NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalTutoriaisMauricioborges : Vss001
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

FILTRO DE TUTORIAIS:


 

Série Visual Source Safe
Parte 1

 


 

Olá pessoal, meu nome é Mauricio Junior. Farei uma série de artigos mostrando e explicando a forma correta de utilização do programa da Microsoft chamado Visual Source Safe. Serão várias partes mostrando dinamicamente a utilização do mesmo. Se você não conhece, estes artigos poderão ajudar da melhor maneira possível.

 

Requisitos:

 

- Visual Studio.NET 2005 instalado

- Framework 2.0 instalado

- Visual Source Safe 2005 ou 2003 instalado

 

Os programas acima citados são de necessária instalação devido à integração dos versionadores de arquivos, ou seja, para o Visual Source Safe.

 

Para que serve

 

O programa Visual Source Safe serve para manter todas as versões de código fonte, e dos programas criados por equipes ou por você. Na realidade, o mesmo pode ser utilizado para versionar qualquer tipo de arquivo ou código fonte. Hoje em dia, documentos do Word, Excel, Notepad e outros podem ser mantidos versões específicas com dos usuários, datas e informações. Qualquer informação pode ser colocada dentro do programa, qualquer pessoa que for alterar alguma informação do arquivo, o mesmo ser versionado com segurança e dados específicos.

 

É um programa muito importante principalmente para empresas, porém pode ser usado para versões pessoais de dados, documentos e programas. Resumindo serve para: manter versões de documentos ou artefatos, não importa qual; todas as versões alteradas serão mantidas.

 

Banco de dados do visual source safe

 

O banco de dados do VSS funciona como pasta, pastas onde armazenam dados e versões dos sistemas. Não existe um banco de dados como Access, SQL Server ou Oracle, são feitos em pastas dentro do próprio local onde o software é instalado. Por exemplo: “ao instalar o programa na pasta C:\Arquivos de Programas\VSS, automaticamente será colocado uma pasta chamada data cujo será responsável para manter os dados. Não importa se é o seu servidor de documentos ou computador pessoal. Ao abrir a pasta, note que existem várias pastas seguindo o alfabeto, a, b, c, d.... e assim por diante”. As extensões dos arquivos são entendidas internamente pelo software.

 

Onde Usar

 

O VSS pode ser usado tanto em servidores específicos para manter arquivos, ou seja, a sua funcionalidade é exclusivamente manter versões de documentação de uma empresa ou também em seu computador pessoal. Isso porque é necessário manter versões de documentos, artigos, códigos fontes e outros. Um exemplo básico de que qualquer pessoa precisa necessariamente manter as versões de documentos é: em universidade onde todos os alunos mexem em um mesmo arquivo, esse arquivo é atualizado diariamente, porém é necessário manter as versões anteriores e posteriores. Resumindo, tanto pessoalmente quanto via servidor de dados, é necessário manter um backup e versões.

 

O interessante é, mesmo que apague do computador o documento fisicamente, o mesmo pode ser baixado sem qualquer problema do VSS (Visual Source Safe) para a máquina ou servidor. Isso ajuda a surpreender qualquer pessoa caso os seus dados forem apagados indevidamente.

 

Portanto, usar para caso pessoal ou empresarial será muito bem vindo.

 

Backup de Dados

 

Foi falado anteriormente que não existe o seu banco de dados, porém os dados são guardados dentro de pastas que possuem extensões específicas do software. Mesmo com esses dados sendo guardados em pastas, não é necessário copiar as pastas e arquivos para backup, o software disponibiliza em sua parte administrativa um sistema de backup, onde você pode escolher todas as pastas e gerar backup dos arquivos; o resultado do mesmo se torna apenas em um arquivo da extensão “.ssa”. É uma forma mais fácil e ágil para fazer backup dos dados colocando os mesmos em um arquivo.

 

Conheci várias pessoas de suporte técnico de empresas que faziam e fazem backup dos dados copiando os arquivos de dentro da pasta “data”; sinceramente é a forma mais errada que já vi, isso tudo por falta de conhecimento da ferramenta, sem conta que demora uma eternidade para copiar tantos arquivos.

 

O grande problema dos backups hoje em dia é o momento que você precisa restaurá-lo; isso em todo tipo de backup. Se fizer backup copiando as pastas, ficará difícil quando for restaurar qualquer tipo de dados; o melhor é utilizar a ferramenta de administração para criar e restaurar backup. É muito simples fazer / restaurar backup no VSS.

 

Interação

 

O VSS possui interação com os principais softwares de desenvolvimento como Visual Studio, Eclipse e outros. Além do mais, a cada dia são criados plugins específicos para essa devida interação.

 

Quando utilizamos um documento do Word importante dentro do VSS; algum dia terá que alterá-lo. Para que isso aconteça, é necessário ir diretamente ao VSS, checar o documento para si e alterá-lo, depois disso basta tirar a checagem. Todas as informações de usuário, data da alteração, o que foi alterado, versões anteriores e tudo mais serão gravadas.

