NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalArtigosLinux : Linuxbasico013
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Linux Básico – Parte XIII

 

7.3.2 – Filtrando a saída do comando ps

 

Para filtrarmos a saída do comando ps de acordo com a nossa necessidade, usamos o comando grep juntamente com o pipe. Vamos listar apenas os processos do usuário root.

 

A. Digite:

 

 

Agora se quisessemos listar somente os processos conectados ao tty1, faríamos:

 

B. Digite:

 

 

Similarmente para listar os processos que não estão conectados a nenhum terminal:

 

C. Digite:

 

 

7.3.3 – Usando o top

 

Existe uma ferramenta muito útil no linux que tem como finalidade mostrar através de uma forma bem detalhada como os recursos do sistema estão sendo utilizados, por quais processos e a que nível de carga, tudo isso em tempo real.

 

Sintaxe : top [opções]

 

A. Digite:

 

 

Figura 57 – Saída do comando top

 

Vamos salientar alguns aspectos importantes da saída do comando top:

 

» Há 33 processos no total sendo que destes 32 estão em status sleeping. Isso significa que 32 processos estão aguardando que seus serviços sejam requisitados por algum programa cliente. Normalmente esses processos são os daemons do sistema.

 

» O campo “CPU STATES” indica de que forma a CPU está sendo utilizada. Na figura acima podemos observar que a CPU está sendo usada para tarefas relativas ao próprio sistema (2.7%) e o tempo de idle ou seja, disponibilidade para execução de novas tarefas é de 97.2%.

 

» Uptime significa o tempo que o sistema está rodando e observe através dos campos MEM e SWAP, quanto da memória RAM e virtual estão sendo utilizados.

 

» O campo PRI significa o nível de prioridade que aquele processo tem para o sistema. Quanto menor o valor maior a prioridade.

 

» O campo RSS indica quanto da memória está sendo utilizada por determinado processo.

 

» Para sair do top basta digitar “q”.

 

» Para atualizar as informações mostradas basta usar a barra de espaço.

 

O top possui comandos interativos, ilustraremos alguns.

 

7.3.3.1 – Filtrando o número de processos mostrados.

 

Observe na figura 57 que o top lista todos os processos do sistema. Podemos instruir ao top quantos processos queremos que apareça na lista, através do comando interativo “n”.

 

» Comandos interativos são digitados durante a execução do top e não na linha de comando do mesmo.

 

» O Top por padrão lista o número máximod de informações que cabem na tela.

 

Vamos listar as informações relativas apenas  de 10 processos.

 

A. Digite:

 

 

B. Digite: n .

 

C. Digite 10.

 

Figura 58 – Lista do top com apenas 10 processos

 

7.3.3.2 – Listando apenas processos de um determinado usuário

 

Vamos listar apenas processos do root.

 

A. Digite:

 

 

B. Digite: u .

 

C. Digite root.

 

7.3.3.3 – Ordenando a saída usando critérios

 

Vamos ordenar os processos basedo no consumo de CPU.

 

A. Digite:

 

 

B. Digite: P.

 

Vamos agora ordenar os processos basedo no PID.

 

A. Digite:

 

 

B. Digite: N.

 

7.3.3.4 – Usando as opções

 

Podemos listar as informações apenas de um único processo.

 

Vamos listar as informações do processo klogd pid 943

 

A. Digite:

 

Figura 59 – Usando o top para listar info de um único processo

 

Isso é útil quando estamos rodando um processo que leva muito tempo para ser executado e queremos monitorar como a sua execução afeta o sistema como um todo.

 

Para exemplificar isso vamos rodar o comando grep em segundo plano e procurar por  arquivos do disco que comecem com n, rodar o top e monitorar sua execução.

 

A. Digite:

 

 

Observe e anote o pid, precisaremos dele para monitoração.

 

B. Digite:

 

 

As figuras 60 a 62 ilustram 3 momentos durante a execução do grep. Observe as mudanças nos campos CPU States e load average durante a execução do processo.

 

Figura 60 – Estatísticas do grep – Parte I

 

Figura 61 – Estatísticas do grep – Parte II

 

Figura 62 – Estatísticas do grep – Parte III

 

Como dito anteriormente podemos atualizar as info da tela usando a barra de espaço. Mas uma maneira prática de fazê-la é especificando esse parâmetro na linha de comando do top. Vamos fazer com que as atualizações aconteçam a cada 5 segundos.

 

B. Digite:

 

 

Linux para Usuários - Básico
Instalando o Red Hat Linux
Introdução ao Linux
Comandos Básicos - Parte 1
Comandos Básicos - Parte 2
Comandos Básicos - Parte 3
Comandos Básicos - Parte 4
Edição de Texto - Parte 1
Edição de Texto - Parte 2
Edição de Texto com o vi - Parte 1
Edição de Texto com o vi - Parte 2
Sistema de Arquivos
Usando a forma literal
Processos - Parte 1
Processos - Parte 2 - Comandos
Processos - Parte 3 - Mais Comandos
Redirecionamento e Operadores
O Comando Grep
Configurações do Ambiente
Arquivos do Setup do Shell e o "/etc/profile"
Configurações de Rede
Comandos de Rede
Comandos de ftp e Instalação do lynx
Utilização e Configurações do Lynx
Instalação e Utilização do Browser Elinks
Parte 1 - A história do Linux
Parte 2 - As Distribuições Linux
Ubuntu Linux - Parte 2 - Conhecendo e Instalando o Ubuntu Linux - Parte 1
Ubuntu Linux - Parte 3 - Conhecendo e Instalando o Ubuntu Linux - Parte 2
Faça a sua declaração de imposto de renda com Linux
Linux para Administradores - Básico
Novidades sobre o Mandriva 2006
Configurando o Ambiente Gráfico no Linux
Instalando o Mandriva – Parte 1
Instalando o Mandriva – Parte 2
Instalando o Mandriva – Parte 3
Instalando o Mandriva – Parte 4
Ubuntu Linux - Parte 1 - Obtendo os CDs do Ubuntu gratuitamente
Mandriva Linux – Repositório com URPMI
Aprenda NFS e instale o Linux via Rede
Configurando um servidor de horas no Linux e Windows
Configure o Raid no Linux – Prático
Configurando o Red Hat Para ser Acessado Remotamente em Modo Gráfico
Instalando e configurando o Tomcat no Linux com Java - Prático
Mandriva Linux – Gerenciador de Pacotes - Usando o URPMI - Parte 1
Mandriva Linux – Gerenciador de Pacotes - Usando o URPMI - Parte 2
Gerenciando o Windows a partir do Linux
Gerenciando o Linux a partir do Windows
Configurando aplicações JSP via browser com o Tomcat
CACIC
CACIC - O que é o CACIC?
CACIC - Fazendo o download do CACIC
CACIC - Descompactando os arquivos do CACIC e Configurando o MySQL
CACIC - Configurando o php e ftp no Linux
CACIC - Configurando o Gerente do CACIC

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2021 ®

[LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI