
1 Guia de Certificação Microsoft
1 Como Alterar A Mascara de Rede No Escopo do DHCP
1 Como Criar uma GPO com WMI Filter
1 Como fazer uma migração de DHCP
1 Como Criar Pacotes de Instalação Automáticos e Silenciosos
1 Certificação ITIL
1 Como fazer download e instalar o VMWare Workstation 11
WINDOWS 7
1 Como Instalar o Windows 7 Automaticamente
1 Como Formatar o Windows 7
1 Os melhores Antivírus para Windows 7
1 Os melhores Aplicativos para Windows 7
1 Os melhores recursos do Windows 7
1 Como usar o Windows 7 para facilitar o seu dia a dia
1 Como escolher entre o Windows 7 e 8
WINDOWS 8
1 Como Formatar o Windows 8
1 Os melhores Antivírus para Windows 8
1 Os melhores Aplicativos para Windows 8
1 Os melhores recursos do Windows 8
1 Como usar o Windows 8 para facilitar o seu dia a dia
1 Principais diferenças entre o Windows 8 e 7
WINDOWS 2003 SERVER
1 Windows 2003 - DNS - Instalação do DNS e Criação de Zonas
1 Windows 2003 - DNS - Configurando as Propriedades de uma Zona
1 Windows 2003 - DNS - Configurando as Propriedades do Servidor DNS
1 Windows 2003 - DNS - Integração do DNS com o Active Directory
1 Windows 2003 - DNS - Atualização Dinâmica
1 Windows 2003 - DNS - Zonas de Pesquisa Inversa
1 Windows 2003 - MBSA - Microsoft Baseline Security Analyzer
1 Windows 2003 - Permissões de Compartilhamento
1 Windows 2003 - Permissões e Compartilhamento de Impressoras
1 Windows 2003 - Permissões NTFS
1 Windows 2003 - WINS - Introdução ao WINS
1 Windows 2003 - WINS - Instalação do WINS
1 Windows 2003 - WINS - Configurando as Propriedades do Servidor WINS
1 Windows 2003 - WINS - Replicação do WINS
1 Windows 2003 - DHCP – Instalação
1 Windows 2003 - DHCP - Configuração de Escopos
1 Windows 2003 - DHCP - Backup e Restore
1 Windows 2003 - DHCP - Compactando a Base de Dados do DHCP
1 Windows 2003 - DHCP - Auditoria no DHCP
1 Windows 2003 - Autenticação
1 Windows 2003 - Modelos de Segurança
WINDOWS - GERAL
1 Saiba Porque o Windows XP se Tornou uma Ameaça
1 Acesso Remoto [vídeo]
1 Como se preparar para os Exames da Microsoft [vídeo]
1 Cenários para utilização do Windows AIK - Parte 2
1 Cenários para utilização do Windows AIK - Parte 1
1 Windows AIK - Kit de Instalação Automática
1 Introdução ao MDT - Microsoft Deployment Toolkit
1 Implementando Infraestrutura entre Matriz e Filial - Parte 1
1 Implementando Infraestrutura entre Matriz e Filial - Parte 2
1 Implementando Infraestrutura entre Matriz e Filial - Parte 3
1 Implementando Infraestrutura entre Matriz e Filial - Parte 4
1 Caminhos de upgrade para o Windows Vista
1 Instalação do Windows Vista
1 Windows Vista Upgrade Advisor
1 Configurações básicas do Windows Mail
1 Contas de usuário no Windows Vista
1 Contatos do Windows
1 Cotas em disco no Windows Vista
1 Discos básicos no Windows Vista
1 Discos dinâmicos no Windows Vista
Seta Vídeo: Usando Sysprep e Ghost
Seta Vídeo: Instalando o Windows XP de forma automatizada
Seta Vídeo: Baixando atualizações do Windows e Integrando na Instalação – Parte 2
Seta Vídeo: Baixando atualizações do Windows e Integrando na Instalação – Parte 1
Seta Vídeo: Criando usuários e grupos no Active Directory com scripts automatizados
Seta Vídeo: RunAs Powerful - Script super poderoso
Seta Certificação - MCTS Windows 7
Seta Vídeo: Instalação do Serviço DNS - Parte 1
Seta Vídeo: Office Communications Server 2007 R2 – Parte 1
1 Virtual PC 2007 - Parte 2 - Instalação do Virtual PC 2007
1 Virtual PC 2007 - Parte 1 - Introdução ao Virtual PC 2007
ACTIVE DIRECTORY
1 Tutorial de Active Directory - Parte 5
1 Tutorial de Active Directory - Parte 4
1 Tutorial de Active Directory - Parte 3
1 Tutorial de Active Directory - Parte 2
1 Tutorial de Active Directory - Parte 1
1 Aprenda a Usar o VMware - Parte 2
1 Aprenda a Usar o VMware - Parte 1
1 Saiba Como Ter Boletos Bancários em Seu Site
1 Alterando o Texto do Botão Iniciar
1 System Restore (Restauração do Sistema)
1 Recovery Console (Console de Recuperação)
1 Pecados Mortais no uso do E-mail - Parte 2
1 Pecados Mortais no uso do E-mail
1 SUS - Implementação e Administração - Parte 2
1 SUS - Implementação e Administração - Parte 1
1 Windows Server 2003 - O novo recurso Shadow Copies
1 Tutorial sobre Profiles
1 Criptografia no Windows 2000 Server e o Agente de Recuperação
1 Tudo sobre Permissões de Segurança: Compartilhamento e NTFS
1 Implementando o DFS: Distributed File System
1 Boot no Windows 2000/XP e o arquivo Boot.ini
1 Gerenciamento de Discos e Armazenamento
WINDOWS 2000
1 DHCP no Windows 2000 Server
1 DNS no Windows 2000 Server
1 Implementação e Administração do SUS
1 Serviço RRAS no Windows 2000 Server
1 Introdução às redes com Windows 2000 – Parte 1
1 Introdução às redes com Windows 2000 – Parte 2
1 Introdução às redes com Windows 2000 – Parte 3
1 Primeiros passos com Ajax Control Toolkit
1 Faça a sua declaração de imposto de renda com Linux
1 Sistema de Controle de Gasolina Mobile
1 Série Visual Source Safe - Parte 1
1 Extraindo dados para arquivo texto
1 Como exibir informações com múltiplas instruções SQL
1 Expressões Regulares No Microsoft SQL Server 2000
1 Cursores
1 O Namespace My
1 JOB no SQL Server
1 Criando uma aplicação Windows Service
1 Criando Class Libraries com VB.NET - Parte 2
1 Criando Class Libraries com VB.NET
1 Importação de arquivos XML com SQL Server 2000
1 Web Services e AD/DBA
1 Criando Sequence com SQL Server
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2019 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI