NUNCA MAIS PASSE RAIVA POR NÃO CONSEGUIR RESOLVER UM PROBLEMA COM O EXCEL - GARANTIDO!

UNIVERSIDADE DO VBA - Domine o VBA no Excel Criando Sistemas Completos - Passo a Passo - CLIQUE AQUI

Você está em: PrincipalArtigosLinux : Linuxbasico017
Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Linux Básico – Parte XVII

 

9 – Configurando seu ambiente (/home)

 

Agora que já sabemos como usar um editor de texto, veremos como pode fazer modificações no ambiente pode util e poupar tempo.

 

9.1 – Práticas importantes

 

A seguir listamos algumas práticas importantes para facilitar a organização de seu ambiente.

 

» Crie um diretório bin para seus programas e scripts

 

» Organize arquivos não executáveis nos diretórios apropriados de acordo com o propósito de cada um e crie quantos diretórios desejar

 

» Torne seus diretórios privados com o comando chmod 700

 

» Dê nomes detalhados aos seus arquivos

 

9.2 – Ganhando espaço em disco

 

Muitas vezes o fato de alcançar a capacidade do disco ou um sistema de quotas pode obrigar a você fazer uma limpeza em seus arquivos e diretórios. Vamos descrever algumas maneiras de o auxiliar nessa tarefa além do uso do comando rm.

 

9.2.1 – Zerando arquivos

 

Algumas vezes o conteúdo do arquivo não interessa a você, mas o arquivo em si, sim. Fazemos isso redirecionando a saída de um comando nulo.

 

A. Digite:

 

 

Podemos ao invés de zerar reduzir o tamanho do arquivo, por exemplo, um arquivo e uma listagem, podemos estar interessados apenas nos últimos 3 nomes.

 

Usamos o comando tail para esse propósito conforme descrito a seguir:

 

A. Digite:

 

 

Observe que listamos o arquivo nomes contendo apenas os três últimos registros e gravamos o resultado com outro nome.

 

9.2.2 – Economize espaço com links

 

Quando diversos usuários necessitam acessar o mesmo arquivo ou programa ou quando o arquivo tem um nome muito grande e dificil de lembrar use um link simbólico ao invés de manter cópias separadas do mesmo arquivo.

 

Lembrando que links podem nomes diferentes para a mesma situação. Um bom exemplo disso é o diretório lib.

 

 

Figura 78 – Links do diretório /lib

 

Observe como existem vários links com nomes diferentes apontando para os mesmos arquivos.

 

9.2.3 – Limite o tamanho dos arquivos

 

O linux tem um comando chamado ulimit que serve a esse propósito, além de mostrar também o limite dos recursos do sistema, conforme motra a figura 79.

 

Figura 79 – Saída do comando ulimit

 

Vamos limitar o tamanho de arquivo em 2048 blocos. Para isso:

 

A. Digite:

 

 

B. Digite:

 

 

9.2.4 – Comprimindo arquivos

 

Comprimindo arquivos reduzimos o espaço ocupado no disco. Usamos o comando gzip para esse propósito.

 

Sintaxe: gzip [opções] [nome do arquivo zip]

 

Vamos comprimir o arquivo lista criado em lições anteriores para exemplificar o uso do gzip.

 

A. Digite:

 

 

Figura 80 – Uso do Gzip

 

Observe o percentual de compressão do arquivo à esquerda.

 

B. Digite:

 

 

Observe que o arquivo lista foi substituido pelo arquivo lista.gz

 

Para listar o conteúdo do arquivo comprimido:

 

C. Digite:

 

 

Para comprimir vários arquivos podemos usar os metacaracteres:

 

D. Digite:

 

 

E. Digite:

 

 

Observe que vários arquivos .gz foram criados. Para manter os arquivos originais basta usarmos a opção “c” do comando.

 

Para descomprimir fazemos:

 

F. Digite:

 

 

Pode-se também usar um único arquivo ao invés do metacaracter.

 

9.3  –  Variáveis de ambiente

 

As variaveis de ambiente são responsáveis por armazenar informações importantes no que diz respeito ao ambiente do usuário, e muitos programas fazem uso dessas informações.

 

São gerenciadas pelo shell e são herdadas por qualquer programa que você inicie, inclusive outro shell. Uma cópia dessas variaveis são designadas a novos processos as quais eles podem ler, modificar e passar a seus respectivos processos-filho. Abaixo, listamos algumas dessas variaveis.