 

É importante falar que, dentro do Windows, não importa a versão do SO, o documento estará marcados em suas propriedades como somente leitura; ou seja; ao abrir o mesmo localmente sem a checagem devida no VSS, não conseguirá alterar, apagar ou inserir dados e sim somente lido.

 

Database

 

Logo após instalar o VSS, é necessário criar um database onde ficará todos os arquivos de dados. Direi um pouco na parte de servidor e máquina pessoal.

 

Note: Ao instalar o sistema operacional Windows, recomendo que reparta o seu HD em dois (2). Um para instalar o sistema operacional, softwares e o outro para colocar seus arquivos. É uma regra básica, caso dê algum problema junto ao Windows, o mesmo pode ser formatado sem problemas mantendo assim os seus dados tranquilamente em outra partição.

 

Servidor: Partindo do pressuposto que você tenha duas partições, crie uma pasta na segunda partição onde será colocada a database criada. A primeira coisa ao abrir o VSS irá pedir para criar ou indicar um database. Não existem problemas de versões de software; foi mantido a compatibilidade entre as versões 2005 e 6.0.

 

PC: Não é muito diferente utilizar o VSS localmente, ou seja, no seu computador pessoal. Isso porque, colocando na segunda partição, o seu database os arquivos e pastas estarão sempre seguros, mesmo que o sistema operacional for retirado.

 

Lembre-se: nunca faça backup das pastas e dos arquivos do database; utilize sempre a parte administrativa para fazer backup. Nunca deixe de fazer backup!!! Se possível diariamente caso muitos artefatos forem alterados; assim serão mantidas todas as versões. Qualquer database pode ser adicionado ou indicado, contendo que tenha o arquivo .ini, ou seja, posso adicionar mesmo que esteja na internet, basta colocar o local.

 

Fico por aqui nesta primeira série.

 

Os próximos artigos, a prática reinará.

 

Mauricio Junior

 

http://www.mauriciojunior.net/

 

Livros publicados do autor

 

 

Olá pessoal, meu nome é Maurício Júnior e estou disposto a mostrar como adicionar botões para navegar no mapa do Virtual Earth. No primeiro passo, mostrei como adicionar o mapa junto de sua página ou portal da internet. Foi bem simples e fácil.

 

Para quem não viu e quer começar do primeiro passo, acesse o link abaixo falando e siga os passos.

 

Link: http://www.aspneti.com/visualizar/downloadArtigo.aspx?ch_artigos=306

 

O objetivo agora é adicionar botões que caminha para direita, caminha para esquerda, subir e descer. Todos estes botões são essenciais para a navegação dentro do mapa. Existe ainda o botão aerial cujo mostra o mapa em forma aérea com grande verde e azul do mar. (Referência 2.1)

 

Referência: 2.1

 

Lembre-se que o exemplo neste passo dois, é continuação da parte um, portanto entendo que já foi feito a versão anterior. Segue todo código da primeira parte. Referência 2.2.

 

<html>

<head>

<title>My Virtual Earth</title>

<STYLE TYPE="text/css" MEDIA=screen>

<!--

.pin

{

width:44px;height:17px;

font-family:Arial,sans-serif;

font-weight:bold;font-size:8pt;

color:White;overflow:hidden;

cursor:pointer;text-decoration:none;

text-align:center;background:#0000FF;

border:1px solid #FF0000;

z-index:5}

-->

</STYLE>

<link href="http://dev.virtualearth.net/standard/v2/MapControl.css" type="text/css" rel="stylesheet" />

<!--script src="http://local.live.com/MapControl.ashx"></script-->

<script src="http://dev.virtualearth.net/standard/v2/MapControl.js" type="text/javascript"></script>

 

<script language="javascript" type="text/javascript">

var map = null;

 

function UpdateInfo(e)

{

    document.getElementById("info").innerHTML =

        'Latitude = ' +

        e.view.latlong.latitude +

        ', Longitude = '

        + e.view.latlong.longitude +

        ', Zoom=' +

        e.view.zoomLevel;

}

 

function MouseClick(e)

{

    map.RemovePushpin('pin');

    map.AddPushpin('pin',

    e.view.latlong.latitude,

    e.view.latlong.longitude,

    88,

    34,

    'pin',

    'MyPin',

    1);

}

 

function OnPageLoad()

{

    var params = new Object();

    //params.latitude = 51.567;

    //params.longitude = -0.026;

    params.latitude = -7.541648553787295;

    params.longitude= -52.20703125;

    params.zoomlevel = 4;

    params.mapstyle = Msn.VE.MapStyle.Road;

    params.showScaleBar = true;

    params.showDashboard = true;

    params.dashboardSize = Msn.VE.DashboardSize.Normal;

    params.dashboardX = 5;

    params.dashboardY = 5;

 

    map = new Msn.VE.MapControl(

        document.getElementById("myMap"),

        params);

 

    map.Init();

    map.AttachEvent("onendcontinuouspan",

        UpdateInfo);

 

    map.AttachEvent("onendzoom",

        UpdateInfo) ;

 

    map.AttachEvent("onclick",

        MouseClick);

 

}

</script>

 

</head>

<body onload="OnPageLoad();">

    <div id="info" style="HEIGHT: 50px; font-size:10pt"></div>

    <div id="myMap" style="WIDTH: 600px; HEIGHT: 400px; OVERFLOW:hidden"></div>

 

</body>

 

</html>

 

Referência: 2.2

 

O que falta é, acrescentar as functions em javascript e os botões para a navegação. O primeiro botão será o de SUBIR o mapa ou a localização dentro do mapa. Primeiro o HTML. (Referência 2.3)

 

<input type="button" value="Subir" onclick="DoPanUp()" ID="PanUpButton" NAME="PanUpButton">

 

Referência: 2.3

 

Note que atributo onclick possui uma function em javascript chamada DoPanUp(). É bem simples esta function. (Referência 2.4)

 

function DoPanUp()

{

    map.ContinuousPan(0, -10, 20);

}

 

Referência: 2.4

 

Peguei a variável map e chamei uma function ContinuousPan passando os parâmetros necessários para caminhar no mapa. Para correr no mapa, é sempre utilizada esta function. Você deve pensar que agora ficou simples e realmente ficou.

 

O segundo botão é para descer no mapa. (Referência 2.5)

 

<input type="button" value="Descer" onclick="DoPanDown()" ID="PanDownButton" NAME="PanDownButton">

 

Referência: 2.5

 

Existe outra function dentro do atributo onclick chamado DoPanDown(). (Referência 2.6)

 

function DoPanDown()

{

    map.ContinuousPan(0, 10, 20);

}

 

Referência: 2.6

 

Em vez de andar -10 eu ando 10 cujo faz descer a navegação dentro do mapa. Continuando com os botões, colocarei o botão que anda para a esquerda. (Referência 2.7)

 

<input type="button" value="Esquerda" onclick="DoPanLeft()" ID="PanLeftButton" NAME="PanLeftButton">

 

Referência: 2.7

 

A function criada agora dentro do javascript é DoPanLeft() que anda para a esquerda todo o mapa da página. (Referência 2.8)

 

function DoPanLeft()

{

    map.ContinuousPan(-10, 0, 20);

}

 

Referência: 2.8

 

Note que agora alterei o valor do primeiro parâmetro, deixei zerado o segundo e continuei com 20 o terceiro parâmetro. Dessa forma o caminho é alterado para a esquerda. O próximo botão é ir para direita.

 

<input type="button" value="Direita" onclick="DoPanRight()"ID="PanRightButton" NAME="PanRightButton">

 

Referência: 2.9

 

Criei uma outra function chamada DoPanRight() cujo tem o trabalho de movimentar todo mapa para a direita. Lógico que poderia ter apenas uma function passando os valores necessários, porém para que entendesse com mais precisão, achei melhor criar uma function para cada botão que chama outra function passando valores diferentes. (Referência 2.10)

 

function DoPanRight()

{

    map.ContinuousPan(10, 0, 20);

}

 

Referência: 2.10

 

No primeiro parâmetro, em vez de colocar o valor negativo, coloquei positivo para que ande para direita. Foi mantido os outros valores em relação a function 2.8.

 

Bom, criei os botões para navegação do mapa. Vejamos como ficou com figuras ilustradas. (Referência 2.11)

 

Referência: 2.11

 

Ao clicar no botão SUBIR, automaticamente toda área de visualização subiu sem qualquer problema indo para COLOMBIA e VENEZUELA. (Referência 2.12)

 

Referência: 2.12

 

Cliquei no botão DIREITA e ao mesmo tempo foi tudo movido para a direção de SENEGAL do outro lado do mar. (Referência 2.13)

 

Referência: 2.13

 

Clicando no botão ESQUERDO, volto para a antiga posição. (Referência 2.14)

 

Referência: 2.14

 

Note que no canto esquerdo e topo do mapa, existe uma área de navegação onde possui dois links: road e aerial que mostram o mapa de duas formas diferentes. A forma que é mostrada junto à referência 2.14 é chamada de aerial. Cliquei no link chamado road e ao mesmo tempo o mapa foi alterado com outra perspectiva. (Referência 2.15)

 

Referência: 2.15

 

Eu fico por aqui com mais um artigo, qualquer dúvida favor entrar em contato através do e-mail mauricio@aspneti.com.  Espero que tenha gostado.

 

Mauricio Junior

 

www.mauriciojunior.org

 

www.aspneti.com

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Cursos Online

  • Banco de Dados
  • Carreira
  • Criação/Web
  • Excel/Projetos
  • Formação
  • + Todas as categorias
  • Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

    Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

    Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2019 ®

    [LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

    APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI