NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisKeniareis : Dicionarioinfo007
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


Mini-Dicionário Técnico de Informática- Parte 7

 

Objetivos:

 

O objetivo desse dicionário é conter algumas palavras usadas na informática e que muitas das vezes não sabemos o significado, então com o objetivo de ampliar o conhecimento de quem deseja saber mais sobre palavras técnicas utilizadas na informática.

 

Introdução

 

Na Sexta parte desse tutorial será abordadas palavras de  iniciais S , usadas na informática e seus significados.

 

S

 

Sampling » Amostragem;processo de conversão de um som analógico para o digital.

 

Scanner » Dispositivo usado para digitalizar imagens.

 

Script » Na programação de computador , o script consiste em um conjunto de instruções para um programa de aplicativo ou de ferramenta. Um script geralmente expressa instruções utilizando as regras e a sintaxe da ferramenta ou do aplicativo, combinadas com estruturas de controle simples, como loops e expressões if/then.

 

Script de logon » Arquivos que podem ser atribuídos a contas de usuário. Normalmente um arquivo em lotes, um script de logon é executado automaticamente sempre que o usuário faz logon. Pode ser utilizado para configurar um ambiente de trabalho do usuário sempre que o logon for feito e permite ao administrador influenciar um ambiente de usuário sem gerenciar todos os aspectos dele. Um script de logon pode ser atribuído a uma ou mais contas de usuário.

 

SCSI » Small Computer Systems Interface- Interface paralela padronizada de alta velocidade. È usada para conectar microcomputadores a dispositivos periféricos SCSI, como alguns discos rígidos e impressoras, e a outros computadores e redes locais.

 

Search » Pesquisa.

 

Search Engine » Máquina de pesquisa. Computadores que têm como tarefa principal pesquisar e catalogar por categoria ou palavra chave, os sites cadastrados e, posteriormente, disponibilizar em forma de banco de dados.

 

Seção » Parte do Registro que aparece como arquivo no disco rígido. A subárvore do Registro é dividida em seções. Uma seção é um corpo distinto de chaves, subchaves e valores que tem como raiz o topo da hierarquia do Registro. Uma seção tem como reserva um único arquivo e um arquivo .log que estão nas pastas raiz_do_sistema\System32\Config ou raiz_do_sistema\Profiles\nome_do_usuário.

 

Segurança » Em uma rede, é a proteção de um sistema de computador e seus dados contra perda ou danos, implementada especialmente para que só usuários autorizados possam obter acesso a arquivos compartilhados.

 

Segurança da camada de transporte (TLS) » Protocolo padrão usado para fornecer comunicações seguras pela Web na Internet ou em intranets. Permite que clientes autentiquem servidores ou, opcionalmente, que servidores autentiquem clientes. Além disso, fornece um canal seguro ao criptografar as comunicações. A TLS é a versão mais recente e segura do protocolo SSL.

 

Segurança de retorno de chamada » Forma de segurança de rede na qual um servidor de acesso remoto responde a um usuário em um número predefinido, após o usuário ter feito uma conexão inicial e ter sido autenticado.

 

Segurança do protocolo Internet (IPSec) » Conjunto de serviços e protocolos de proteção baseados em criptografia padrão do setor. O IPSec protege todos os protocolos do conjunto TCP/IP e as comunicações pela Internet usando L2TP.

 

Selecionar » Especificar um bloco de dados ou texto na tela realçando-o ou marcando-o de alguma forma, com a finalidade de realizar alguma operação nele.

 

Semicondutor de óxido metálico complementar (CMOS) » Tipo específico de tecnologia de semicondutor que requer pouquíssima energia. O termo se popularizou com o significado de uma pequena área de armazenamento em que o sistema controla determinados parâmetros de hardware como, por exemplo, o tamanho do disco rígido, o número de portas seriais que o computador possui e assim por diante. O CMOS também é chamado de RAM de configuração.

 

Senha » Medida de segurança utilizada para restringir os nomes de logon em contas de usuários e o acesso aos sistemas e recursos do computador. Uma senha é uma seqüência de caracteres que deve ser fornecida antes de um nome de logon ou um acesso ser autorizado. Pode ser constituída de letras, números e símbolos, e diferencia maiúsculas de minúsculas.

 

Senha criptografada » Senha que está embaralhada.

 

Senha de usuário » A senha armazenada em cada conta de usuário. Cada usuário geralmente tem uma senha de usuário exclusiva e deve digitá-la ao fazer logon ou acessar um servidor.

 

Seqüência de caracteres » Grupo de caracteres ou bytes de caracteres tratados como uma entidade única. Os programas de computador usam seqüências de caracteres para armazenar e transmitir dados e comandos. A maioria das linguagens de programação considera seqüências de caracteres (como 2674:gstmn) diferentes de valores numéricos (como 470924).

 

Seqüência de identificação do usuário transmissor (TSID) » Seqüência que especifica a ID do assinante transmissor enviada pelo aparelho de fax ao enviar um fax para um aparelho receptor. Normalmente, essa seqüência é uma combinação do número de fax ou de telefone e do nome do estabelecimento comercial. Em geral, é o mesmo que a ID do assinante chamado.

 

Seqüência de identificador do assinante chamado (CSID) » Seqüência de caracteres que especifica a ID do assinante chamado transmitida pelo aparelho de fax receptor ao receber um fax. Normalmente, essa seqüência é uma combinação do número de fax ou de telefone e do nome do estabelecimento comercial. Em geral, é o mesmo que a ID

 

Serviço » Programa, rotina ou processo que executa uma função específica do sistema para dar suporte a outros programas, especificamente em um nível baixo (próximo ao hardware). Quando os serviços são fornecidos em uma rede, é possível publicá-los no Active Directory, facilitando a administração e o uso centralizado do serviço. Alguns exemplos de serviços são o serviço Gerenciador de contas de segurança, o serviço de duplicação de arquivos e o Roteamento e acesso remoto.

 

Serviço Alerta » Serviço usado pelo servidor e por outros serviços para notificar usuários selecionados e computadores sobre alertas administrativos que ocorrem em um computador. O serviço Alerta requer o serviço Messenger.

 

Serviço DDE de rede » Serviço que fornece transporte e segurança de rede para conversações do DDE.

 

Serviço de cadastramento na Internet do Windows (WINS) » Serviço de software que mapeia endereços IP dinamicamente para nomes de computadores (nomes NetBIOS). Permite que os usuários acessem os recursos pelo nome em vez de solicitar que usem endereços IP difíceis de serem reconhecidos e lembrados. Os servidores WINS oferecem suporte a clientes executando o Windows NT 4.0 e versões anteriores dos sistemas operacionais da Microsoft.

 

Serviço de cluster » O componente de software essencial que controla todos os aspectos de operação de cluster de servidor e gerencia o banco de dados do cluster. Cada nó em um cluster de servidor executa uma ocorrência do serviço de cluster.

 

Serviço de concessão de permissão (TGS) » Serviço Kerberos V5 fornecido pelo centro de distribuição de chaves (KDC) do Kerberos V5 que emite permissões de serviço as quais permitem que usuários autentiquem-se para serviços em um domínio.

 

Serviço de diretório » A fonte e também o serviço de informações de diretório que tornam as informações disponíveis e utilizáveis. Um serviço de diretório permite que os usuários localizem um objeto de acordo com qualquer um de seus atributos.

 

Serviço de fax » Serviço de sistema que oferece serviços de fax para clientes locais e de rede remota. Os serviços de fax incluem o recebimento e o envio de documentos, mensagens do assistente de fax e emails.

 

Serviço de mensagens entre sites (ISM) » Serviço que oferece suporte às mensagens assíncronas entre sites. Cada transporte serve a duas funções principais: consultas de topologia e envio/recepção (como, por exemplo, consultas sobre quais são os vários sites conectados por esse transporte e a que custo). Os serviços de mensagens entre sites fornecidos com o Windows são RPC e SMTP (correio).

 

Serviço de no-break » Serviço que gerencia um sistema de alimentação ininterrupta (no-break) conectado a um computador.

 

Serviço de resolução de endereço de difusão seletiva (MARS) » Serviço que resolve endereços IP de difusão seletiva para os endereços ATM dos clientes que ingressaram naquele grupo de difusão seletiva. O MARS pode funcionar em conjunto com o MCS e os clientes para distribuir dados de difusão seletiva através de conexões ponto a multiponto.

 

Serviço de texto » Programa que permite que um usuário digite ou edite texto. Os serviços de texto incluem layouts de teclado, programas de reconhecimento de texto manuscrito e fala, e Editores de método de entrada (IMEs). Os IMEs são utilizados para inserção de caracteres de idiomas do leste asiático com um teclado.

 

Serviço Localizador de computadores » Serviço que mantém uma lista atualizada de computadores e fornece a lista aos aplicativos quando solicitado. O serviço Localizador de computadores fornece as listas de computadores exibidas nas caixas de diálogo Meus locais de rede, Selecionar computador e Selecionar domínio e na janela Gerenciador de servidores (esta última somente para Windows 2000 Server).

 

Serviço Log de eventos » Serviço que grava eventos nos logs de aplicativos, de sistemas e de segurança. O serviço de Log de eventos está localizado em Visualizar eventos.

 

Serviço Messenger » Serviço que envia e recebe mensagens transmitidas por administradores ou pelo serviço Alerta.

 

Serviços de diretório Novell (NDS) » Em redes executando NetWare 4.0 da Novell, um banco de dados distribuído que mantém informações a respeito de cada recurso da rede e fornece acesso a esses recursos.

 

Serviços de instalação remota » Serviços de software que permitem que um administrador configure novos computadores clientes remotamente, sem ter de visitar cada cliente. Os clientes alvo devem oferecer suporte à inicialização remota.

 

Serviços de roteamento » No Enfileiramento de mensagens, um serviço em um servidor de Enfileiramento de mensagens que fornece serviços de roteamento de mensagens.

 

Serviços simples de TCP/IP » Quatro serviços de TCP/IP: Character Generator, Daytime Discard, Echo e Quote of the Day.

 

Service Pack » Um upgrade que corrige bugs ou deficiências do programa e, em alguns casos, também adiciona novos recursos.

 

Servidor » Em geral, computador que fornece recursos compartilhados para usuários de rede.

 

Servidor da área de armazenamento » Serviço do sistema que dá suporte ao visualizador da área de armazenamento, que permite que as páginas sejam vistas por áreas de armazenamento remotas.

 

Servidor de acesso remoto  » Computador baseado em Windows que executa o serviço de Roteamento e acesso remoto e está configurado para oferecer acesso remoto.

 

Servidor de arquivos para Macintosh » Serviço de integração de rede AppleTalk que permite que clientes do Macintosh e clientes de PCs compartilhem arquivos. O servidor de arquivos para Macintosh também é chamado de MacFile.

 

Servidor de configuração de emulação de LAN » O serviço que atribui clientes individuais da emulação de rede local (LANE) a redes locais emuladas (ELANs) específicas, direcionando-os para o servidor de emulação de LAN (LES).

 

Servidor de difusão seletiva (MCS) » Serviço que gerencia zero ou mais grupos de difusão seletiva e distribui dados de difusão seletiva enviados a ele por clientes desses grupos através de conexões ponto a multiponto.

 

Servidor de emulação de rede local (LES) » O ponto de controle central para uma rede local emulada (ELAN). Permite que os clientes de emulação de LAN ingressem na ELAN e converte endereços LAN em endereços ATM.

 

Servidor de encapsulamento » Servidor ou roteador que encerra encapsulamentos e encaminha o tráfego para hosts na rede de destino.

 

Servidor de horário » Computador que sincroniza periodicamente a hora em todos os computadores de uma rede. Isso assegura a precisão da hora usada pelos serviços de rede e pelas funções locais.

 

Servidor de impressão » Computador dedicado ao gerenciamento de impressoras em uma rede. O servidor de impressão pode ser qualquer computador na rede.

 

Servidor DHCP » Computador executando o serviço DHCP da Microsoft que oferece configuração dinâmica de endereços IP e informações relacionadas aos clientes com DHCP ativado.

 

Servidor DNS » Serviço que mantém informações sobre uma parte do banco de dados do sistema de nomes de domínios (DNS) e responde e resolve consultas DNS. Um computador que execute esse serviço também é conhecido como servidor DNS.