 

 

Para listar as varíaveis:

 

A. Digite:

 

 

Para listar o conteúdo de uma variavel especifica, usamos o comando echo, da seguinte forma:

 

Sintaxe : echo $ [Variavel]

 

Vamos listar a variavel PATH:

 

A. Digite:

 

 

Lembre-se que por convenção as variaveis são em caixa alta.

 

Figura 81 – Conteúdo da variavel PATH

 

Para alterar o valor de uma variavel usamos o comando export, da seguinte forma:

 

Sintaxe : export [Variavel] = [Valor]

 

Vamos listar e alterar a variavel TERM

 

B. Digite:

 

 

C. Digite:

 

 

Assim alteramos o valor de TERM para a emulação VT100

 

D. Digite:

 

 

Todas essas variaveis podem ser alteradas via programação com o uso de shell scripts.

 

Linux para Usuários - Básico
Instalando o Red Hat Linux
Introdução ao Linux
Comandos Básicos - Parte 1
Comandos Básicos - Parte 2
Comandos Básicos - Parte 3
Comandos Básicos - Parte 4
Edição de Texto - Parte 1
Edição de Texto - Parte 2
Edição de Texto com o vi - Parte 1
Edição de Texto com o vi - Parte 2
Sistema de Arquivos
Usando a forma literal
Processos - Parte 1
Processos - Parte 2 - Comandos
Processos - Parte 3 - Mais Comandos
Redirecionamento e Operadores
O Comando Grep
Configurações do Ambiente
Arquivos do Setup do Shell e o "/etc/profile"
Configurações de Rede
Comandos de Rede
Comandos de ftp e Instalação do lynx
Utilização e Configurações do Lynx
Instalação e Utilização do Browser Elinks
Parte 1 - A história do Linux
Parte 2 - As Distribuições Linux
Ubuntu Linux - Parte 2 - Conhecendo e Instalando o Ubuntu Linux - Parte 1
Ubuntu Linux - Parte 3 - Conhecendo e Instalando o Ubuntu Linux - Parte 2
Faça a sua declaração de imposto de renda com Linux
Linux para Administradores - Básico
Novidades sobre o Mandriva 2006
Configurando o Ambiente Gráfico no Linux
Instalando o Mandriva – Parte 1
Instalando o Mandriva – Parte 2
Instalando o Mandriva – Parte 3
Instalando o Mandriva – Parte 4
Ubuntu Linux - Parte 1 - Obtendo os CDs do Ubuntu gratuitamente
Mandriva Linux – Repositório com URPMI
Aprenda NFS e instale o Linux via Rede
Configurando um servidor de horas no Linux e Windows
Configure o Raid no Linux – Prático
Configurando o Red Hat Para ser Acessado Remotamente em Modo Gráfico
Instalando e configurando o Tomcat no Linux com Java - Prático
Mandriva Linux – Gerenciador de Pacotes - Usando o URPMI - Parte 1
Mandriva Linux – Gerenciador de Pacotes - Usando o URPMI - Parte 2
Gerenciando o Windows a partir do Linux
Gerenciando o Linux a partir do Windows
Configurando aplicações JSP via browser com o Tomcat
CACIC
CACIC - O que é o CACIC?
CACIC - Fazendo o download do CACIC
CACIC - Descompactando os arquivos do CACIC e Configurando o MySQL
CACIC - Configurando o php e ftp no Linux
CACIC - Configurando o Gerente do CACIC

 

Quer receber novidades e e-books gratuitos?

Contato: Telefone: (51) 3717-3796 | E-mail: webmaster@juliobattisti.com.br | Whatsapp: (51) 99627-3434

Júlio Battisti Livros e Cursos Ltda | CNPJ: 08.916.484/0001-25 | Rua Vereador Ivo Cláudio Weigel, 537 - Universitário, Santa Cruz do Sul/RS, CEP: 96816-208

Todos os direitos reservados, Júlio Battisti 2001-2021 ®

[LIVRO]: MACROS E PROGRAMAÇÃO VBA NO EXCEL 2010 - PASSO-A-PASSO

APRENDA COM JULIO BATTISTI - 1124 PÁGINAS: CLIQUE AQUI