 

Servidor do Enfileiramento de mensagens » No Enfileiramento de mensagens (também conhecido como MSMQ), um computador que pode fornecer enfileiramento de mensagens, roteamento e serviços de diretório a computadores clientes.

 

Servidor mestre » Servidor DNS autorizado para uma zona. Os servidores mestre podem variar e constituem um dos tipos existentes (mestre primário ou secundário), dependendo de como o servidor obtém seus dados de zona.

 

Servidor preferencial » O servidor NetWare ao qual você se conecta por padrão, ao fazer logon no computador. O servidor preferencial valida suas credenciais de usuário e é consultado quando você solicita informações sobre recursos disponíveis na rede NetWare.

 

Servidor Web » Computador que é mantido por um administrador de sistema ou provedor de serviços de Internet (ISP) e que responde a solicitações de um navegador de usuário.

 

Servidores de arquivos e de impressão para Macintosh » Componente de software que permite que usuários Macintosh tenham acesso a um computador que esteja executando qualquer versão da família Windows Server. Os serviços fornecidos por este componente permitem que usuários de PC e Macintosh compartilhem arquivos e recursos, como impressoras na rede AppleTalk ou impressoras instaladas no servidor Windows.

 

Servidores raiz » Os servidores DNS autorizados para a raiz do espaço para nome.

 

Sessão » Conexão lógica criada entre dois hosts para troca de dados. Normalmente, as sessões usam seqüenciamento e confirmações para enviar dados com confiança.

 

Setor de inicialização da partição » Parte de uma partição de disco rígido que contém informações sobre o sistema de arquivos do disco e um pequeno programa de linguagem de máquina que carrega o sistema operacional Windows.

 

Setup » Programa que configura o sistema. Quando o computador é ligado ou resetado, o BIOS verifica no setup qual a composição do computador.

 

SGBD » Sistema de gerenciamento de Banco de Dados-È um recurso para a manipulação eficiente de um grande conjunto de informações, estruturadas e armazenadas de forma organizada e integrada.

 

SGML » Standard General Markup Language- A linguagem geral  de Maração padrão é a linguagem de descrição de páginas em formato de hipertexto de onde o HTML foi derivado.

 

Shape » Forma.

 

Share » Dividir, compartilhar. Torna arquivos, diretórios ou pastas acessíveis a outros usuários, através de um rede.

 

Shareware » Programa que tem todas as funções da versão completa, mas funciona por um certo tempo.

 

Shockware » É um componente da empresa de software Macromedia para profissionais que desenvolvem elementos de mídia digital para a web.

 

Simbiose » Relação estabelecida na integração entre dois elementos para beneficio de ambos.

 

Símbolo » Qualquer elemento textual não redutível em dados que esteja sendo analisado. Por exemplo, o uso, em um programa, de um nome de variável, uma palavra reservada ou um operador. O armazenamento de símbolos como códigos breves diminui os arquivos de programas e acelera a execução.

 

Sinalizador de som » Recurso do Windows que produz uma pista visual, como um piscar de tela ou uma barra de título piscante, sempre que o computador reproduz um som do sistema.

 

Sincronizar » Reconciliar as diferenças entre os arquivos armazenados em um computador e as versões dos mesmos arquivos em outro computador. Depois de determinadas as diferenças, ambos os conjuntos de arquivos são atualizados.

 

Sistema Operacional » Programa normalmente fornecido pelo fabricante para o controle e coordenação de todas as operações de um computador.

 

Sistema de alimentação ininterrupta (no-break) » Dispositivo conectado entre um computador e uma fonte de energia para garantir que a alimentação elétrica não seja interrompida. Os no-breaks usam baterias para que o computador continue ligado por um período de tempo após uma queda de energia. Geralmente, os no-breaks fornecem proteção contra picos e quedas de energia.

 

Sistema de arquivos » Em um sistema operacional, a estrutura geral na qual os arquivos são nomeados, armazenados e organizados. NTFS, FAT e FAT32 são tipos de sistemas de arquivos.

 

Sistema de arquivos com criptografia (EFS) » Recurso desta versão do Windows que permite aos usuários criptografar arquivos e pastas em um disco de volume NTFS para protegê-los do acesso de intrusos.

 

Sistema de arquivos NTFS » Sistema de arquivos avançado que fornece desempenho, segurança, confiabilidade e recursos avançados não encontrados em nenhuma versão de FAT. Por exemplo, o NTFS garante a consistência do volume usando um log de transações padrão e técnicas de recuperação. Se um sistema falhar, o NTFS usará as informações de seu arquivo de log e de pontos de verificação para restaurar a consistência do sistema de arquivos. No Windows 2000 e no Windows XP, o NTFS também fornece recursos avançados, como permissões de arquivo e de pasta, criptografia, cotas de disco e compactação.

 

Sistema de caracteres Unicode (UCS) » Uma referência de conjunto de caracteres de padrão internacional que é parte do padrão Unicode. A versão existente mais utilizada do padrão UCS é o UCS-2, que especifica valores de caracteres de 16 bits, atualmente aceito e reconhecido para codificar a maior parte dos idiomas do mundo.

 

Sistema de entrada e saída básico (BIOS) » Em computadores compatíveis com x86, o conjunto de rotinas essenciais que testa o hardware na inicialização, inicia o sistema operacional e dá suporte à transferência de dados entre dispositivos de hardware. O BIOS é armazenado em memória somente leitura (ROM) para que seja executado quando o computador for ligado. Apesar de ser vital para o desempenho do computador, o BIOS normalmente fica invisível para os usuários.

 

Sistema de entrada e saída básico de rede (NetBIOS) » Interface de programação de aplicativo (API) que pode ser utilizada por programas em uma rede local (LAN). O NetBIOS fornece programas com um conjunto uniforme de comandos para solicitar os serviços de nível inferior necessários para gerenciar nomes, conduzir sessões e enviar datagramas entre nós em uma rede.

 

Sistema de gerenciamento » Host ativado pela rede que executa o software de protocolo de gerenciamento de rede simples (SNMP). Este software solicita informações de agentes SNMP. O sistema de gerenciamento também é chamado de console de gerenciamento.

 

Sistema de nomes de domínios (DNS) » Banco de dados distribuído de modo hierárquico que contém mapeamentos de nomes de domínios DNS para vários tipos de dados, como, por exemplo, endereços IP. O DNS permite a localização de computadores e serviços por nomes amigáveis, além de possibilitar a descoberta de outras informações armazenadas no banco de dados.

 

Site » Uma ou mais sub-redes TCP/IP bem conectadas (altamente confiáveis e rápidas). Permite que os administradores configurem o acesso ao Active Directory e a topologia de replicação com rapidez e facilidade para tirar proveito da rede física. Quando os usuários fazem logon, os clientes Active Directory localizam servidores Active Directory no mesmo site do usuário.

 

Slave » Escravo. Sempre que conectamos dois HDs na mesma porta IDE, um deverá ser configurado como máster (mestre) e outro como slave.

 

SMTP » Simple Mail Transfer Protocol- É um protocolo usado para enviar e-mails. Os dados vão da sua máquina para o servidor SMTP do provedor e, em seguida para o destinatário.

 

Software de Domínio Publico » Um programa não protegido por copyright, que pode ser utilizado sem que seja necessário fazer alguma forma de pagamento para seu autor.

 

Spam » No geral, refere-se a emails enviados indevidamente para a caixa postal do usuário, resultando em desperdício de espaço no disco e largura de banda nos meios de transmissão.

 

SQL » Um sublinguagem de bancos de dados, usada para a consulta, atualização e gerenciamento de banco de dados relacionais

 

Storyboard » Uma seqüência descritiva das cenas de um filme, que são esboçadas no papel, como se fosse um gibi.

 

Streaming » A tecnologia streaming envia dados ao desktop que solicitou a informação, direta e continuamente, mas não baixa o arquivo todo.

 

Sysadminè Administrador do Sistema- O responsável por um sistema.

 

SWF » Portable Network Graphic- Extensão dos arquivos gerados pelo programa Macromedia Flash.

 

Slot de expansão » Um soquete em um computador, designado para armazenar placas de expansão e conectá-las ao barramento do sistema.

 

Slot de expansão ISA » Soquete de conexão para um periférico criado para a arquitetura padrão da indústria (ISA) na placa-mãe de um computador.

 

Slot de expansão PCI » Soquete de conexão para um periférico criado para o barramento local de interconexão de componentes periféricos (PCI) na placa-mãe de um computador.

 

Snap-in » Tipo de ferramenta que você pode adicionar a um console ao qual o Console de gerenciamento Microsoft (MMC) dá suporte. Um snap-in autônomo pode ser adicionado por si próprio, enquanto uma extensão snap-in só pode ser adicionada para estender a função de outro snap-in.

 

Solicitação de cliente » Solicitação de serviço de um computador cliente a um computador servidor ou, para o balanceamento de carga de rede, a um cluster de computadores. O balanceamento de carga de rede encaminha cada solicitação de cliente para um host específico de acordo com a diretiva de balanceamento de carga do administrador do sistema.

 

Solicitação de comentário (RFC) » Documento oficial da Internet Engineering Task Force (IETF) que especifica os detalhes dos protocolos incluídos na família TCP/IP.

 

Soquete » Identificador de determinado serviço em um nó específico de uma rede. O soquete consiste em um endereço de nó e um número de porta que identifica o serviço. Por exemplo, a porta 80 em um nó da Internet indica um servidor Web. Existem dois tipos de soquetes: fluxos (bidirecionais) e datagramas.

 

Soquete não processado » Soquete que fornece acesso direto a protocolos de rede de nível inferior.

 

Soquete UDP » Soquete que transmite datagramas pelo protocolo de datagrama de usuário (UDP).

 

Spooler de impressão » Software que aceita um documento enviado para uma impressora e o armazena em disco ou na memória até que a impressora esteja pronta para recebê-lo. Esse conjunto de bibliotecas de vínculo dinâmico (DLLs) recebe, processa, agenda e distribui os documentos para impressão. Spooler é um acrônimo do termo em inglês simultaneous print operations on line (operações de impressões simultâneas em linha).

 

Subárvore » Qualquer nó dentro de uma árvore, junto com qualquer seleção de nós descendentes conectados. Na estrutura de Registro, as subárvores são o nó primário e contêm chaves, subchaves e entradas de valores.

 

Subchave » Chave dentro de uma chave. Na estrutura do Registro, as subchaves são subordinadas a subárvores e chaves. As chaves e subchaves são semelhantes à seção de cabeçalho nos arquivos .ini; entretanto, as subchaves podem executar funções.

 

Sub-rede » Subdivisão de uma rede IP. Cada sub-rede tem seu próprio identificador de rede em sub-rede exclusivo.

 

Substituir o comando de exibição por » Quando ativado, abre o aplicativo de servidor DDE conforme especificado pelo número inteiro em valor. Os valores possíveis são 1 (normal), 2 (minimizado), 3 (maximizado) e 10 (padrão do aplicativo).

 

Sufixo DNS » Para o DNS, é uma seqüência de caracteres que representa um nome de domínio. O sufixo DNS mostra onde um host está localizado em relação à raiz DNS, especificando a localização de um host na hierarquia DNS. Normalmente, o sufixo DNS descreve a última parte de um nome DNS, após um ou mais dos primeiros rótulos de um nome DNS.

 

Sufixo do nome principal do usuário » O sufixo UPN é a parte do nome principal do usuário à direita do caractere @. O sufixo UPN padrão para uma conta de usuário é o nome do domínio DNS do domínio que contém a conta de usuário. O sufixos UPN alternativos podem ser adicionados para simplificar a administração e os processos de logon de usuários ao fornecer um único sufixo UPN para todos os usuários. O sufixo UPN é usado somente dentro da floresta do Active Directory e não precisa ser um nome de domínio DNS válido.

 

SYSVOL » Diretório compartilhado que armazena a cópia do servidor dos arquivos públicos de domínio, que são replicados entre todos os controladores do domínio no domínio.

 

 Conclusão

 

Nesta parte do tutorial abordei algumas palavras de iniciais S, usadas na informática. Na próxima parte deste tutorial outras palavras seguindo a ordem alfabética e descrevendo seus significados.

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Essential SSL

    Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2020 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI